quarta-feira, 7 de abril de 2010

O Rio de Janeiro acordou triste....




Essa é a cidade em que nasci e cresci. Aprendi a amá-la do jeito que é. Depois que descobri o centro da cidade, foi aí que passei a amar ainda mais o Rio de Janeiro. O calor, o sol, a praia, as pessoas felizes. Nós, cariocas, temos violência, tristeza e muita luta. Mas as pessoas aqui são felizes e infelizmente pagodeiras e sambistas, mas nos respeitamos apesar de tudo. Moro na Zona Norte, especificamente em Madureira onde tem o famoso Mercadão de madureira onde Huck e os cassetas já foram. Vivi muito por ali, comprando minhas pulseiras de roqueira. E por mais que tente esconder eu amo o Rio e me doi ver como ele está. Trabalho em uma das áreas mais afetadas, na Avenida Presidente Vargas. Na segunda a noite fui embora de metrô e foi horrível. Eu e minhas colegas de trabalho, altas horas da noite fomos espremidas feito latas de sardinha. Ontem não fui trabalhar por ordem do prefeito Eduardo Paes. Porém ficou aquele medo de ser mandada embora. Se bem que todas as faltas de ontem serão bonificadas. Hoje não sei se irei trabalhar. Passo bem em frente na praça da bandeira perto do colégio CEFET. Vocês viram como estava? Água até o teto do ponto. Então não sei o que fazer. O prefeito mandou avisar para ninguém sair de casa, mas não sei bem se meu chefe vai apreciar isso e nem quero ser mandada embora. O fato é que devo provavelmente falar com o reponsável no ponto de ônibus. O problema não é ir trabalhar mas voltar. A volta é o mais difícil. Então, nós cariocas estamos meio orfãos. E tristes. Por tantas mortes de crianças, idosos, pais de família. Desejo força a todos os afetados. Torço para que a minha cidade se recupere. Senão, o que será de nós?
Isso é o reflexo da poluição e falta de educação com a natureza. Uma vez um professor disse:
- Uma árvore vale mais que a sua vida.
Eu ri. Mas você acha que a natureza não pensa desse jeito?
Meu teacher tinha razão!

7 comentários:

  1. É mesmo uma situação horrível!
    Desejo que isso passe logo, viu?

    E não vá trabalhar! Não se arrisque!

    Beijo,
    Nara

    ResponderExcluir
  2. Nossa !Foi mesmo uma situação horrível, fiquei sem aula na faculdade... estava um perigo sair de casa... espero que agora essas chuvas parem e a situação melhore!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. O RJ está mesmo um caos. Pela Tv e internet podemos acompanhar os deslisamentos, transtornos e mortes. É muito triste. Dizem também que, de acordo com a meteorologia, essa chuva virá para a Bahia, será?

    De qualquer forma, torcemos para que tudo passe aí no Rio. Que as pessoas se salvem e que o governo tome providências drásticas.




    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Nao sei se uma arvore vale mais do que a sua vida, mas que ela é responsavel pelo equilibrio exterior da sua vida ela é!
    Estou longe, mas assisto pela televisão e acredite, fico muitissimo chatiada ao ver essas coisas.
    Queria muitissimo voltar ao brasil, mas me pego sempre diante de tais aconteçimentos.
    Aqui as pessoas nao jogam lixos na rua, e respeitam absurdamente a natureza.
    Mas sinto falta do que é meu!
    Querida, melhor tu ficar em casa.
    nao arrisque sua vida!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu vi na televisão o que aconteceu no Rio de Janeiro, é tudo muito triste, tantas pessoas perdendo a vida, ou perdendo suas casas, mas principalmente perdendo seus entes queridos. Que Deus console o coração de todos que agora sofrem.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. é, seu professor tem razão mesmo. sinto muito por tudo o que está acontecendo aí, vi o jornal e a situação é tensa mesmo.
    espero que tudo se ajeite por aí, e você não vai ser demitida, fique segura em casa (:
    beeijos

    ResponderExcluir
  7. Morei aí durante alguns anos e também fiquei chocado com as imagens que vi na televisão, Ju!
    É uma pena ver uma cidade tão bela, e reduto de bons roqueiros, coberta pela água.
    Bjooo!!

    ResponderExcluir