sábado, 13 de fevereiro de 2010

A musa do Arizona




Confesso.Me viciei em " A Hospedeira" da minha musa mor Stephenie Meyer. Falem o que quiser. Conheço todos os boatos e coisas que falam dela. Mas nada no mundo vai fazer meu amor por ela diminuir. Stephenie não é só uma boa escritora para mim, mas sim também um exemplo de luta. Poucos conhecem sua história mas eu como uma grande fã, sei quase tudo a respeito. Stephenie como boa leitora, sempre viveu rodeada de livros e afins. Fã dos clássicos, desejou fazer faculdade de letras (boa menina). Ela não possuía grana para isso, já que nos EUA não existe faculdade pública, por lá só existem particulares e através disso muitos conseguem bolsas, etc...
Então ela resolveu participar de um concurso de redação. Com o prêmio, Steph(como chamo) pagou a sua faculdade de literatura inglesa tornando-se bacharel. Palmas para ela. Por essa e outras coisas quero ser como ela quando crescer!
Numa noite, teve um sonho em que um garoto "muito pálido" tentava "morder" uma garota simples. Foi aí que tudo começou e hoje temos o casal "Robsten". O que quero dizer, é que Steph tem um jeito muito particular de escrever. Ela mantem sua escrita em forma de diário, o que sempre amei. Outros escritores fazem o mesmo. É o caso de Meg Cabot, Machado de Assis, Clarah Averbuck e a rainha Clarice Lispector. Eu gosto dessa fórmula de escrever, em primeira pessoa. É intenso, viciante e verdadeiro. Estou lendo "A Hospedeira" que é completamente diferente de Crepúsculo. É ficção científica mas de um jeito que explora os personagens. Ela não passa superficialemnte sobre a história. A estória se passa no futuro, onde alienígenas em forma de aranha tomam posse do corpo de humanos. Os Humanos estão em extinção e são tempos desesperados. A leitura no início é meio difícil, porque você não sabe quem é quem. Se é a Melanie ou a Peregrina. No início a gente tem ódio da Peregrina que toma conta do corpo de Melanie. Estou chegando no meio do livro e não só dobrei os meus joelhos a ela, como passei a amá-la, sim. Ao decorrer da leitura a gente se identifica com a personagem, que é solitária e excluída. A gente vê que tem mais em comum do que imaginamos. Como foi no meu caso. Tem uma parte do livro que amei muito, mas não consegui encontrar. Quando eu lembrar posto. O que sei é que a proposta do livro é fazer a gente pensar. E tem uma lição, acabamos meio que "acolhendo" essa alienígena. Steph é gênial mesmo. Apesar de ser religiosa. Ela não escracha isso em sua literatura. Ela póe a fé de outra maneira. Na forma do amor pela família, na fé em acreditar em si e nas pessoas que amamos. É por isso que me identifico com ela. Steph é intensa e meiga. Seus conceitos são todos espirituais e não materiais. Seus personagens são obcecados em serem felizes encontrando o amor não importa como do que comprando um carro ou ficando milionária. Só sei que todos vocês devem ler, é uma delícia. Ao invés de encontrar uma cidade fria como Forks, vocês se defrontarão com a ensolarada Tucson.No maior estilo Arizona, como na foto (retirei a foto do blog da Steph). Todo mundo tem uma "Peg" dentro de si. Não entendeu? Então vai ler!!!


PERGUNTA

Corpo minha casa
meu cavalo meu cão de caça
o que fareis
quando caíres

Onde dormirei
como cavalgarei
O que caçarei


Onde posso ir sem
minha montaria
ávida e veloz
como saberei
no matagal adiante
se há perigo ou riqueza
quando o corpo meu admirável
esperto cão tiver morrido



Como será
jazer no céu
se telhado ou porta
e vento em vez de olho

Como nuvem para viajar
como hei de cavalgar?


May Swenson


Poema de apresentação do livro "A Hospedeira" de Stephenie Meyer.

13 comentários:

  1. que legal *-*
    eu admiro quem tem essa capacidade de escrever desse jeito *-----* você esqueceu da thallita, grande escritora teen brasileira, em uma pesquisa de livros teen, a thallita ficou em terceiro lugar, perdendo só pra stephenie e pra meg o//
    rs.enfim, boom feriado prolonga :) beijo. aaaaa ps continuei a história. :)

    ResponderExcluir
  2. Ahh nao sabia que ela tinha outros livros.
    Mas ela tbm é uma das minhas admirações, eu fico esperando ter um sonho que me deixe rica tbm! hauahuahaua

    boa dica, vou ler qd puder :D

    beijooos!

    ResponderExcluir
  3. ahh eu também gosto dela! ela é ótima :)

    ResponderExcluir
  4. Hm, quando percebi que o post inteiro era da Stephenie, parei de ler. Eu sei que você gosta dela, mas me desculpa eu realmente não a acho uma boa escritora. Enfim, gosto é gosto :)

    ResponderExcluir
  5. Simm,ela é mto boa,mas vc sabe que ainda prefiro a minha querida J.K. Rowling!
    Você não a citou amiga!
    Ela mudou minha vida,me fez crescer com habitos literais,e mudou minha forma de ver o mundo..
    Mas concordo com você que ela consegue transformar tudo em uma forma bela,e espirituosa..quero muito ler,gosto de literaturas intensas!

    ResponderExcluir
  6. ah, eu comecei a adimirar ela por causa dos best-sellers crepúscula e etc. quero esse livro emprestado hein prima ? rs
    adorei o que você escreveu, beijos e vê la em todos os meus postes, desde do antigo ate o atual que voce comentou que eu respondi seus comentarios e quero que você veja, beijo

    ResponderExcluir
  7. interessante , confeço que nem tudo que escrevo em meu blog é de uma filha unica ' , pois isso são faces de uma vida ; que pode nao aconteçer somente com filhos unicos e vice-versa;

    ResponderExcluir
  8. essa eu não conhecia
    [melhor...essas]]

    mas sempre bom absorver mais novidades
    brigado
    *-*

    vim comentar e desejar um ótimo feriado prolongado.
    com o bloco da amy winehouse, que não tá me cheirando bem mas...
    o bloco do galvão bueno que de tão chato ngm vai atrás..
    e o bloco do joão, pedreiro aqui da rua..
    \o/

    fui e té breve

    ResponderExcluir
  9. Maravilhoso! Também amo livros escritos em primeira pessoa... acho que fazem a gente se sentir dentro da história, ás vezes até, me sinto como a personagem principal quando leio livros assim!
    Você escreveu de um jeito que me fez desejar ler esse livro. Principalmente porque justamente hoje eu terminei de ler o romance que estava lendo! Você foi maravilhosa em seu resumo!
    Não gosto muito de ficções ou roteiros que fazem alusões de alienígenas para o futuro, no entanto, você conseguiou me fazer pensar no assunto para o próximo livro que eu for ler!!!

    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  10. ooi, venho aqui, passando pra te apresentar um projeto, chama 'bloínquês';
    não é como os outros, ele tem varios temas, e entre eles 'musical', 'visual' e até aqueles temas normais, :)
    blog do projeto: http://bloinques.blogspot.com/
    comunidade do projeto: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=96338005
    beijo. :*

    ResponderExcluir
  11. Conclui sobre teu emprego pois já fui uma também, só que tenho uma notícia pra te dar, não sei se é boa ou ruim: mas o que tu passou todas garotas passam, é só ser nova nessa área.. Tipo a "carne do momento" :~

    Sobre essa dita escritora.. Acho ela muito melosa e simplória, não consegui passar do primeiro livro :3 Eu tentei, juro, mas ela haaan, não, ela não.

    Ando sumida pois não tenho conseguido expressar muito bem minhas idéias em palavras..

    ResponderExcluir
  12. É ótimo encontrar um escritor que transmita verdade nos seu livros. Eu também gosto de escritores assim, nunca li "Crepúsculo" e nem "A hospedeira" mas me interessei bastante depois de ler o teu post.

    Beijos

    ResponderExcluir