domingo, 22 de fevereiro de 2009

Eu*


-Estou cansada de toda esse marasmo, preciso muito de uma mudança. O problema é que quando insisto em mudar sempre ocorre um problema, o meu humor é muito bipolar. Então espere euforia de minha parte.

Todas essas pessoas tão presas e limitadas, acho que herdei da minha mãe , essa sede de viver, de querer ter meus limites.

Quero doses mais altas, quero me sentir como se estivesse voando sem ninguém para me pertubar. Atualmente é bem difícil de ser feliz.

Tudo é contado, aonde já se viu felicidade ser contada? MOH merda sabe?

As vezes me sinto gótica, bêbada e perdida. Tudo porque eu só quero ser feliz seja lá infrigindo leis tão medíocres, eu quero ser feliz como qualquer outra pessoa.

Ter liberdade para ir e ver, e dizer na cara das pessoas de quem eu gosto ou não, e que se se foda essas pessoas tão infelizes

Eu amo a liberdade , como ela me domina e as consequencias que ela me traz

Nem que eu fuja ou minta, vou ser feliz sim. Custe o que custar*




Nenhum comentário:

Postar um comentário