domingo, 23 de maio de 2010

Ciranda



A Dona deste Blog, Juliana



Eu sempre gostei de experimentar. Uma parte de mim sempre foi muito precoce. Lia livros na quarta série que meus amigos só pegavam quando a professora mandava. Aos 14 anos, eu lia Nietzsche. Experimentei vinho aos 13 e meu primeiro beijo foi aos 11. Namorei pela primeira vez aos 16 anos e passei no vestibular com 20. Foram tantas etapas. Eu já fui várias Julianas. Desde a quietinha nerd a roqueira gótica. Eu mudo a cada instante, mas não me arrependo, faz parte. Já usei mais preto, já ouvi som mais porrada, já briguei mais com os amigos e chorei por eles. Mas tudo passa. Crescer te liberta de certos medos, mas aumenta outros. A menina Juliana Dá vez a mulher Juliana. Que hoje em dia usa salto alto(mesmo que ele seja vermelho), usa amarelo e lê Machado de Assis. Digamos que a outra Juliana vai sempre viver aqui. A essência não muda. Só que as vezes sinto medo e sinto falta de ser aquela adolescente doida que se jogava no maior estilo bung jump. Nada me impede de agir assim novamente. Gosto de experimentar. Aquilo que fazia sentido para mim há 5 minutos, já não faz mais a minha cabeça. Um dia falei mal dos emos e hoje sou a maior contribuidora. Um dia, já achei estranho o homossexualismo. Hoje considero normal. Ninguém é obrigado gostar do verde, só porque todo mundo gosta. Hoje em dia gosto de tango,Filmes Franceses, Fresno, escritores brasileiros, maquiagem e sair por aí.Não queira me limitar, eu não tenho rótulos. Eu sou um pássaro e amo a liberdade.

10 comentários:

  1. JULIANA! cara a gente se parece tanto :O deve ser por causa do nome HUAHUAUH nn
    beijo

    ResponderExcluir
  2. Acabamos sendo muitas pessoas durante o caminho em que crescemos... nos podemos ser o que quiser, acho que por isso somos tantos na adolescencia, pois estamos buscando quem realmente somos.
    Belo texto, bela foto.

    ResponderExcluir
  3. Aina bem que mudamos! Acho fundamental!

    E você é muito bonita!

    :O

    Beijo,
    Nara

    ResponderExcluir
  4. Que descrição perfeita sobre quem você é. Uma auto-biografia reveladora de mistérios, rs.
    Além disso, a sua foto... hum... matou um pouquinho mais da minha curiosidade sobre você. Uma foto diz muitas verdades sobre uma pessoa.. e descobri que além de intelçigente você é... linda!

    Beijoooooos

    ResponderExcluir
  5. Ju, e além de ter uma PUTA personalidade, é linda de morrer! AHUAHAUHAUHAUAH Mas é isso mesmo. Eu passei por muitas mudanças também e vou passar até depois da morte, já que, fisicamente falando, meu corpo vai alimentar muitas outras vidas.
    EVOLUÇÃO.

    ResponderExcluir
  6. Que fofa a postagem ! é isso mesmo.. a gente vai mudando com o tempo, aprende coisas novas...

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Me identifiquei com cada palavra. Muito bom!

    ResponderExcluir
  8. gosta de Fresno *-*
    é, tanta coisa muda com o tempo, eu gosto disso, se fossemos sempre os mesmos seria meio chato, e mudar faz parte né, afinal você não pode ser aquela menina de 14 anos pra sempre.
    adorei, beeeijo (:

    ResponderExcluir
  9. parabens neh
    por ser essa metamorfose femea ambulante.

    e levar a vida com as experiencias necessa´rias de se ter uma vida relevante..proveitosa e afins ...


    bjo com 11 anos /

    ?

    é q vc num viu o menino na india q com 4 anos já é fumante viciado.


    vou ficando por aqui.
    ótima quinta
    e o blasil já está na áfiguica...
    a..blasil gumo ao héguissa..
    góbinho...
    nilmag...
    luis fabguianu...
    aaah blasil vamu
    abraçooo
    e desculpe os erros..é que eu tenho teclado pleso

    ResponderExcluir
  10. Entendi tudinho, Ju! E a parte que mais me chamou a atenção foi quando você diz: "Crescer te liberta de certos medos, mas aumenta outros."
    Aí, eu entendi mais ainda!
    Bjoo!!

    ResponderExcluir