quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Movimentos não úteis*


-Às vezes me acho muito sincera.Cometo erros tão feios nessa hora, de querer manipular e induzir as pessoas a algo. Talvez meus olhos não mintam, e isso é horrível. De vez em quando sinto uma vontade louca de mentir, não para andar fora da linha mas porque gosto de camuflar o que sinto, coisa minha.

Blasé.

Para alguns é tão fácil ser feliz, porque para pessoas como eu é tão difícil? Tá na hora de ganhar na megasena né?!

Por favor alguém me escuta. É horrível conversar com o vazio, deve ser para isso que serve o blog huahauahauaahua

As pessoas gostam de viver a vida dos outros por isso as atrapalham e eu odeio que me atrapalhem e se matam aonde não deve.

Okay? nem tão okay assim..de repente se fosse fácil eu seria uma alienada.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

"Free Life"


Vamos ser livres e brincar de mentiras. Querem que nos corrompam em busca da felicidade deles. O cansaço me domina e não sei para onde correr ou a quem seguir. O mundo anda bem vazio e narcisista.
Humilhações e sofrimentos a cada dia, onde vamso parar?
Deixe-me viver, seguir para onde quero ir. Minha idade chegou e é hora de seguir em frente.
Meu quarto está vazio, meu armário recheado de citações e artistas que admiro, não cheguei nem na metade que realmente eu queria.
Olho para os meus ídolos e vejo o quanto são felizes sendo eles mesmos, porque eu não posso?
Cansei de ouvir conselho alheio, agora é hora de somente olhar para mim.
Meus próprios amigos me largam as vezes por suas próprias causas, e que eu tente ser feliz então!

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Eu*


-Estou cansada de toda esse marasmo, preciso muito de uma mudança. O problema é que quando insisto em mudar sempre ocorre um problema, o meu humor é muito bipolar. Então espere euforia de minha parte.

Todas essas pessoas tão presas e limitadas, acho que herdei da minha mãe , essa sede de viver, de querer ter meus limites.

Quero doses mais altas, quero me sentir como se estivesse voando sem ninguém para me pertubar. Atualmente é bem difícil de ser feliz.

Tudo é contado, aonde já se viu felicidade ser contada? MOH merda sabe?

As vezes me sinto gótica, bêbada e perdida. Tudo porque eu só quero ser feliz seja lá infrigindo leis tão medíocres, eu quero ser feliz como qualquer outra pessoa.

Ter liberdade para ir e ver, e dizer na cara das pessoas de quem eu gosto ou não, e que se se foda essas pessoas tão infelizes

Eu amo a liberdade , como ela me domina e as consequencias que ela me traz

Nem que eu fuja ou minta, vou ser feliz sim. Custe o que custar*




1 semana de pura alienação.


Carnaval é uma merda, odeio o carnaval. Um monte de gente bêbada e metida a sabida demais nas ruas. Para criança acho que o carnaval é tradicional mas para pessoas como eu já se esgotou, cansei.

O carnaval está rídiculo, monopoliza os meios de comunicação para um bando de gente alienada demais, moh merda. Abri o jornal hoje esperando encontrar boas notícias mas não só vi mulatas e escolas escrótas, um porre. Não gosto de ser brasileira nessas horas. Minha prima Gabi que tá na boa nessa hora, ela tá na disney mordendo as orelhas do mickey, sortuda girl

E eu aqui em madureira hahahaha

Odeios aquelas fantasias e ainda tem gringo que vem pra cá, BURROS!

Vou me agarrar aos meus livros e discos e ao meu anmorado também e vou tentar não sentir essa semana passar, socorroooooooooooo




quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Desabafos angustiados*

Deixm seus filhos livres, o mundo é muito injusto mesmo. Eu sou cria do mundo, a filha solta dos meus movimentos . Eu pensei que depois dos 18 tudo melhora, mas engano meu...certas coisas dão tão errado.
Lei de Murphy total , e nem tem chapolim colorado para me defender. Tristes ilusões cotidianas e eu tô sozinha. Sem ninguém pra me entender, sem compreensão.
Não moro com os meus pais, moro com a minha família o que siginifica que pareçe quase regime militar, sufocante.;
Eu odeio tudo que est´ao meu redor e me prende. Eu odio não ter liberdade e minha psicóloga ainda diz que se aguentei 18 anos aguento mais um. Tá louca
Essa maldita maldição que me prende, eu não vou aturar passar por mais uma desilução, tá tudo tão complicado.
Olho os livros nas livrarias e me imagino na capa de um deles. Será que é tão difícil conseguir realizá-los?
Just another day/punk rock not is a crime
Sem nenhum herói, eles tem medo de me entender e que eu possa ir além do que imaginam, ah essa minha alma tão indomável
Sorry, foda-se tudo o que eu falei

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

No melhor estilo Ozzy*


Estou vivendo uns putas dias. não há nada pior do que ver seu lado profissional abalado, sua capacidade. É ridículo.
Por que nos sentimos tão fodas vendo o resultado do vestibular? Como se aquilo realmente mudasse as nossas vidas, acho que no final das contas isso tudo é um puta de um movimento narcisista!
Somos todos uns egoístas que se acham no primeiro sucesso, ah foda-se também . Há mal nisso?
Tenho que procurar emprego, não tô suportando mais ficar em casa olhando para as paredes todas brancas aguadas.
Eu semprei sonhei com a minha independência e não vai ser agora que vou desistir dos meus sonhos, dos meus livros. Isso é a minha vida, mesmo que ser escritor seja difícil eu vou conseguir , sei que vou*
Suerte, 1000 X

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Soco inglês*


Vou te contar uma coisa: Minha vida é muito louca mesmo, são homens e mulheres me cobiçando!! ou larga do meu pé porque não sou para o seu bico não. Isso tudo me esgota , gente dizendo o que eu tenho ou não o que fazer, socorro.
Pode ser bem louco mesmo mas não estou mentindo , a quantidade de gente vindo me dizer algo ou ridicularizando a minha vida vida é longa.
Alguém fala algo para esse bando de barata me deixar em paz.
me deixa a sós com os meus pertençes, meus sonhos e minhas aventuras.
Estou cansada disso tudo, de ter um bando de gente em cima de mim que nem urubu em cima de carne fresca.
Eu tenho o livre arbítrio e o poder de escolha, ou seja não se meta

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Uma monstrinha*

Me descobri uma monstrinha nada simpática que de vez em quando cansada dessa vida padrão-chata, fala demais e tem ações das quais se arrepende mais tarde.
Nadando nessa minha nova onda de sinceridade, estou arriscando com pessoas erradas e escolhendo as certas, mas é assim a vida né?
Andar com pessoas estranhas e ver seus amigos longes, ou seja nada doce.
Resolvi dar um crédito e abusar de certas bandas novinhas, resolvi escutá-las para não me arrepender depois.
De vez em quando se é permitido mudar. Com um gripezinha forte e o ar condiconafdo não ajuda, seu bando de burros e idiotas.
S.O.S

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Um dia após o outro*

Estou tentando olhar as coisas por um outro ângulo. Rodeada por dor e decepção, não posso abaixar a cabeça para nada.O caminho é espinhoso, tortuoso e eu tento me acostumar a ele. Penso se algum dia algo vai mudar, espero sinceramente que sim.
Estou naquela fase de querer tudo e não querer perder nada, fase muito difícil. É sacrifício pra cá, pra lá. Não estou acostumada a isso, quero todas as vivências para mim.
Respirar fundo e não ser mal educada, e todo esse meu sedentarismo, socorro
Só os meus projetos para me aqueçer, e que seja assim!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Surpresa"


Eu encontro esperança na dor. As vezes acho que sofro muito e não aceito muito bem a certas coisas. Tento deixar a cabeça fria e tento não agir por emoção mas em nada adianta eu vou sempre ir em sentido as minhas vontades, negócio complicado. Em certos momentos sinto como se fosse enlouqueçer mas em outros enxergo um segundo caminho, tem que respirar um pouco.
O livre arbítrio existe e eu necessito muito em viver a minha vida. Esse negócio de complicar não é comigo, triste ilusões.