quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

O Homem mau


- Não vou negar ;
Sou apaixonada por figuras realmente bizarras e estranhas. É só ter cara de mau, e lá vou eu.
Não sei o que acontece comigo e lá estou eu. Seguindo feito uma estrela de rock ou sei lá o quê. Essas pessoas em deixam de queixo caído, é sério. Os caras são sempre os mesmos. Jaqueta de couro preta, cara de mau, barba por fazer. Estou me sentindo com 15 anos novamente. Aquele comportamento do tipo " não tô nem aí". Aquela olhar gelado e frio. Só falta uma bebida bem gelada e eu avançar no pescoço dele.
Ontem comprei uma agenda nova, pelo visto vou continuar com os meus velhos hábitos. Que nunca mudam, pois é. Mas isso é uma marca registrada. Espero que 2010 venha com tudo, woohoo *

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Resoluções



- Resolvi enfim, fazer a tão esperada resolução de ano novo. Comentar para vocês, tudo sobre o que este ano representou para mim. Pelo visto, tenho muita história para contar.
Esse ano não passei no vestibular, o momento que tão esperava. Voltei para o pré-vestibular que tanto amava e caí em uma furada. Ele faliu e me deixou na mão. Conheci pessoas horrendas e pessoas incríveis, fiz amigos doces e especiais que quero levar para o resto da vida. Conheci pessoas que me fizeram ver o que nunca tinha visto e a essas pessoas digo, não nunca mais.
Pessoas me amaram, me odiaram, briguei, amei, chorei, me irritei e mudei, muito.
Dizem que na vida, tudo é uma questão de merecimento. Então, talvez seja por isso, que não passei no vestiba. Descobri que tenho amigos maravilhosos. Descobri que sou uma mulher submissa e que o meu relacionamento, com o Sir D,depois de idas e vindas, é pra valer.
Descobri que não há nada no mundo que eu mais queira que a minha facul de letras, que desejo muito estar entre os meus wtiters preferidos e que tenho muito que aprender.
Muito mesmo.
Espero que no ano de 2010 seja um bom ano, com muita saúde, amor,paz e alegria. Tudo de bom (é um clichê mas blz...). Muito trabalho e dinheiro. desejo enfim me mudar de maducity,
kisses.

domingo, 27 de dezembro de 2009

Novas ...

Tenho algo a contar. Surgiu uma oportunidade e estou escrevendo. O quê? Ainda não sei. Se virar história ou um livro, que bom! Mas a essa altura não me cobro muito. Digamos, como disse no twitter, que através de papel estou me vingando, está sendo delicioso e muito útil. A arte surge da onde se menos espera.
Não vou contar muita coisa, porque ainda são pequenos esboços. E sobre um cara, digamos, O CARA e uma garota, que na hora em que se lê, todo mundo tem vontade de ser ela. Creio que com toda a sede que estou vocês vão odiar e amar o protagonista. Tenho tido dificuldades de arranjar nomes para eles e para a história. Mas possivelmente, ele se chamará Fernando Melo. Isso, se não me surgir uma ideia melhor.
Prometo ser fiel e conseguir a atenção de vocês. Tomara que seja uma senhora história. Afinal, tenho inspiração de sobra.
Sim, eu me inspirei em algumas pessoas.
Rs, sorry

Leituras inspiradoras


Ontem não resisti e comprei "A Hospedeira" de Stephenie Meyer. Queria ler algo diferente e de que gostasse, então não pensei duas vezes. Fiz o passeio que tanto amo. Para hoje, não tenho nada. Eu queria tanto, se pudesse sair todos os dias faria. Meus primos de SP foram embora e deixaram uma espécie de vazio. Quem me conhece sabe bem o porque. Essa é a única época do ano que a minha casa fica cheia. A minha casa é o lugar mais vazio do mundo. Por isso, desejo tanto me mudar o quanto antes. As brigas se tornam a cada dia mais intensa e quero muito me mudar para um lugar muito mais bonito e seguro da onde eu moro.
Decidi também pelo livro da Stephenie porque além de amar as suas histórias, ela é uma espécie de ídola para mim. Admiro sua luta, garra e obstinação. Sim, desejo ser que nem ela quando crescer por mais que isso seja difícil. Mas é o meu sonho e ponto.
Ano novo está chegando,e ainda nem fiz as resoluções de ano novo. Quem sabe, eu faça por aqui. Ando meio ocupada lendo na internet.
E sentindo falta dos meus amigos. Eles não fazem ideia de quanto. Estou relendo Harry Potter, desde o livro 1. Já disse? Isso é prefeito!

sábado, 26 de dezembro de 2009

Depois do Natal

Feliz Natal atrasado! Não, eu não me esqueci do natal e nem do blog. Mas estes dias foram bem agitados para mim. Estudos e compras, ninguém sabe como é estudar no natal, rs!
Todos os meus primos de SP e pessoas que não vejo muito, estiveram bem perto de mim nesses dias.E outras coisas que não deveriam também...tenho sonhado um bocado.
Outra novidade, o pessoal não vai viajar este ano como previsto para Cabo Frio. Decidi que quero fazer tudo diferente, então resolvi que vou passar o ano novo em Copacabana ou na Barra. É o melhor que encontrei.
Quero fazer algumas coisas diferentes, tenho a sensação de que está na hora de parar de fazer sempre as mesmas coisas e sofrer pelas mesmas coisas. É hora de mudanças.
Tenho a sensação de que essa será a decisão mais inteligente que vou tomar,trabalhar. Chegou a hora de me virar e salvar uma graninha para mim. E a universidade? cheguei a conclusão de que ser vier, virá.
Ainda não é hora de fazer resoluções de ano novo aqui, ainda tem muita coisa para acontecer nesses 5 dias de 2009 que restam.
Voltei a ler Harry Potter, desde o livro um. Estou voltando a ler, a melhor coisa que poderia ter feito. Estou amando. Provavelmente vou torrar a grana que ganhei de natal em presentes hoje. Livros como sempre. Só não sei ainda qual. Queria poder levar a livraria inteira.
Agora que estou com graninha posso tomar um cafézinho ali na esquina.


Ouvindo- trilha sonora de lua nova

domingo, 20 de dezembro de 2009

Viva o espanhol




Não sei se já comentei aqui sobre a minha paixão pela língua espanhola. Mas não custa relatar... Eu sempre amei Inglês mas tinha um trauma muito grande em relação ao espanhol É que quase fui reprovada na escola. Desde então, minha relação com a língua é de puro ódio.
Mas voltei a me interessar durante uma aula de espanhol no pré vestibular, em uma dia que a professora de inglês faltou por algum motivo. Então, me apaixonei e não consigo mas me desvencilhar disto. Comecei a me interessar pelo curso na faculdade, é uma ideia que venho desde já amadurecendo.
Como sempre amei Shakira, ela voltou a ser minha referência. As músicas, o ritmo, tudo, vamos bailar ....

sábado, 19 de dezembro de 2009

Oliveira Belo




Ontem parti em uma aventura com Meu D, Raquel e seu "conhecido" João. Decidimos que como boas pessoas que somos, sair para nos divertir pela Oliveira Belo, perto do Largo do Bicão. O que não esperávamos é que tudo saísse diferente do imaginado.
Todo mundo se atrasou, quer dizer, todo mundo que eu quero dizer, é eu e D.Foi um tal de desencontros e encontros.
Acabou que demorou para nos encontrarmos e depois que tudo se ajeitou, ficamos uma hora e meia decidindo o que fazer. Beber? Não, Meu D é super certinho e não bebe. Comer? Só se não gastar muito dinheiro. Música ao vivo? Não, Meu D não iria querer pagar os 15 %. Jogar Sinuca? Não, eu e Raquel não sabemos jogar.
Perdemos um tempão com isso. Quando vimos,estávamos com fome e era hora de comer ou então iríamos desmaiar.
Quando parecia que a noite ia começar, tive que voltar para casa porque Meu D certinho que é, não gosta de chegar tarde na minha casa porque é muito perigoso e no dia seguinte ele ia acordar cedo para trabalhar.
Acabou que a minha noite mal começou, imagine o meu humor perante a isso. Nossas brigas sempre se resumem a isso. Tudo porque, Meu D é todo certinho. Mas aposto que se estivesse solteiro faria tudo diferente, só chegaria tarde em casa. Isso não é justo! Tudo por mim, isso não melhora as coisas.
Sempre espero muito das coisas e não me acostumei a fazer esses programas de gente velha. Ah, eu me esqueci de falar: Odeio gente velha. Esse comportamento todo certinho não é a minha cara.
Mas Meu D não compreende, nem nunca vai compreender.
Por enquanto, procurando alguém on e algum programa. Hoje é aniversário do meu Pai. Feliz 45 primaveras meu progenitor preferido!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

365 dias com ele





O que aconteceu entre nós, definitivamente não tem como explicar. Invadiu a minha vida sem pedir licença. A partir de então, muita coisa mudou.


Ele chegou e as coisas não foram as mesmas. Se "ele" fosse o tipo comum, talvez tudo continuasse como antes.Mas como foi "ele". Ele simplesmente não é um cara comum.


Me lembro muito bem, foi um acaso. Começou através de olhares, depois foram as insuações e enfim aquele clima. Como se algo estivesse rolando.

Por sermos tão parecidos, houve de cara aquela profunda identificação. Como eu nunca senti com alguém.

Eram as mesmas músicas, filmes e seriados. Ligados pelas mesmas paixões. Ele é a minha versão masculina.

De início, fiquei fechada e recuei como um animal com medo e com o tempo feito concha do mar fui me abrindo e descobrindo o que não devia, era sonho demais para mim.

Descobrir que ele tinha "aquelas" intenções comigo, mesmo não podendo, foi um choque. Nós dois em outras situações, nos flagramos em sintonia um com o outro.


Não demorou muito para uma série de pessoas reparar e comentar. Palavras duras e feias. Julgamento de quem não compreende e nem deve entender. Isso era só nosso, mas muita gente queria se meter.


Então, ele foi embora. Não deixou nenhum recado ou bilhete, algo do tipo: "Volto logo". Nenhum aviso, nem nada...


Só deixou as lembranças e a poeira do que viveu. Recordações dissipadas pelo tempo. Porém, ainda falta o futuro. Que ainda vai ser escrito e ele está nele.



E ele irá pagar por tudo que não fez..afinal foram 365 dias com ele.

domingo, 13 de dezembro de 2009

- Noites com estrelas.

- Estou cansada. Andei pelo shopping todo, procurando presente para o meu D e procurando também um possível presente para mim mesma. Rs
Estou completamente com sono, e sei que amanhã o dia promete. Geografia com Nélson, logo no primeiro tempo, de repente eu cabule a aula para ficar com meu D pela manhã. (Eu sei é feio mas voce acha isso porque não conhece esse meu professor).
Meu D foi embora a pouco, como moro na faixa de gaza e minha família parece com a das novelas do Manoel Carlos, ele teve que ir embora. Amanhã tem mais, é o dia de folga dele. Meu D recheou a minha noite com beijos maravilhosos, abraços macios e um sorriso de tirar o o folego.
A minha noite foi muito boa mesma, quem me dera que todas elas fossem sempre assim. Aliás mereço, afinal depois de uns estresses. É que meu problema é que quando fico chateada com uma pessoa, isso não passa tão rápido assim. Fica engasgado que nem farofa.
Não gosto de fazer o que os outros querem que eu faça. Nem gosto de ser o que os outros querem que eu seja. Por isso, essa eterna contradição.
Não gosto que fiquem no meu pé. Pocha, deixa eu ser feliz e curtir um pouco né?
Enquanto isso, o pc vai dando erro.
Sonhei com ele Hoje...com ele e a Miss Rosalie dele (eca!)

sábado, 12 de dezembro de 2009

Desejo





- Nunca imaginei que algum dia iria gostar tanto de Los Hermanos como gosto agora. As letras e canções tem feito tanto sentido para mim ultimamente. Aquele tal de samba meio rock alternativo me seduz completamente.Logo eu, que arrasei tanto os caras. Estou ouvindo "Último Romance", é meio tristinha mas linda. É aquele triste que todo mundo ama.
É bom ouvir essas músicas. Assim vou conseguir por certas metas minhas no encaixe.Desisti de certos projetos e me arrependo. Tenho contato com uma galera que faz sua arte independente. Sei que ainda nem cheguei na faculdade, mas esse lance de escrever sempre me seduziu. Já tinha até começado a escrever dois livros, mas terminei devido a motivos que não tente entender. E eram histórias apaixonantes, um tanto diferente. Mas estava amando fazer aquilo. Foi ali, que percebi tive certeza que era isso que pretendia seguir na minha vida. Dá um trabalho mas é recompensandor.
Voces devem estar pensando: "- Ah, quem essa garota pensa que é?". Mal sabem voces que nunca senti tanta vontade de escrever, desde que decidi escrever um livro.
Talvez, seja bem difícil continuar AGORA por causa das provas de vestibular e cursinho. Mas quem sabe, assim que tudo acabar, poderei ter tempo suficiente para isso? Pelo menos vou tentar.
Tive até outras ideias para outros livros ou quem sabe, mais histórias para complementar o livro. Fornecida de muitas informações, vou usar certas coisas que aconteceram comigo como bagagem. Pelo menos ISSO vai servir para alguma coisa.
A partir de fatos chegamos a história, alguém já disse isso uma vez.
Posso parecer meio promíscua mas estou com o maior tesão de escrever. Não é o melhor livro do mundo. Mas será feito como um coração. Já até tenho alguém para fazer o design da capa: ELE, o meu D.
Ainda bem que posso contar com ele para meus sonhos malucos.
Todo esse projeto falta muito ainda, é só o começo. Mas depois do vestibular é que terei respostas concretas.
Good Night

" Diário de uma vestibulanda- meu diário de bordo"




" Para todos aqueles que visitam o meu blog para fofocar sobre a minha vida, mando um salve, também sinto muita saudade de vocês.Saudade de ver todos ficarem fuchicando sobre o que faço ou deixo de fazer"

As ruas estão em maior clima de Natal, e para mim é como se fosse Junho ainda. Não sei se é pelo fato de estar ainda estudando o dai inteiro. Mas isso me deixou em um ritmo completamente diferente de todos aqueles que frequentem lojas de shopping e gastam fortunas em compras.Só vou sentir a presença de Papai Noel e compainha quando dia 24 de dezembro chegar.
Enquanto isso não aconteçe, vou enlouqueçendo com todas aquelas provas e pessoas. Estar em um curso grande é engraçado porque além de ser outro mundo, ficamos sabendo de cada putaria que aconteçe...
Ando por lá em momentos de pura observação. Dia 21 vai ter festinha lá, confraternização e tudo mais regado a funk( é, eu sei) e bebida liberada( yes!). Só sei que por lá, as pessoas são bem loucas e esse dia promete. Pode deixar que conto tudo aqui. Garanto a vocês que vou até o chão com todos os funks mara, hahah. É brincadeirinha!
Enquanto isso, ainda não acredito que "meu sonho de consumo" fez aquilo comigo. Até parece que eu já sabia. Detalhe: ouvi mais barabaridades sobre ele, mas eu nem me incomodo. É com os culpados que me divirto mais. Tenho uma enorme capacidade de gostar da cia de quem não presta.
Algum dia eu disse que era certinha?
Quem esperava essas coisas de mim? Fala sério, em pelo século XXI, não vou ficar posando de Sandy okay?
Hoje eu recebi um depoimento que foi o mais lindo que fizeram para mim. Quem tem o meu orkut vai lá ver( nananana), resume bem a minha história e meu sonho. As lágriminhas até desceram!
Já que também sou filha de deus, vou aproveitar a minha noite. Vou deitar com meu amor sem hora para acabar e beber caipirinhas antes de dormir. Tô tentando convencer meu namorado de aprender a tocar Los Hermanos, só pra mim.
"Para nós, todo o amor do mundo" - morena , los hermanos

domingo, 6 de dezembro de 2009

Mais uma , por favor !

Nos últimos dias, fiz algumas descobertas. Descobri que conselhos de amigas são essenciais e que devemos confiar neles acima de tudo. Descobri também que meio que parei no tempo. Como assim?
Me descobri uma velha ou criançinha como preferir rs, estou tentando levar isso pelo lado irônico.
Ontem reencontrei meus velhos amigos, teve festa da Nanda de 19 anos e tudo mais. Enquanto eu estava indo para casa dormir, meus amigos estavam partindo para o Olimpo. Bom demais!
Tá tudo bem, levando-se em consideração que meu namorado pegou as seis horas da matina para trabalhar e eu ainda fui fazer o Enem, mas mesmo assim...
Senti vontade de ir com eles, mesmo que fosse para um lugar que não curto. Eu só faço programa de velho. Não é que não goste, mas é que preferiria fazer outras coisas tbm!
Tenho vontade de conhecer gente nova, andar pela Lapa, pelos lugares que tanto amo. Mas eu namoro um cara que não gosta muito de sair. Ele gosta de economizar e ficar em casa. Logo eu, que sou tããõ diferente!

domingo, 29 de novembro de 2009

Lado B


- Não sei se já escrevi isso por aqui. Mas sou uma pessoa que ama tudo muito rápido. Que se apega a alguém, que agarra as escolhas que fez. É um processo muito rápido e nem sei explicar o Por quê.
Isso é complicado porque quando se chega ao fim, doe e sangra.Logo eu, a pessoas mais sensível e chorona do mundo. Estou detalhando tudo isto aqui, porque acho que me apeguei a coisas que e sentimentos que não deviam. Mas não me arrependo. Tudo isso fez mudar um zilhão de coisas. Mas não vou voltar a trás. Decidi que agora vai ser assim.
Os amores e desejos ainda moram aqui. E nada vai mudar. Isto me torna um pouco mais humana, menos certinha e pronta para agir, para o fazer.
Não me importam o que vão falar, o povo sempre tem algo a dizer.Porém quem fez fui eu, quem deu com a cara na parede fui eu. Portanto, vão cuidar das suas vidas enquanto vou cuidando da minha. Não suporto toda essa ignorância e dedos na minha cara. Ninguém tem nada a ver com as minhas decisões, do que fiz ou não.
Só estou a fim de curtir a aproveitar tudo o que mereço.Inclusive livros, pessoas e sonhos.

O Recomeço

Amanhã é um dia de recomeços. Retorno ao colégio que jurei nunca mais pisar,onde me formei há dois anos. Como meu cursinho faliu, e pra lá que vou.
Sinto cheiro de mudanças, mas será que elas chegam mesmo? Hum...
Fiz a prova da UFF hoje na UERJ. Nem me perguntem. Estava com os nervos a flor da pele e muito nervosa. Mas mudando de assunto...
Ultimamente, precebi que certas coisas estão mudando. Os olhos dele voltaram a chegar em mim, estão bem mais claros e luminosos para mim. Percebi e senti que ele me ama, verdadeiramente.
Andei meio ocupada. Realmente decidi voltar a tocar projetos e por mais que não agradem aos outros, é o meu dom. Meu futuro.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

O Tempero


Ontem meu dia foi bem quente. Altas conversas com a Dona Quel. Conversinhas que moças de família não falam com ninguém. Me diverti aos horrores. Me fez recordar meus tempos de menina má, rebelde.
Descobri coisas que andavam guardadas há tanto tempo. Sentimentos e desejos por pessoas e músicas que estavam escondidas. Todo mundo, em uma parte da vida, descobre-se completamente diferente do jeito que que era.
Descobre que coisas que não se permitia há 3 anos, faz a sua cabeça atualmente.
Momentos que nos despertam. Mostram que somos como qualquer outra pessoa. Meus sonhos continuam aqui, ..
Eu sou mutante, gosto de ser surpreendida. De amar e de ser amada. De curtir a vida e gosto sim de curtir os outros. Não estou cega, estou aqui pronta para arrepiar e se mostrar.
Dizer o que eu quiser. De arrepiar, de ousar e fazer. Eu quero sempre fazer, se os outros não querem, foda-se.

domingo, 22 de novembro de 2009

Querem calar a minha boca quando mais preciso escrever, é sempre assim. Vou arrumar uma maneira de apareçer por aqui mais vezes. Isso não pode ficar assim. Bjus

sábado, 21 de novembro de 2009

Mudanças dolorosas

Um novo dia começa.E há tudo ao redor. Todos os amores prometidos e ele não está mais aqui. Crise no namoro é tão estranho, mudamos tanto e começamos a procurar tudo aquilo que perdemos e que as vezes nem sabemos o que. Todo o renascimento que não temos. É tão dolorido.Minha semana foi muito "Lua nova". Isso é um clichê, eu sei mas é exatamente isso que senti.Entrou na minha veia feito veneno. Mentiras tão bem elaboradas.
Pessoas que mudam e sentimentos que machucam, doi tanto. A confusão que adormeçe e acorda solidão. Faz chorar e querer fugir. Começamos a nos achar muito sozinhos e a dor bate. Não tem pena, nem chega sem avisar. Ah, se podessemos voltar atrás ..
A auto estima lá em baixo consumindo feito fogo. E agora o que será de mim? Ninguém sabe, nem eu ...
Esperar os dias passarem, mudar, ou simplesmente se jogar a modernidade. Como é difícil. Sinto muita falta daqueles olhinhos pequenos de Keanu Reeves que Djan fazia. Ainda faz. Mas a escuridão que há sobre eles, não permite-os chegarem até lá.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Carência

Odeio sentir falta. Sentir saudades, é tão doloroso. Saber como tudo seria se tivesse dado certo. Aquele gostinho de quero mais na boca. Falta dos amigos, dos estudos, da animação em plena manhã e saber que não era a única a não saber nada da vida. Saudades daqueles olhos que não saem da minha cabeça( e nunca vão sair).Toliçe, eu sei.
Quero o começo e tudo outra vez. Quem sabe agora possa voltar aonde parei. Amanhã tem lua nova e estou esperando muito desse dia. Dia de recomeços e de matar a saudade.
P.S: Estou carente e acho que de tpm, sim , isso é bem perigoso.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Noite Maravilhosa

Quero agradeçer a você por uma das minhas melhores noites. Você fez ela se tornar muito melhor que imaginava. Foi mágico e amei. Mesmo com a chuva, mesmo que a gente tenha se molhado que nem pintinho, eu amei. Amei poder estar ao seu lado e desfrutar desses momentos tão lindos ao seu lado. Eu te amo, e foi muito muito bom mesmo.
Namorar, O Rappa, Irajá tem tudo a ver com a gente mesmo. Rs
Não foi a toa que a noite foi tão linda, nhá
Para completar hoje você foi dar um rolê comigo pelo centro da cidade. Pelo lugar que Machado de Assis e o Falcão do Rappa tanto se amarram, rsrs
Aquele mundão e eu te sacaneando e você rindo de mim, só porque sou enrolada
- Seja bem vin do ao centro da cidade!
Ai amor, obrigada por me ter paciência comigo mesmo quando não mereçia. Só porque sou muito "Zé" e enrolada. Quero mais momentos como esse.
Ainda por cima quase me fez dormir voltando para casa, no banquinho. Você faz tudo se tornar muito mais incrível do que é. Te amo meu brega.
Mesmo que não concorde com o texto,espero que goste,como gostei.

domingo, 15 de novembro de 2009

Rock com o Rappa.


O Rappa fez história na minha vida. Ando ouvindo o novo cd deles "sete vezes" incansavelmente,rs.
Eu amo esses meninos, que são tão incríveis.
Aposto que na capa de Sete Vezes é o dedo do Lauro, rs, o baixista. Só eu mesma para perceber essas coisas. Lá vou eu ouvir.

Impressões




Primeiramente queria agradeçer ao Junior por ouvir o meu chorôrô ontem a noite por via msn. Não deve ter sido nada fácil e foi muito importante. Obrigada mesmo,!
Aquarianos são sensíveis feito manteiga derretida. Ando refletindo, chorando de saudades e tentando encontrar uma saída.
Está na hora de me levantar, trabalhar e por as mãos na massa. É o momento de atividade e ação.
Talvez tenha que aceitar e partir para o Bahiense, ignorar tudo que vivi naquele inferno e lutar como a guerreira que sou nessas horas.
Não pense que é fácil. Só estou cedendo a ideia de ir pra lá porque talvez é a única coisa que me resta.
Estou ouvindo O Rappa, a saudade aperta e é insana. Cega também.
Minhas inspirações não pode fugir. Não vou perdê-lo de vista.

sábado, 14 de novembro de 2009

Montanha Russa

Hoje eu sonhei que fumava um cigarro. E gostava. Eu voltava de braços abertos para o meu antigo vício. No sonho, eu era livre e feliz. Duas coisas que sempre cobiçei. Isso me fez recordar de tanta coia. Me fez recordar de pessoas, sentimentos, vontades e distrações. Não é só Edward Cullen, que tem distração. Fico pensando no que vou fazer da minha vida. Já que não faço a menor ideia. Eu podia tanta coisa. Mas não posso. As provas estão aí. a UFF e o ENEM.
Tenho que me cuidar.
Todo mundo tá dando pitaco, mas só quem sente na pele só eu. No final das contas, talvez deva trabalhar. Afinal, o que me resta?
Quem vai abasteçer o meu empório de livros e cd's. Meu baixinho trabalha demais para tomar conta do meu futuro.
Ah, já ia me esqueçendo, cortei o cabelo hoje. Estou me sentindo "ema" demais. Porém feliz. O pessoal do curso colocou as fotos no orkut e me acabei de chorar como ontem. E a dor sentindo da pele. Como "eles" vão me fazer falta.
Ninguém faz ideia de como é envelheçer, ver os anos passarem e tudo mudar?
Não quero que mude. Só quero continuar a ser esta Rebels girls que vos escreve, que é viciada em literatura e sonha com a facul de letras.
Que meu dia seja ensolarado amanhã. Porque o sol traz novidades e amo o verão. Para muitos é uma estação angustiante ou terrível, para mim é feliz.
Ontem foi dia 13, uma sexa feira. 3 anos e 10 meses de amor.
Nada é como antes.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

E agora?*

Tudo começa quando a gente percebe que nada é mais como antes. Agora não tem curso, nem distrações, nem sonhos e nada mais. Cada um por si e deus por todos.
Meio que me senti desnorteada. Em pleno curso preparatório, isso me aconteçe.
Esse ano, as coisas foram bem mais diferentes. E sinceramente nem sei o que pensar. Sentimento jumper e ilusório. Sonhava com tantas coisas e agora nem sei mais.
As saudades que vou sentir daquele curso, de todas as épocas. Dos sonhos, das pessoas e de todos os sentimentos que passei.
Talvez, algum dia eles se lembrem de mim. Talvez não. Só vamos saber no dia a dia. E o pior,que tem "certas" pessoas que vão fazer falta.

sábado, 7 de novembro de 2009

Contadora de Histórias ^^


- Confesso: Sou viciada em livros, histórias e inspirações. São coisas que amo muito e simplesmente não consigo viver sem elas. Acabei de voltar e estou doida por Derby girl, que parece ser um bom livro. Pelo visto, meu futuro é com os livros mesmo, rsrs.
Será que um dia consigo vender as minhas histórias, como elas mereçem?

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

^Coisas da vida^

Meu namorado me trocou pelo rpg. Minha amiga de infância está grávida. Coisas da vida. Faltam 18 dias para lua nova estreiar e o ano tá passando rápido. Daqui a pouco chega o natal e o meu niver, no dia 22 de janeiro. Pois é, estou ficando velha.
Mas quem sabe, agora eu olhe tudo ao redor, de uma outra perspectiva?! Talvez, sejam sonhos, destinos ou o futuro que se anuncia. Ninguém sabe o dia de amanhã. Quem sabe, realmente consiga passar? Será uma festa, surpresa.
Imagina, estar na faculdade? Pode não ser a resolução de todos os problemas, mas para mim pode ser o caminho.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Tentação.


Tem pessoas que nos deixam pelo efeito que simplesmente provocam em nos. Tipo o meu namorado,aquela pessoa e por aí vai. É até difícil não olhar né? O cara é inteligente, lindo e ainda quer que não olhemos? E que corpo é aquele meldels!
Já fiquei com vontade de contar cada dobrinha que ele tem. Ah se tívessemos solteiras ( By Stephenie e Juliana)
Se ele me olhar de novo daquele jeito, aff. Depois vem dizer que ama a sua senhora esposa Rosalie, ah tá. Não me leve a mal mas não acredito. Tanto ama mas olha para aas outras ( Não cae nessa não). Eu sei, eu sei ele quer isso.
Apesar de lindo e quase um Edward Cullen, ele não vai conseguir.
Ah que colírio paara mim, que pessoa mais maravilhosa fisicamente!

sábado, 17 de outubro de 2009

Da série "The Love".


"Dizem que o amor contamina as pessoas. Como? Bem, deixe-me explicar. Todo mundo que namora ou já namorou uma vez na vida, sabe que em um relacionamento há algumas regras ou comportamentos que devem ser seguidos. E o primeiro talvez, seja aquele que um dos dois tem que mudar pelo outro.
Isso é bem difícil. Ter que lidar com gostos e atitudes que são nossos. Vivem me ridicularizando por isso, porque eu mudei. Porque faço tudo por ELE. Mas ELE é a minha metade, é meu sonho, meu amor e meu melhor amigo. E ELE SABE DISSO.
Não me arrependo de nada que fiz. Mas o alarde de outras pessoas me faz refletir.
Me faz pensar duas vezes. Estou envelhencendo cada vez mais por causa dele. Não sei se isso é bom ou ruim, só sei que fiz por amor e talvez isso me passe uma lição. Todos os nossos atos nos trazem lições. Eu fiz isso tudo e ele está aqui do meu lado. Não me arrependo de nada. Já se vão 3 anos e 9 meses de namoro completos. Eu te amo Djan Soares Skwara. E VOCÊ sabe disso né?
O amor para todos os efeitos redime e cura todas as feridas. O amor nos leva a algum lugar. Ele me fez ser alguém melhor. Diferente de todo mundo que não torçe, eu torço a cada dia pelo meu sucesso no amor. O amor traz benefícios."

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

A Cobiça


Então tudo muda. A UFF, o ENEM. Espero sinceramente que isso não atrase a minha vida. Não sei o que este atraso pode significar, mas desejo que não me atrapalhe. Tenho alguns planos em minha mente, e não é agora que vou desistir. Cansei de cursinho pré- vestibular, cansei de pessoas infantis e de professores no meu pé. Quero passar na facul, vai ser o meu show. O meu momento. Cada segundo que me separa disto é muito cobiçado. Nunca quis tanto. Sei que o caminho é difícil e tortuoso, mas é isso o que eu quero.
Chega de sofrer porque ter que estudar coisas que não quero.Só agora tenho que olhar para a frente. Sinto o sabor do desejo e do sonho. A vaga é minha e ninguém tasca.
Just Me. :-)

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Mis Amigos*


- Tudo vale a pena quando tenho amigos que realmente valem a pena. São aquelas pessoas que me suportam quando estou triste ou de mau humor, quando estou mal porque não passei no vestibular ou quando estou histérica porque meu filme preferido estreou (Crepúsculo).
Não me arrependi de nada que fiz. O fato de ter ido hoje ao shopping com Alê, And, Soneca e Djan me fez rever um milhão de coisas. Tenho que ser prestativa e estar com quem amo de verdade. Com os meus amigos. E não com pessoas que simplesmente sei que não daria certo. Não, não me arrependo. [/b]
Foi muito bom. Resolvemos ir no shopping mais longe e mais chique. Comparamos preços e rimos muito disso. Foi engraçado e gostoso. Que hambúrguer era aquele do Habbib's?
Inesquecível! O melhor é que nesta semana quase não tenho aula no cursinho pré-vestibular e vou poder sair a doidado. Woohoo, vai ser boa esta semana. Partiu?_*_

domingo, 11 de outubro de 2009

O tempo é o senhor da sabedoria.

Todo mundo muda.O tempo passa tão depressa e sempre nos melhores momentos.Reencontrei hoje meus velhos amigos. Amigos que cresceram comigo, que viviam comigo desde a sexta série. Já fazia um tempo em que não os via e é tão estranho.A maioria já faz faculdade, trabalha, casou ou está grávida. Como a Juliana Ohana, uma das minhas melhores amigas, que tanto amo e com quem tanto convivi. Era shopping para cá, lanche na casa de um. Tantas lembranças...
Foi o chá de bebê, sua filha Heloísa gabrielle está prevista para nascer no dia 30 de outubro. Será uma criança maravilhosa e amada.Vou ser titia O o
Também estava lá o Raphael, um dos meus melhores amigos. Desde a minha época de rebels girls. E vê-los depois de tanto tempo foi bom e estranho. Foi bom porque estava morrendo de saudades e estranho porque ver a Ju de barrigão, mãe de família é algo que nunca imaginei.
Eu cresci ao lado deles e ver o quanto mudamos e envelhecemos é bom mas dá uma aflição. Muito grande.
Já falei com eles para repetir mais vezes, a frequência para nos ver. Desse modo, vou acostumar com todas essas diferenças. Porque a vida é assim mesmo. Ela anda de mãos dadas com o senhor do tempo.

sábado, 10 de outubro de 2009

- A Liberta -


Nunca fui do tipo que aceitou ser copiada. Desde sempre tive atitude. Não era uma dessas garotas idiotas que se deixam influenciar pelas pessoas. Nunca fui do tipo que copia o visual dos outros. Sempre soube o que queria. Acho que isso faz toda a diferença. Deve ser por isso, que sempre tem alguém que deseja ser o que não é. Então vem me copiar da maneira mais chula possível. As minhas amizades verdadeiras sempre foram bem sinceras e fiéis. Todas as outras pessoas que conheci e que não considerava verdadeira, nunca curti. Por isso, nunca me cheguei nessas pessoas e nem quero. Sempre fui do tipo que sabe bem o que quer. Nunca fui neutra. Não sou de ficar lá e cá. Se tem que escolher um grupo, vou lá e faço. Tudo na medida do possível.
Por isso, nunca gostei quando me copiavam ou quando ouvia uma frase que tinha dito, distorcida por outra pessoa. Eu fico puta quando me acontece uma coisa dessas. Acredito na sinceridade acima de tudo, sou fiel à verdade.
Quero ter do meu lado, somente os amigos que acreditam em si e na minha amizade. Quero amigos que saibam o que quer, que respeitem e sejam fieis acima de tudo. Todos aqueles que não são, nem ao menos são meus amigos. São apenas conhecidos que tenho que aturar.
Meus amigos têm um estilo de vida de verdade. São de carne e osso. Respiram liberdade e são responsáveis com a vida. Ao lado deles, sinto-me eu mesma.
Pode tudo mudar, mas o que fica é a minha sinceridade. Dom de quem tem a verdade.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Brand New Day.


- Só por hoje, vou olhar as flores e as pessoas de um outro jeito. Parece que algumas coisas estão mudando. Mais que bom, isso significa que nem todos estão mudos. Ainda há pessoas que nos querem fazer feliz, de uma maneira que não nos corrompa. It's a perfect!
Talvez, ainda há outras saídas. Quem sabe os meus amigos podem ser verdadeiros. Quem sabe, não fará sol amanhã? Eu nunca terei todas as respostas. Só que isso é um bom sinal, sinal de que estou sempre aprendendo.
Me sinto a cada dia mais envolvida: com os meus planos e sonhos. E sei que se caso, não de certo, as pessoas que realmente valem a pena (meus amigos) estarão do meu lado e sempre encontrarei uma saída. Uma saída que valha a pena, que me faça feliz.
Já me cansei de falsas pessoas, falsos comportamentos. Um dia a gente envelhece e enxerga tudo ao redor de outra maneira. Aliás, já tenho 1.9 nas costas. Por isso, podem me tentar mas não irão conseguir.
Só amo aquilo que realmente valhe a pena. Desafiador.

domingo, 4 de outubro de 2009

Verão e sol, sombra e água fresca


O dia amanheceu nublado hoje e odeio dias assim. Já teve fases na minha vida mais gótica que realmente gostava desse tempo. Mas agora gosto mesmo é de verão, calor. Rio 40 graus. Calor me lembra alegria e férias. Já tempo nublado me lembra domingos chatos com a família e quartas feiras que estudava teclado. Mas isso faz muito tempo.
Gosto do verão, porque é uma estação alegre e me lembra todas as coisas boas: Mar, vida, rock, reggae. O que iria querer mais na vida?
Apesar de não curtir sol,amo o verão. Já no inverno, me sinto reclusa e depressiva. Muita
O inverno é uma estação meso-gótica, meso-emo. Sinto falta de um agito, de cabo frio. De tantas aventuras que vivi.
Muita falta de tudo isso_*_
Assim que todos as provas do vestibular acabar, vou fugir para Cabo Frio e descansar até....não querer mais. Sabe, preciso de um tempo pra mim, para o meu namorado e para minhas inspirações.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

* De longe eu vejo


Ele a observou com seu olhar mais sombrio e disse horrorizado:
- Voce é diferente. Não é igual a ninguém que eu conheci.
Ela amendrontada, com medo daquele homem um tanto estranho e distante,com sua pele translúcida nada respondeu. Ele era sim, um homem lindo e atraente mas nem por isso, ela iria se jogar para ele. A vida lhe ensinou que nem sempre a aparencia é tudo. Estava com medo, não era fácil se transformar em obsessão de um vampiro.
- Voce não me olha como as outras mulheres me olham, não demonstra o menor sinal de interesse por mim. Isso não é normal.
- Não é normal, eu simplesmente não apreciar voce como as outras mulheres fazem?
- Estou acostumado a todas as mulheres se jogarem para cima de mim, sempre ser notado. E voce nem ligou para mim. Desde que me viu, voce respeitou o meu espaço mas não fez a menor pressão para que eu falasse com voce.
- Esse é apenas o meu jeito de ser.
- Não consigo tirar os olhos de voce. Queria tanto poder estar cada segundo perto de ti. Não sabes, o quanto tenho curiosidade em relãção a voce.
- Na vida, nem sempre temos as oportunidades que desejamos.
- Mas eu quero voce, preciso de voce.
- NÃO, Não é assim que tem que ser. Não é isso que eu quero.
- Mas é isso o que quero, voce. Nada no mundo, vai me afastar de ti.
Ela olhou assustada, pois sabia que ele faria de tudfo para ter ela como sua escrava. Estava presa ao destino e a ele.
Ele não deixaria ela seguir seu destino com outra pessoa, como isso doía.

______________________________*______________________________________________________


Quando a vida imita a arte, será que devo olhar para os lados? Procurando sozinha, apenas

domingo, 27 de setembro de 2009

My Way

Queria realmente não sentir tudo o que passa por mim. Essa eterna dificuldade de lidar com o próximo e com o destino que nem cabe em minhas mãos. Difíceis decições.
Vontade de voltar atrás e poder mudar um pouco. Todos mudam e constantemente.
Eu preciso. Quero poder ver o mundo e pessoas diferentes que me encantem. Pessoas que não machuquem umas as outras. Quero felicidade e verdade. Cansei de todo esse protocolo. Olha a minha cara de quem tá acreditando?
Cansei. Sei o quanto deve ser difícil ser amiga de uma fracassada. Mas é isso aí. Um dia da caça outro do caçador. Um dia a fracassada daqu, vai ser a milionária de amanhã.
Para mim, já chega de suas desculpas.

sábado, 26 de setembro de 2009

True Blood



Sookie é uma garçonete entediada telepática que muda a sua vida a partir do momento em que conhece o vampiro Bill.Esse é a história da série True Blood. Viciei.
Quem pensa que a série é uma cópia de Crepúsculo se dá mal. Não tem nada a ver. Além de ter um ritmo completamente diferente, ela tem um toque mais surreal e amei isso.
O vampiro Bill é maravilhoso e quem gostou de Edward Cullen, provavelmente vai gostar dele também. Novamente, o Bill é bem diferente do Edward. O Bill é mais real e sombrio. Qualquer garota enlouqueceria por ele, sem dúvidas.
Eu já estou anciosa para ver os outros. É uma série muito boa e nem tem aquele tom enjoado de seriado que não sabe se conduzir. A série é baseada em vários livros como o "Vampiros em Dallas".
Só sei que já virou um vício e se pudesse veria todo os dias. Quem me dera conhecer uma Sookie ou ter um Bill só para mim.
O mais importante é assistir. Depois no fim, sempre tem aquele gostinho de quero mais. Nada vai estragar o meu sábado.

Have a nice day - Bon Jovi

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Ignorance


A vida é bem engraçada. Todo mundo a todo custo, quer se dar bem. Cansei de mentiras, de falsas caretas e quer saber, sou imperfeita sim. Faço somente aquilo que desejo.
Amo quem eu quero e sigo o que eu quiser. Apenas regras que existem na minha cabeça. Não dá para entender.
O que amo, está aqui cravado na minha pele. E não adianta tentarem me mudar. Nem me convencer do contrário. Planos certinhos não fazem a minha cabeça. Quero rock'n roll, cachaça e meu namorado. E nada mais, tá tudo muito vazio aqui.

domingo, 20 de setembro de 2009

Garota pra sempre

Nunca vou me arrepender de quem sou. Não adianta tantar me vender a fórmula de como dar certo. Só quem sabe sou eu. Quando amo ou odeio, é com intensidade. Não vou me vender,nem me mudar. Pode vir o Morrissey aqui. Mas continuarei do jeito que sou. A vida é assim, e caminho desta maneira. Se te incomoda vira a cara. Mas só deixe-me viver. Se sua vida é uma merda, a minha não é. Amo tudo aquilo que sou. Essencialmente.
Não espero da vida coisas fáceis, só espero que tudo que realmente amo chegue até a mim, sempre.

sábado, 19 de setembro de 2009

Bienal dos Sonhos

Acabei de chegar da Bienal. Ufa, muito bom. Se eu não dizer que foi bom, vou estar mentindo!Amei, todo aquele visual e a longa jornada para chegar até lá. Afinal moro no fim do mundo, em Madureira. Pena é que não trouxe nenhum livro. Além de ter que pagar R$ 6,00 para entrar, ainda tem que pagar para comer e não tem condições porque por mais que haja desconto, não vai resolver. Queria trazer toda a Bienal para minha casa, inclusive os estandes da Saraiva e da Record.
Estava cheio, e isso é diferente. Sinal de que os Brasileiros estão lendo. Amém.
O melhor mesmo foi estar lá. Pirei porque Marcelo Rubens Paiva e Thalita Rebounças estavam lá. Bienal devia ser de graça e ter todo dia. E também podia ser mais perto da minha casa. Só sei que aquele lugar é um sonho para mim, para sempre.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Objetivos*


Um dia, conseguirei. Vou estar lá, firme e pronta. Como fui um dia desses. Dizem que mudamos conforme os acontecimentos da nossa vida. É verdade, e me tornei uma fracote que tem que aguentar um bando de crainçinhas que nem sabem o que desejam na vida. A minha sorte é que tenho o meu marido do meu lado, que me ama e me valoriza. Sei ele, nem sei o que seria de mim. Ele fez rever os meus conceitos, minha vida e sonhos. Não teria melhorado tanto se não o tivesse conhecido. E também tem as amigas que sempre me fazem tão bem. E a literatura vem depois disso. Tudo isso me faz bem, as amigas, os amores , minhas músicas e livros que tanto amo. Compõem quem eu sou.

domingo, 13 de setembro de 2009

* Sonhos que me levam *

Não fui a Bienal hoje, como havia me prometido. Tive que fazer a prova da UERJ e para ir para a Bienal eu teria que sair cedo de casa. Sim, escolhi a UERJ. Mas dá um nó no coração só de saber que Meg Cabot, Córa Rónai, Mayra Dias Gomes e Clarah Averbuck, as mulheres da minha vida estariam lá e eu não.
Eu, como uma escritora amadora iria babar com o que elas falassem, seria uma oportunidade única na minha vida. Mas não deu, mesmo. Eu me conformei, teve que ser assim. Vai ter um outro dia que irei lá, mas as pessoas mais interessantes não estarão lá.
Quem sabe um dia, o destino não me provoca e eu consiga conhecê-las e dizê-las que amo os seus trabalhos? Um dia....
Enquanto isso, vivo de sonhos acreditando que conseguirei realizar eles. Como por exemplo, publicar um livro, porque isso me parece um sonho bem distante! Põe longe. Porque na realidade, quem gostaria de ler o meu livro? Só as paredes e mais ninguém.
O que escrevo é o que escrevo, ponto final. Todo meu trabalho exposto ali. Não tem muito o que explicar. Sentimental que sou.

sábado, 12 de setembro de 2009

Famous Girl

Descobri que sou uma garota famosa onde moro. Tudo por conta do que falam da minha roupa, do meu estilo e desse culto de celebridade que se criou ao meu redor. É bem estranho, porque nem sou famosa nem nada e de repente as pessoas chegam em você e dizem que já te conhecem. E eu nunca os vi mais magros. Estranho, bizarro.
Agora da para entender o que estrelas como Pitty e Clarah Averbuck falam, que é estranho pessoas que você nunca viu na vida virem cumprimentar você. então se algum dia eu for famosa, já saberei como é.
Deve ter algo em mim, porque as pessoas nunca me esquecem. Isso é bom. I wanna be a rockstar!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Lição número 1

"Tome cuidado, nem tudo que belo é confiável. Eu tô sangrando e ele nem dá bola. A ferida está aberta e não se cicatriza. Eu vou sofrer, cair feito um patinho. Vou enlouqueçer e mentir para mim mesma. Vou dizer que tudo passa. Bancar a forte e enquanto menos esperar, lá vou eu fazendo merda novamente. Juízo, Juliana. Juízo, Juliana. Bem que eu queria, mas não se vende como antigamente."

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Good Luck


Hoje o dia para me contrariar, apareceu ensolarado só para me fazer raiva. Tudo porque não fui a praia com a Alessandra e as meninas. Meu namorado ficou com ciúme do meu biquini pequeno e ainda por cima, ele tá trabalhando . De modo, que passei o melhor dia, o mais bonito da semana estudando vargas e história do brasil e pesquisando sobre multas no site do detran para a minha tia. Deus me recompense por isso.
Estou precisando de novos livros ( de preferencia os da Mayra Dias Gomes e Clarah Averbuck), bebidas e shows de gente de verdade, como a Lilly Allen e Beirut. Precisa-se de agito.
Queria agora estar em frente ao mar, numa praia com o meu gato que a essa hora esta me esperando.
O mais legal que o meu o pc deu pau. Hoje o dia nao esta para mim.
Thanks, peoples.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Desejos

"Um dia tudo passa. O meu cansaço e o tédio que anda me cercando. A acomodação e os pecados que andam se tornando interessantes. Procuro por músicas, livros e pessoas que me interessem. Fugi do fotolog só para não ter obrigação. Gosto de ser livre, livre até demais. E ser livre dá trabalho. A mente se torna um paraíso desconhecido e os sentimentos são eternamente confusos. Quando começa a acreditar que quero algo, começa a perceber que quero outra coisa. A rotina não faz muito parte de mim. Cansa tentar ser normal.
E eu só quero fugir, ser feliz e conhecer pessoas como eu, porque gente comum me cansa. E amo a liberdade e prezo a minha liberdade.
Mais uma dose por favor!"



Morena - los hermanos

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Capitu


O olhar é a melhor forma de se chegar em alguém. Quando os olhos vibram ou se emocionam, denunciam. Um olhar diz tudo e causa sensações . O meu olhar é a minha marca registrada e é o que mais reparo em uma pessoa. Dizem, que quando uma pessoa não quer ser observada, seu olhar foge. Mas todas as pessoas que tentei, não fugiram e isso é estranho. Me deixa confusa, pois o que mais admiro em uma pessoa é justamente o olhar.
Aquele olhar me segue aonde quer que eu vá. O que quer que faça, ele está lá.
Não sei porque, não sei o que significa, não sei no que vai dar.
Eu estranho e fico curiosa, para saber o que tanto quer:? Intimidar, encostar, causar ou simplesmente nada?
Não sei, ouvi inúmeras conversas do tipo: Deixá pra lá. Mas não consigo, há algo que me puxa. Um fio condutor invisívelo que quer saber o motivo.
A profunda identificação, Irmãos gêmeos de gosto. Nunca vi alguém tão parecido comigo. Isso me assusta, me intriga e me atrai.
Me puxando cada vez mais para si, como mágica. Isso é totalmente novo para mim.



sábado, 29 de agosto de 2009

Auge


- Sabe aqueles dias em que tudo sai perfeito? É quando você está ao lado do seu amado, dos seus amigos , quando nem fica em casa e passa o dia na rua e recebe a notícia de que a pessoa que menos gosta recebeu um fora de quem você queria. Tão mágico.
Me senti bem, e tão renovada depois de tanto tempo. Passo tanto tempo ao lado de pessoas que não curto que às vezes a energia deles pesa.
E os meus amigos são as melhores pessoas do mundo. Eles me aturam em todos os momentos desde os alegres e tristes. Compreendem essa minha alma meio bandida e libertina. Eu sou a amiga desencaminhada, a que gosta de provocar e chamar a atenção.
É engraçado, eu e os meus amigos fomos feitos um para o outro. E não há dinheiro que pague a nossa diversão. Tirar fotos no banheiro do restaurante, cantar Legião na mesa ou guerra de papel, como no nosso auge de 5 anos.
Quem me dera ter vocês todos os dias, aí sim minha vida seria completa. Meus amores incríveis que me fazem enxergar ao redor.
Amo-te's
O que seria da minha vida, sem as risadas da Érica, dos conselhos da Alessandra ou do carinho da Bóia?
Minha vida só tem sentido graças a eles também.
I love you.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

"Aquariana"


O lance, é que as pessoas tem uma projeção muito louca nossa. Eles não se importam com o que somos de verdade. Interpretam o que fazemos do seu jeito, e que se dane a gente.
As pessoas me olham e tiram conclusões precipitadas. Dizem que sou calma, lerda e metida. Mas ninguém me conhece realmente como sou.
Não sabem que por trás dessa garota quieta, aparentemente calma e tranquila existe uma Juliana Vulcão, Lutadora e persistente. E as pessoas, não fazem ideia do quanto sou dissimulada.
Do quanto guardo os meus problemas, minhas dúvidas e pensamentos só para mim. Sou do tipo que não vê necessidade de contar aquilo que não tem solução, afinal não fará diferença ou não. Acho que é isso, estou sempre sozinha com os meus problemas. Mas é melhor assim, sabe. Envolver pessoas demais pode complicar demais.
Só digo uma coisa: Se tem alguém querendo sujar a minha imagem, só lamento. Percebi, quais são as intenções e agora que não largo de me defender.
Amores, pode não parecer mas sou velha de guerra. Suas tentativas são frustradas. Não tenho culpa. Você fez o jogo se tornar interessante, e agora não saio.

domingo, 23 de agosto de 2009

Pílulas

Então adormeçi ao lado dele. Percebi que me fitava de rabo de olho, como se eu fosse uma espécie de boneca, modelo viva ou bode expiatório. Enquanto dormia ao seu lado, todos os meus pesadelos e medos foram embora. Encontrei a paz que tanto procurava.
Porém, eu sabia que se abrisse os olhos encontraria um cara ignorante, metido e desestimulado. Se abrisse os olhos, sabia que ele feriria o meu coração e assim, me faria olhar para outras pessoas. Com mentes muito parecidas com a minha. Acima de tudo, a essa altura, não queria envolver outras pessoas nessa história.
Se eu olhasse, iria ferir primeiramente os meus sentimentos e depois os dele. E eu conhecia todas as intenções. Mergulhar nisso pra quê? Não faz sentido, eu sei.
De olhos fechados, estava ali o homem que eu amava. O mais encantador, educado, gentil e baixinho. Era tão mágico e eu me sentia bem. Ele me fazia feliz. Suas mãos estavam bem apertadas na minha.
Era muito fácil viver como a Bela Adormeçida do que a Meninamá.com. Era perigoso abrir os olhos. Preferiria não ver o que estava na minha frente.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

A Imperfeita


Por que tudo que gosto é perigoso e libertino? Por que me sinto tão próxima e me identifico com pessoas que não prestam? Perguntas sem respostas.
A imperfeita.
Sou louca pela Lady Gaga, que é a figura mais quente do momento (ela é os dois ou não? ) . Também não me importa.
Sempre me dei bem com as figuras mais notáveis e me identifico muito com os poetas do romantismo, como Álvares de Azevedo e cantoras fossas como Maysa.
Nunca compreendi muito esse meu lado perigoso, um dia quem sabe um psicólogo qualquer me explica.
E por que essa minha paixão por pessoas do Rock-safadeza-bebedeira.
Sempre me dou bem com os culpados. Minha histórinha tão estranha.
O engraçado nisso tudo, é que meu namorado é uma das pessoas mais certinhas que conheço.
A louca aqui sou eu, sem eira nem beira. Louca, contraditória e amante da bebida, da vida e dos livros. Ah do rock também, mas vai lá pula essa parte.
Eu sou cheia de excessos , de pessoas, amores, livros e doses a mais de tudo.



Ninguém pode calar dentro em mim
Essa chama que não vai passar
É mais forte que eu
E não quero dela me afastar
Eu não posso explicar quando foi
E nem quando ela veio
Mas só digo o que penso
Só faço o que gosto
E aquilo que creio
E se alguém não quiser entender e falar, pois que fale
Eu não vou me importar com a maldade de quem nada sabe
E se alguém interessa saber
Sou bem feliz assim
Muito mais do que quem já falou
ou vai falar de mim


Resposta, Maysa



domingo, 16 de agosto de 2009

Meninas boas vão para o céu e as Más estão por aí.

- Eu apenas sigo as minhas emoções. Sem me deixar levar por regras. Por isso, caminho entre pessoas tão reais. Não há ninguém que talvez possa me compreender agora. E eu, sou tão imperfeita quanto eles.
Nunca fui boazinha nem fofinha, se não me compreendem, não posso fazer nada.
As pessoas me amam ou me odeiam, não sei o que existe entre 8 e 80. Acima de tudo, sou de carne e osso.
Todo mundo tem pecados e qualidades. Mas sou matéria preferida de muita gente( indireta, eu sei rapaz).
Meu namorado veio me dizer, que nunca viu alguém para tanto estar em confusões como eu.
Deve ser as minhas caras e bocas. E o meu excesso de atitude.
Quando sou boa, sou muito boa e quando sou má, sou que nem o pica pau.
Esse é o meu jeitinho de ser!
Só não consigo deixar de fazer o que gosto, de estar com quem gosto e fazer loucuras, porque essas coisas faço sempre e com muita frequência.
Agora vou ouvir, algo bem gay ( que adoro) como Morrissey para acalmar o meu coração.

sábado, 15 de agosto de 2009

-Sede-


Não aguentei, agora tenho só para mim o cd"Chiarouscuro" da Pitty. E novamente não me arrependi. As letras, os ritmos e a musicalidade que tem tanto a ver comigo.
Ela tem mão cheia, e quando ouço as letras das canções me vejo ali.
Pitty me deixa doida. Essa cantora, compositora, filósofa, poeta e escritora iniciante que faz de tudo e bem feito.
Pois é, pra ELA puxo sardinha mesmo.
Logo de cara, me identifiquei com a primeira faixa :" 8 ou 80". Eu me vi escrita no refrão e não vi só a mim. Também é muito pareçido com o momento que estou vivendo.
E tem outras canções, que já peguei para mim como "Àgua Contida", considerado por mim um hino aos sensíveis. Tem "A Sombra", que talvez seja uma espécie de biografia triste minha. E "Todos Estão Mudos"que me remete a todos os bons momentos da minha vida.
Só "eles" mesmos, para fazer nós fãs delirarem. E também tem "Me Adora", que a essa altura todo mundo já conheça.
Só me resta agora: ouvir, ouvir e ouvir.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Um fantasma

"Eu sou um fantasma. Feito de papel, que só existe nas horas boas. Sem nenhuma pretensão, me usam se eu não tivesse sentimentos. E me sinto a vontade com estranhos.
Vida ordinária e essa minha alma libertina.
Antes, não fosse assim"

domingo, 9 de agosto de 2009

Robôs infinitamente humanos.


Eliseu abriu a porta e saiu em disparada. Não havia nada melhor na vida do que a sensação de liberdade. Era gostoso brincar e se divertir.
Logo ele , que ansiou tanto por isso . O cheiro das ruas, as pessoas e o sol que nem conheçia. Havia tanto para se ver.
Ele queria viver e sentir, apesar de não ter coração e ser de lata. Ou seja , Eliseu era um robô.
Ele saiu para a rua e então pode ver. Tudo, desde paisagens a outras pessoas e os cachorros que latiam. Tudo tão bonito de se ver.
Mas dóia saber que ele não era mais um. Ele era diferente e aquela sociedade não tinha espaço para ele.
Ele sentiu uma onda de perfume e sentiu cheiro de flores. Ele reconheçia aquele odor, mas não sabia explicar o por quê. Talvez fosse programado para isso.
A moça ao seu lado, era nova como ele mas não era uma robô. Suas expressões eram reais e sua pele era macia como a de um bebê.
Ela era linda e vestia um conjunto rosa. Sorria para ele, animadamente. Ele sorriu, feliz mas depois se tocou que não era um par para ela. Ele não seria compatível a ela.
Arrependeu-se de ter fugido da Fábrica de Robôs. Lá era o seu lar, tudo muito mais fácil e compreensível.
Percebeu que os humanos sabiam como se expressar e ele não. Era uma peça metálica, privada de emoções.
Correu o mais rápido que pode. Fugiu da moça bonita e de tudo que tentou por 1 segundo alcançar. Ao mesmo tempo queria fazer parte daquilo, enquanto uma outra parte dele não queria.
Eliseu caiu e quebrou. Não aguentou tanta pressão.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

O Recomeço.

Eu sinto um novo cheiro. O cheiro da nova estação. Meus olhos já não estão cegos e agora me sinto perfeitamente livre.
O poder de uma música vai além disso tudo. É tão forte e pertubador. Revelando-nos tudo que somos ou deixamos de ser.
O recomeço é sempre difícil, porém necessário sabe?
Como uma Fênix, me sinto devidamente pronta. E só agora, consigo enxergar tudo ao redor.
Eu me sinto viva novamente, como há muito tempo não sentia.
Parece que estive há muito tempo adormecida, e só agora consegui chegar a superfície. Enfim, reconheço que é hora de recomeçar.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Quem você pensa que é?


Eu sempre estou em sua mira.
A Juliana é foda.
Eu adoro a Juliana.
A Juliana é louca.
A Juliana é falsa.
A Juliana é ousada.
A Juliana é moderninha.
A Juliana é linda.
A Juliana é esquisita.
A Juliana é antipática.
A Juliana é nojenta.
A Juliana é amável.
A Juliana é metida a sabe tudo, desde rock até livros.
A Juliana é careta.
A Juliana tem um namorado baixinho gostoso.
A Juliana me olha estranho.
A Juliana tem um olhão.
A Juliana é feia.
A Juliana é gostosa.
A Juliana é lésbica.
A Juliana gosta de aparecer.
A Juliana é incrível.
A Juliana é chata.
A Juliana é caladona.
a Juliana é mágica.
A Juliana só lê.
A Juliana só ouve Rock.
Então é só isso, que VC tem a me dizer? Só isso que vc sabe de mim?Vc nem ao menos me conheçe, não sabe quem eu sou e vive a falar de mal de mim pelas costas, sem nem ao menos me conheçer. Quem é vc, por acaso tem poder para isso?
Você não é metade do que sou, nem nunca vai ser.
O que te incomoda é que os "outros" vem até a mim, sem nem eu a menos chamá-los, não é?
Desiste, sou muito melhor que vc!
Vai cuidar da sua vida, tudo que faço ou deixo de fazer, é problema meu. Só meu!
"Sou o que sou; por isso aceite-me como sou."




terça-feira, 28 de julho de 2009

O despertar de uma mulher.


Eu me sinto diferente, e isso é um fato. Me vejo diferente e isso é inexplicável. Moram um milhão de julianas dentro de uma só. Algumas que eu desconheçia e algumas que jurava nunca conheçer. A criança deu espeço para uma mulher que simplesmente pensei não existir dentro de mim. Eu me sinto forte e frágil ao mesmo tempo. São sentimentos contraditórios e intensos.
Ao mesmo tempo que existe uma Juliana amável dentro de mim, existe também uma rebelde eternamente sem causa. Ao mesmo tempo careta e moderninha, ousada e tradicional, esperta e confusa, eufórica e melancólica, decidida e apática, são tantas.
A Juliana que ama The Smiths e Britney Spears , o engraçado é que eu a odiava . A Juliana que veste rosa sem preconceitos , sem deixar o eterno rock'n roll de lado. Só que me vejo aceitando coisas que jamais passou pela minha mente. A Juliana amadureçida e insegura, a amiga e instável, A engraçada e a Freak.
Aos poucos vou me descobrindo e constato que são muitas.
E tudo que vivi, mora incessantemente dentro de mim.
As ideias, os sonhos, os desejos, a mesma Juliana ainda mora aqui. Só está mudando a cada instante, a cada estação, noite após noite.
Eu sinto uma falta da Outra Juliana que fui, um saudosimo sem fim. As vezes pareçe que ela não irá voltar e em outras ela pareçe estar ao meu lado, perto de mim. É fato, sinto- me diferente.
Aqui acompanhada de The Smiths e Beirut, tantas coisas fazem sentido. Agora habita uma mulher dentro de mim.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Amar é uma merda

Eu queria ser um robo, e não nutrir nada por ninguém. Não sentir dor, não sofrer, não cair e assim estaria sempre de pé.
Mas não, pelo contrário. Eu apenas sofro, sinto estraçalharem o meu coração, sinto o meu sangue jorrando pelo caminho e sinto vontade de cortar os meus pulsos. Porque sou fraca demais para suportar o que o mundo quer me dar.
Da próxima vez vou ouvir os conselhos de gente velha, sendo assim não vou fazer merda. Por que vc tem tanto poder sobre mim? Eu odeio isso e me odeio por isso tbm.
O amor é para fracos e eu sou uma fracote.
lembre-se sempre disso.
Nessas horas, ser Bi faz um pouco de sentido. Porque as mulheres são muito mais comprometidas em um relacionamento do que um homem.
Mas só me vem "ele" na cabeça, seus olhos e seu cheiro. Como sou tão idiota.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Meus Amigos


O que seria da minha vida sem os meus amigos? Sem os seus sorrisos e tudo que posso dividir ao lado deles?
Sou agraçiada pela vida, por ter amigos tão incríveis, que podem me fazer tão bem e acima de tudo quando precisar eles vão estar lá (INDIRETA).
Amigos são aquelas pessoas que confiamos e que amamos pelo que são. São com eles que divido momentos da minha vida.
Passamos por tanta coisa: Alegrias, tristezas, ciúmes, sonhos e decepções. Afinal uma amizade de verdade não pode ser tão perfeita, também tem seus altos e baixos.
Eu só sei que os amo muito, e que sem eles a minha vida não teria metade do brilho que tem hoje. Tudo porque amigos são como anjos, que estão do meu lado quando ninguém mais está.
Simplesmente não sei explicar esse amor.
Só sei que me faz bem, me faz sentir completa e ao lado deles , sei que posso ser quem sou.
Não importa se ele é comediante, pagodeiro, nerd ou patricinha. O nosso amor é maior que tudo isso.
Obrigado por existirem, amo vocês meus amigos e dividir O enigma do príncipe com vc's, não teve preço.
Quero mais!
Feliz dia do amigo!

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Quinta Feira, Eu e os meus devaneios.


Eu sou meio insana ás vezes. Ah vai, quem não é?Certos cérebros interessantes me fazem querer casar com eles. Essas pessoas interessantes que me entorpeçem de novidades.
Tenho vivido dias loucos e insanos. Nota-se logo o meu perdido, claro eu vivo no mundo da lua. Não sei, sinceramente como ainda encontro o caminho de casa.
Preciso tomar remédio para memória e estudar um pouco mais matemática, assim não fico escrevendo poesias em plena aula de lógica.
E preciso também tomar cuidado com certas pessoas. Cuidado Juliana, não é só porque ELA aparenta ser legal que realmente é.
Quase entrei em êxtase, vou fingir que ELA é invisível, sorry não vai adiantar.
Preciso também encontrar uma ocupação, afinal nunca vou conseguir ser música e viver como hippy.
Utopia vendida.
Desculpa caso não tenha entendido nada, ando meio "alucinada" com certos caninos.
Que medíocre!! Não acredito que escrevi isso.
É melhor fechar a boca e tomar as minhas pílulas.
"Just Another Day"

sexta-feira, 10 de julho de 2009

* Não Olhe Para Trás*


Sou mestre em compulsão. Compulsão pelo futuro, acreditar que os laços feitos são para sempre. Só que sempre fiquei no passado dessas pessoas. Elas seguiam e me deixavam para trás. É toliçe crer que com tantas distrações no futuro, alguém vai se voltar para um amizade feita em um passado raso.

Eu sou um capítulo passado, um livro esqueçido em uma estante empoleirada. Sou a única que preservo tudo na minha vida. Depois do fim, fica aquela sensação de abandono, dor. Uma tristeza intensa pela pessoa não te valorizar.

Eu sou assim, meio "Maysa". É tão difícil apagar laços tão lindos.

Tantos amigos meus romperam relações. Trilharam seus caminhos: Casando, estudando ou trabalhando.

E eu fico para trás, porque nada na minha vida pareçe mudar. Deve ser isso que afasta as pessoas de mim. Essa intensa originalidade. Apenas a literatura me acolhe, o meu porto seguro. O lugar que sei, vai estar sempre de braços abertos para mim.

sábado, 4 de julho de 2009

Decadence


Sempre tive horror de pessoas que posam de vítimas, coitadinhas.Quando na realidade, elas próprias são apenas consequências do seu próprio jogo.
Pessoas podres e vazias que não enxergam o que a maioria vê. Tão vulneráveis e cheias de si, se acham realmente a última batatinha do pacote. Pensam que é fácil acreditar nelas.
Fácil é compreender que só tem atitudes que não prestam. Atacam outras pessoas tentando descontar o sofrimento individual.
Irônico deve ser, quando o arrependimento bater, o rosto marcado por mágoas e mentiras inescrupulosas.
A arte da decadência é a sua mira. Nos pintam de vilões e bancam os heróis. Até quando teremos que aturar tudo isso? Fingir que está tudo bem e abaixar a cabeça para tudo o que vier?
Para mim, é muito simples e rápido:"Você é responsável por aquilo que cativas."
Por que derramar discórdia aos outros, se o problema é seu? Se você conheçe uma pessoa assim, afaste-se o mais rápido possível.
Minoria tão tão remota.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Crepúsculo Da Lua


Eu era de verdade.
Eu tinha emoções, e flutuava com tudo. Hoje estou mais longe do que fui. Uma simples impressão de mim.Meu mundo era tão simples, eu era saciada.
Não sei o que houve. Não sei se foi alguém que me roubou a felicidade ou me roubou de mim mesma.
Ao redor de pessoas fúteis, me sinto murcha.
Minhas noites estão sem cor. Tudo é uma reprise da minha vida.
As histórias de sempre, as pessoas vazias e o mundo cruel. Eu fui esqueçida pelo meu futuro. Queria que ele chegasse e me buscasse para irmos a um lugar melhor.
Sinto falta da felicidade e de todos os momentos que vieram.




segunda-feira, 29 de junho de 2009

O Rei Do Pop.


Michael Joseph Jackson nos deixou. Se foi e levou com ele toda a genialidade que ele possuía com a música. Estou triste, um dos meus cantores preferidos já não está entre nós.
Eu amava o jeito que ele dançava. Ele não era um cantor repetitivo como se vê por aí atualmente. Suas músicas eram autênticas e ele era muito original, independentemente de suas polêmicas. Simplesmente babava com suas canções.
Michael vai fazer muita falta, nos deixou carente de música.
E sim toda a sua obra será eterna.
Oh Michael por que não pode esperar? Oh michael fique em paz e saiba que o meu amor por vc sera para sempre, nada irá mudar.
Aprenderei os passos de "Moonwalker" por vc, interprete-a como uma homenagem.
"She was more like a beauty queen from a movie scene I said don't mind, but what do you mean I am the one Who will dance on the floor in the round She said I am the one who will dance on the floor in the round"
Seus versos e suas canções como a minha preferida 'Billie Jean' estão guardados aqui dentro de mim.
Te Amo Michael Joseph Jackson, para sempre

sexta-feira, 26 de junho de 2009

A Via Sócrates


Às vezes , acho que guardo muita coisa dentro de mim. Se podesse, escreveria em todos os cantos como forma de desabafo.
Desde citações em viadutos a posts no blog. Só que desde que o mundo é mundo, a vida é meio cruel. assim, acaba que guardamos os casos para si.
É bom ter algo ou alguém para contar tudo aquilo que te move, inspira, influencia e odeia. Sempre fui a favor de dizer o que penso. Me arrependi por não falar e "se" fui mala ou má dizendo algo, dane-se pelo menos fui lá e fiz.
Não fiquei sentada em um canto, absorta esperando a vida aconteçer. As pessoas se esqueçem de que não temos o tempo inteiro no mundo e se comportam feito conchas ou cópias mal feitas.
Que mundo é esse, no qual as pessoas temem em ser elas mesmas? Não vou ficar tomando conta dos outros. É fácil enxergar, é preciso viver.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Faith No More-Never.


Todas aquelas mudanças sobre mim, pedaços da minha vida que se encaixavam naquele momento. Amigos indispensáveis e canções rebeldes, quase agressivas. O meu comportamento tresloucado e minha transformação pop.
O calor humano que invadiu o meu interior.
A adolescente que se dizia irrdutível não mudou tanto assim, aquela parte vai viver para sempre aqui.
Infelizes situações que nos fazem mudar ou a vida que simplesmente nos obriga.
Mas não vou ceder nunca!
Uma vez punk, punk para sempre serei.
Eu sou do mundo. Posso ser forte e fraca, instável e contraditória.
Aqui ainda vive o coraçãozinho em chamas daquela garota de atitude.

A Vitrine

"Não quero champagne, fama, glamour e grana. Não quero ser amiga da Paris Hilton e ter um namorado com a cara e tanquinho digno de dos Backstreet Boys. Só quero ter o meu espaço, encontrar o meu lugar. Será que é difícil entender? No mundo, não existe nos classificando em caixas para bebê, jovens, idosos e empregadas domésticas. É tão difícil encontrar o caminho e sobressair-se . Um vinho para acompanhar a minha solidão e um gato preto que seja meu amigo.Ah, de preferência tocando A-HA.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

# Número 23 #


Não vou olhar para as pessoas durante uma semana.
Não vou sofrer por esta maldição.
Não vou reparar no tempo nem me martirizar pelo o que foi feito.
Não quero ter aquela sensação de frustração .
O número 23 não existe, é uma icógnita. É uma parte que foi minha e partiu., ficou para trás.
Não quero ser comparada a ninguém, principalmente a pessoas que não gosto.
Eu odeio o número 23 e ele sequer existe.
Ele é o meu pesadelo.
É o meu drama, é quanto eu tirei em uma prova que esperava ir bem.
Agora, o meu mundo é esse. De decepção e tudo mais.
Não quero me ferir por isso.
Tudo pode mudar e o 23 pode virar 100 não é?
Porque não foi tão bom quanto esperava?
Queria tanto um 100 ou 37! Agora vo ouvir de todos os lados e verei aqueles olhos furtivos olhando para mim.
Deixo o 23 para trás em rumo de pelo menos 50.
Pode ser assim ou não, sorte pelo menos uma vez na vida.
Eu preciso, quero e mereço.

domingo, 21 de junho de 2009

O Outro Lado


Saldo De Hoje:Nenhum.
O fracasso é o meu maior amigo, ele vem me visitar e diz que não irá me largar nunca.
Dizem que o fracasso é inspirador, mas para mim não. Pode ser para a Amy Winehouse.
As vezes sou forte e as vezes sou fraca.
As vezes acho que posso tudo e sou dona do mundo.
A minha vida não é cor de rosa, mas bem que poderia ser.
Queria ser prática e boa em tudo que eu faça.
Mas eu não sou.
Um dia tudo pode mudar, mas só por hoje vai doer.
Só por hoje eu vou sangrar.
Queria que me olhassem do jeito que gostaria de ser olhada.
Penso que um dia a vida vai ser diferente.
Fazer uma prova e não ir bem, é a pior coisa do mundo.
Principalmente quando se é cobrado e é algo espeado.
Principalmente quando é algo que a gente quer.
Amanhã, serei.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

*Drama Queen*


Porque tudo vai sempre sangrar.
A alma pareçe que irá se romper. Nós iremos chorar e cair em um poço bem profundo em que sentiremos a solidão.
As vezes tenho a profunda sensação de que estou no caminho certo e em outros percebo que sou apenas mais uma na multidão sofrendo calada.
Vendo a vida passar cheia de desculpas, dores.
meu corpo dõe e minha alma sangra.
Não vejo a verdade em nada. Tá tudo muito inseguro.
Sei que não conheço grandes coisas da vida. Mas também não sou uma simples garota bobona.
Hoje, vejo que minhas verdades são caladas, silenciosas.
Queria poder virar as costas para os problemas além das minhas compreensões.
Não quero ver tudo isso que me aflinge.
Eu esperei, tentei, ousei, lutei e mudei.
Agora cansei, tem sempre algo ou alguém disposto a me ferir.
Eu odeio tudo isso, meu deus me liberte de tudo isso.
Eu só quero ser apenas eu e mais nada.
Chega de sonhos e mentiras.
Cansei de tudo, procuro refúgios aonde quer que eu vá.
Eu sinto a falta, só eu sei
Vozes no Escuro

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Vou seguir*


Todo dia tenho que aturar pequenas coisas, não tenho o menor saco para aturar crianças em pleno vestibular, regras sem sentido e músicas sem sentido. Nasci para correr atrás do que quero.
Qual a graça quem tem, vc fica estagnado e todos ao redor irem além.
Não tenho vocação para ser santa. Tenho vocacão para ser feliz e ser realmente quem sou.
Não sou mais uma dessas adolescentes que não sabe o que quer. Tudo para mim já está bem definido.
O problema é que nem todo mundo aceita mudanças, gostam da infelicidade. Só que eu não.
Sou motivada por aquilo que amo, e sonho.
Vejo todo mundo se estressando e metendo o malho nos outros, só o que importa para mim é o que me interessa.
Já é tão difícil ser feliz e geral ainda c0mplica.
Eu só quero ter originalidade e ser feliz.
Todo mundo sempre tem algo a dizer, só que não quero ouvir muito menos escutar.
Geralmente tudo é muito sem graça e sem motivo.
O povo precisa ter ousadia e ser menos repetitivo e narcisista.
Só sei que tudo isso me cansa, preciso de umas doses de Jack Daniels, café, livros e Lady gaga tocando para mim. E o meu namorado no meu lado também. E só.
Finish.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Bad Girl


Eu sou má, perversa. Não presto nem um pouco. Sou forte e não tenho nem um pouco de humildade em falar que me , sim, ah confio no meu taco.

As pessoas se deixam levar por falsas imagens e não me engano com ninguém.

Sabe tenho a intuição forte e raramente me deixo levar ou impressionar. Ou me enganar.

Algumas pessoas acham que me enganam, só acham.

Namorar é um problema sério. Tem sempre alguém te seguindo ou cobiçando o que é seu.

Tem que ter sangue forte e jogo de cintura, sabe?

Eu tenho de sobra, só nçao vale levar desaforo para casa ou escutar algo tão inadmissível.

O que elas (Putas, vadias, amantes) Não entendem, que mesmo que elas queiram, um cara não vai arriscar/largar algo que tem só para viver noites ou momentos deprimentes.

Todo homem que se preze, não vai deixar um amor para trás por isso.

Não sei porque essas vacas fazem isso. Elas sabem perfeitamente bem, que amantes serão sempre amantes e que nunca tomarão lugar de uma mulher correta.

Veja no caso da novela, Melissa Cadore descobre a traição do marido mas fica na dela porque sabe que seu lugar ninguém retira. Admirei muito essa posição, mas não consegueria fazer esse papel. Juro.

Em outros casos, essa mulheres só mechem com namorado dos outros por esporte, por uma noite, para atrapalhar o namoro e nada mais.

Depois dá o maior pezão na bunda

Que mega shoew hein.

Eu tenho pena desses homens, trocar toda um vida por isso.

Por umas belas pernas e um peito que vai cair um dia.

Faça algo de útil rapaz!

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Retrô 2007

Essas semanas tem sido super saudosistas para mim. Me peguei ouvindo sons e leituras que faziam a minha cabeça em 2007, no alto dos meus 17 anos.
Foi interessante e renovador. 2007 foi um ano completamente diferente do que imaginei, sonhei.
Eu troquei de colégio neste ano, fui para um dos colégios mais famosos do rio. E foi horrível.
Um mundo subitamente diferente e oposto de mim.
Neste ano estudei no Bahiense, fiz o terceiro ano e pré-vestibular. Foi a pior idéia que poderia ter tido.
Aquele lugar é frequentando por jovens na maioria de situação ecônomica maior que a minha. Jovens filhinhos de papai preocupados com festas, marcas de roupas , cervejas e mulheres. Ah também havia um som bem horrível, tudo pavoroso. Circo dos horrores.
Acho que dá pra imaginar como fui recebida. Não me encaixo em nenhum status e sinceramente, as patricinhas e playboyzinhos de lá, não estavam preparados para estudar com pessoas tão diferentes quanto eu.
Eu não sou nada comum, adepta de jeans rasgados, coturnos e maquiagem pesadíssima. Claro,isso não é uma regra, mas é óbvio que alguém tão exótica não receberia um sorriso de cara naquele inferno.
Depois de alguns dias, fiz contatos com muitas pessoas mas a maioria delas não tinha nada a ver comigo. Logo em seguida , conheçi o que seria o meu grupo a partir dali.
Meu namorado ficou com receio mas no fim deu tudo certo. Encontrei pessoas iguais a mim, que curtiam as mesmas coisas e não seguiam aquelas regras idiotas.
Foi bom e diferente, para um ano escolar foi uma experiência difícil. O bahiense é um colégio com um ritmo acelerado,e eu vinha de uma das piores escolas.
Eu não entendia nada de vestibular e sentia uma dificuldade lascivante. Sentia falta dos meus verdadeiros amigos que sumiram e não me davam notícias. Minhas novas "Amizades", na realidade apenas três, eram um tanto quietas e apáticas . Naquele ano eu procurava contato e me senti fracassada.
Obviamente não passei no vestibular, passei um sufoco para tirar boa nota nas provas.
Encontrei apoio e suporte com o meu namorado. Então descobri uma nova arte e a música.
Descobri The Strokes, Descobri a insônia.
Ao mesmo tempo em que aquele ano foi temoroso para mim, também foi uma experiência extravagante.
Foi um ano de Rock, bebidas e noites de sextas-feiras desejáveis, sinto falta disso.
Descobri que meu gosto musical ia muito além do que sonhava.
Sempre ouvi um som Indie, Gótico, Alternativo mas descobri que eles tinham o poder muito maior sobre mim.
Foi aí que começei a ouvir bandas como Marilyn Manson, Lacuna Coil, Franz Ferdinand, Type O Negative, The Strokes, Los Hermanos e Placebo.
Simplesmente conheçi uma parte de mim que não conheçia. Uma parte de mim que descobriu que me sentia muito melhor escrevendo, lá era o meu refúgio, meu paraíso, minha escape.
Foi então que decidi cursar Letras( Português-Inglês). Até hoje guardo esse sonho dentro de mim, tão feroz.
Só que essa é uma outra estória.


Song To Say goodbye-Placebo