quinta-feira, 30 de julho de 2009

Quem você pensa que é?


Eu sempre estou em sua mira.
A Juliana é foda.
Eu adoro a Juliana.
A Juliana é louca.
A Juliana é falsa.
A Juliana é ousada.
A Juliana é moderninha.
A Juliana é linda.
A Juliana é esquisita.
A Juliana é antipática.
A Juliana é nojenta.
A Juliana é amável.
A Juliana é metida a sabe tudo, desde rock até livros.
A Juliana é careta.
A Juliana tem um namorado baixinho gostoso.
A Juliana me olha estranho.
A Juliana tem um olhão.
A Juliana é feia.
A Juliana é gostosa.
A Juliana é lésbica.
A Juliana gosta de aparecer.
A Juliana é incrível.
A Juliana é chata.
A Juliana é caladona.
a Juliana é mágica.
A Juliana só lê.
A Juliana só ouve Rock.
Então é só isso, que VC tem a me dizer? Só isso que vc sabe de mim?Vc nem ao menos me conheçe, não sabe quem eu sou e vive a falar de mal de mim pelas costas, sem nem ao menos me conheçer. Quem é vc, por acaso tem poder para isso?
Você não é metade do que sou, nem nunca vai ser.
O que te incomoda é que os "outros" vem até a mim, sem nem eu a menos chamá-los, não é?
Desiste, sou muito melhor que vc!
Vai cuidar da sua vida, tudo que faço ou deixo de fazer, é problema meu. Só meu!
"Sou o que sou; por isso aceite-me como sou."




terça-feira, 28 de julho de 2009

O despertar de uma mulher.


Eu me sinto diferente, e isso é um fato. Me vejo diferente e isso é inexplicável. Moram um milhão de julianas dentro de uma só. Algumas que eu desconheçia e algumas que jurava nunca conheçer. A criança deu espeço para uma mulher que simplesmente pensei não existir dentro de mim. Eu me sinto forte e frágil ao mesmo tempo. São sentimentos contraditórios e intensos.
Ao mesmo tempo que existe uma Juliana amável dentro de mim, existe também uma rebelde eternamente sem causa. Ao mesmo tempo careta e moderninha, ousada e tradicional, esperta e confusa, eufórica e melancólica, decidida e apática, são tantas.
A Juliana que ama The Smiths e Britney Spears , o engraçado é que eu a odiava . A Juliana que veste rosa sem preconceitos , sem deixar o eterno rock'n roll de lado. Só que me vejo aceitando coisas que jamais passou pela minha mente. A Juliana amadureçida e insegura, a amiga e instável, A engraçada e a Freak.
Aos poucos vou me descobrindo e constato que são muitas.
E tudo que vivi, mora incessantemente dentro de mim.
As ideias, os sonhos, os desejos, a mesma Juliana ainda mora aqui. Só está mudando a cada instante, a cada estação, noite após noite.
Eu sinto uma falta da Outra Juliana que fui, um saudosimo sem fim. As vezes pareçe que ela não irá voltar e em outras ela pareçe estar ao meu lado, perto de mim. É fato, sinto- me diferente.
Aqui acompanhada de The Smiths e Beirut, tantas coisas fazem sentido. Agora habita uma mulher dentro de mim.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Amar é uma merda

Eu queria ser um robo, e não nutrir nada por ninguém. Não sentir dor, não sofrer, não cair e assim estaria sempre de pé.
Mas não, pelo contrário. Eu apenas sofro, sinto estraçalharem o meu coração, sinto o meu sangue jorrando pelo caminho e sinto vontade de cortar os meus pulsos. Porque sou fraca demais para suportar o que o mundo quer me dar.
Da próxima vez vou ouvir os conselhos de gente velha, sendo assim não vou fazer merda. Por que vc tem tanto poder sobre mim? Eu odeio isso e me odeio por isso tbm.
O amor é para fracos e eu sou uma fracote.
lembre-se sempre disso.
Nessas horas, ser Bi faz um pouco de sentido. Porque as mulheres são muito mais comprometidas em um relacionamento do que um homem.
Mas só me vem "ele" na cabeça, seus olhos e seu cheiro. Como sou tão idiota.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Meus Amigos


O que seria da minha vida sem os meus amigos? Sem os seus sorrisos e tudo que posso dividir ao lado deles?
Sou agraçiada pela vida, por ter amigos tão incríveis, que podem me fazer tão bem e acima de tudo quando precisar eles vão estar lá (INDIRETA).
Amigos são aquelas pessoas que confiamos e que amamos pelo que são. São com eles que divido momentos da minha vida.
Passamos por tanta coisa: Alegrias, tristezas, ciúmes, sonhos e decepções. Afinal uma amizade de verdade não pode ser tão perfeita, também tem seus altos e baixos.
Eu só sei que os amo muito, e que sem eles a minha vida não teria metade do brilho que tem hoje. Tudo porque amigos são como anjos, que estão do meu lado quando ninguém mais está.
Simplesmente não sei explicar esse amor.
Só sei que me faz bem, me faz sentir completa e ao lado deles , sei que posso ser quem sou.
Não importa se ele é comediante, pagodeiro, nerd ou patricinha. O nosso amor é maior que tudo isso.
Obrigado por existirem, amo vocês meus amigos e dividir O enigma do príncipe com vc's, não teve preço.
Quero mais!
Feliz dia do amigo!

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Quinta Feira, Eu e os meus devaneios.


Eu sou meio insana ás vezes. Ah vai, quem não é?Certos cérebros interessantes me fazem querer casar com eles. Essas pessoas interessantes que me entorpeçem de novidades.
Tenho vivido dias loucos e insanos. Nota-se logo o meu perdido, claro eu vivo no mundo da lua. Não sei, sinceramente como ainda encontro o caminho de casa.
Preciso tomar remédio para memória e estudar um pouco mais matemática, assim não fico escrevendo poesias em plena aula de lógica.
E preciso também tomar cuidado com certas pessoas. Cuidado Juliana, não é só porque ELA aparenta ser legal que realmente é.
Quase entrei em êxtase, vou fingir que ELA é invisível, sorry não vai adiantar.
Preciso também encontrar uma ocupação, afinal nunca vou conseguir ser música e viver como hippy.
Utopia vendida.
Desculpa caso não tenha entendido nada, ando meio "alucinada" com certos caninos.
Que medíocre!! Não acredito que escrevi isso.
É melhor fechar a boca e tomar as minhas pílulas.
"Just Another Day"

sexta-feira, 10 de julho de 2009

* Não Olhe Para Trás*


Sou mestre em compulsão. Compulsão pelo futuro, acreditar que os laços feitos são para sempre. Só que sempre fiquei no passado dessas pessoas. Elas seguiam e me deixavam para trás. É toliçe crer que com tantas distrações no futuro, alguém vai se voltar para um amizade feita em um passado raso.

Eu sou um capítulo passado, um livro esqueçido em uma estante empoleirada. Sou a única que preservo tudo na minha vida. Depois do fim, fica aquela sensação de abandono, dor. Uma tristeza intensa pela pessoa não te valorizar.

Eu sou assim, meio "Maysa". É tão difícil apagar laços tão lindos.

Tantos amigos meus romperam relações. Trilharam seus caminhos: Casando, estudando ou trabalhando.

E eu fico para trás, porque nada na minha vida pareçe mudar. Deve ser isso que afasta as pessoas de mim. Essa intensa originalidade. Apenas a literatura me acolhe, o meu porto seguro. O lugar que sei, vai estar sempre de braços abertos para mim.

sábado, 4 de julho de 2009

Decadence


Sempre tive horror de pessoas que posam de vítimas, coitadinhas.Quando na realidade, elas próprias são apenas consequências do seu próprio jogo.
Pessoas podres e vazias que não enxergam o que a maioria vê. Tão vulneráveis e cheias de si, se acham realmente a última batatinha do pacote. Pensam que é fácil acreditar nelas.
Fácil é compreender que só tem atitudes que não prestam. Atacam outras pessoas tentando descontar o sofrimento individual.
Irônico deve ser, quando o arrependimento bater, o rosto marcado por mágoas e mentiras inescrupulosas.
A arte da decadência é a sua mira. Nos pintam de vilões e bancam os heróis. Até quando teremos que aturar tudo isso? Fingir que está tudo bem e abaixar a cabeça para tudo o que vier?
Para mim, é muito simples e rápido:"Você é responsável por aquilo que cativas."
Por que derramar discórdia aos outros, se o problema é seu? Se você conheçe uma pessoa assim, afaste-se o mais rápido possível.
Minoria tão tão remota.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Crepúsculo Da Lua


Eu era de verdade.
Eu tinha emoções, e flutuava com tudo. Hoje estou mais longe do que fui. Uma simples impressão de mim.Meu mundo era tão simples, eu era saciada.
Não sei o que houve. Não sei se foi alguém que me roubou a felicidade ou me roubou de mim mesma.
Ao redor de pessoas fúteis, me sinto murcha.
Minhas noites estão sem cor. Tudo é uma reprise da minha vida.
As histórias de sempre, as pessoas vazias e o mundo cruel. Eu fui esqueçida pelo meu futuro. Queria que ele chegasse e me buscasse para irmos a um lugar melhor.
Sinto falta da felicidade e de todos os momentos que vieram.