sábado, 5 de junho de 2010

Amantes da noite

Nova York estava linda, plenamente iluminada. As pessoas andavam felizes, com o sorriso estampado no rosto. Era sábado a noite, dia de Blues. Era o final dos anos 70,negros e brancos seguiam em rumo a discoteca "Pub Night"; a casa de shows mais negra e livre possível. Sr House, o barman mais sociável da casa era quem fazia as honras. Os músicos eram as pessoas mais incríveis que alguém poderia conhecer. Sem estrelismo, pura sinceridade e uma simpatia que a estrada não permitia ocultar. Faziam parte da banda: Bob Pantera Negra; o vocalista mais bonito e com uma voz que qualquer artista pop daria dinheiro para ter. Mary Ann, a primeira voz feminina, o que tinha de talentosa, tinha de reservada e a loura Rose, que mais fazia sucesso com os homens. Loira e aspecto selvagem, era bastante sonhadora. Os três se conheceram quando batiam perna na rua procurando emprego. Todos eles tem uma história e tanto. O que eles tem em comum? Ambos sofreram e sempre correram atrás dos seus sonhos. Isso os torna tão únicos! É por isso que todo sábado a noite, o público de Pub Night faz de tudo para ter o ingresso para a melhor noite de soul e Blues. O público varia, vai desde o senhor de idade que mora ao lado da boate ao rapaz de 18 anos que foi ate lá em busca de diversão e garotas. A noite começa as 20 horas da noite, quando a casa de shows abre. O trio Poderoso, como o público os chama, só pisam no palco depois das 21:30 horas. Um hábito que Bob Pantera Negra adquiriu e não consegue largar. Antes de tocar, ele bebe e caça aquela que será a sua amante durante o mes. Sua fama de garanhão só aumenta a cada dia. Ele, inclusive, teve um romance com Rose, mas não deu certo, ele queria faze-la de escrava e Rose queria um marido e não amante. Já Mary Ann, ninguém nunca conseguiu entender o que se passa. Ela tem uma história triste, que liberta no momento em que começa a cantar...Já Rose foi criada pela avó materna. Eles são artistas, sensíveis e geniais. Mas isso não aumenta, nem diminui o peso que carregam. Bob está cansado da vida solitária que leva e mais do que nunca, dentro dele; anseia em ter uma casa, mulher e flhos. Mary Ann sofre porque fugiu da sua cidade, família e amigos por causa de seu ex-marido que a batia por conta de seu ciúme obssessivo e Rose odeia ser vista como mulher objeto pelos homens. Apesar de sua aparencia feroz, ela é uma mulher a moda antiga que sonha com filhos e uma vida estável. Todos os tres são sonhadores. Não tem como não amá-los. Suas músicas transbordam pela alma e voam pela poesia que exalam. O Blues - Soul é um vício e do clube Pub Night não há como fugir.


" Conto da Noite"

P.S: O acento circunflexo deste texto foi comido pelo notebook, obrigada!

Bem, caso tenham gostado este conto terá continuação, só depende de suas respostas.

10 comentários:

  1. separa mais em paragrafos, mas tá ótima! *-*

    beijo juu!

    ResponderExcluir
  2. adorei *-* quero continuação sim (: escreve muuuuito bem. beeijo

    ResponderExcluir
  3. ADOREI !!!!!!!!!!Super legal !!!!!
    Quero continuação !!!!!!!!!!!!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Não sei de onde você tirou essas pessoas, mas, às vezes, crio histórias para pessoas que não sei nem o nome nem a cor dos olhos, rs.

    ResponderExcluir
  5. A história está ótima, Ju, mas é difícil ler sem parágrafos, ainda mais pra um míope como eu. É só resolver isso e ir em frente!
    Bjoo!!

    ResponderExcluir
  6. Claro que eu gostei do conto.
    Tem que continuar...
    Continua... continua... rs


    Beijos

    ResponderExcluir
  7. qualquer hirstória que se passa em NY fica linda.
    [com algumas exceções vai]
    mas na maioria das vezes.
    *-*

    lindissimo post
    o//

    abraço
    ótimo fds.
    e feliz dia da bala de goma vendida em onibus..
    pq as que vendem no farol é do paraguai...é o submundo terceirizado
    alias deviam terceirizar o irã
    ha haa quem nasce no irã é urâniano!

    ResponderExcluir
  8. Parece ser uma banda curiosa, haha
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Seu texto é ótimo! Consegui vizualizar tudo o que vc escreveu... viajei na sua estória. Vou visitar seu blog mais vezes! Parabéns!

    ResponderExcluir