quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Meus super amigos




Hoje eu acordei saudosista. Tem dias que a gente acorda desse jeito, ouvindo músicas que não escutava mais e lendo cartas antigas que só possuem sentido para nós mesmos.
Sinto saudades dos meus amigos. Muitos. Quem tem amigos de verdade sabe do que estou falando.
Tenho amigos preciosos que infelizmente o meu horário de trabalho não me permite ver sempre. Eles ficaram de férias e eu nem os vi. Ninguém imagina o quanto estou insatisfeita e me sentindo uma péssima amiga.
O pior disso tudo, é que sinto muita falta mesmo. Acontece que sou uma pessoa muito difícil de fazer amigos, além der ser muito tímida também sou muito desconfiada. Nem no meu próprio trabalho fiz amigos.
Eu entrei para trabalhar concentrada em não fazer amigos. E não me arrependo. A "maioria" das pessoas que trabalham comigo são pessoas completamente entediantes. São jovens que poderiam estar estudando, para tentar melhorar de vida. Ao invés disso, só pensam em sair na noite, curtir, sexo e bebidas. Isso me entedia completamente. Sinto- me como se estivesse dentro de uma bóia prestes a afundar. Eu ando sozinha por lá e quando estou acompanhada de alguém, são de senhoras que trabalham comigo. Não me compreendam mal. Mas talvez eu seja, bem amadurecida diante daquelas crianças.
Eu tenho amigos de todos os tipos: desde os nerds até mesmo piriguetes. Mas as minhas amigas "piriguetes" são pessoas honestas que não escondem que são realmente piranhas. Eu sempre admirei a capacidade das pessoas de serem quem ela são, sem precisar fingir ser uma coisa para papai e mamãe.
Com os meus amigos, a gente conversa sobre filme, livro, música, seriados, conselhos e dores. Alguns amigos meus são da igreja e um deles quer ser pastor, a outra é bióloga e o outro quer ser engenheiro-comediante. E eu os amo de qualquer jeito. Eles fazem parte da minha vida. Dividimos opiniões, gostamos das mesmas cores e fomos criados bem parecidos. Esses são os meus amigos.
Ter que aturar pessoas que não tem nada a ver comigo é dose.
Sinto muita falta dos momentos maravilhosos e alegres, regados a rock, literatura e amizade. Eu não me esqueci de vocês.
Saudades de 2008*


"É bom desconfiar dos bom elementos"

Céu

8 comentários:

  1. oi Ju, você gosta do Tavares taambém? *-* sou viciada nele, já ouviu a outra banda dele, "abril"? é muuuito bom, e tem também o projeto solo "esteban". todos muuuito bons, *-*
    as vezes também não tenho muito tempo para ver meus amigos, costumo ficar com eles mais nos fins de semana, porque durante a semana todo mundo tem compromissos, sinto falta deles as vezes também. mas pra ver os amigos sempre arranjamos tempo, e eles devem entender que você trabalha e tal (:
    beeijo Ju *-*

    ResponderExcluir
  2. Amizade não é exatamente o meu forte. Sou muito introspectiva e, consequentemente, meio antissocial.
    Mas admiro que tem amigos!
    Já o saudosismo é uma grande característica minha!

    Belo post.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. oiii...

    Gostei do seu blog e estou seguindo, e ficaria muito feliz se seguisse o meu também... Estou no blog NOVO MISTURA COTIDIANA, pois tive que fazer outro devido uns probleminhas de configuração...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Nossa Ju! Quantas vezes me senti assim..a gente se sente meio que perdida, sem aquelas referências loucas dos amigos, não é? Eu lembro de cada risada do nada, de cada piada, de cada história e de cada 'tese" sem sentido que criamos! Estamos juntas nesse saudosismo amiga! Bjks e reúne a galera menina! ;-)

    ResponderExcluir
  5. Tantos amigos da infância/juventude sumiram, casa um pro seu lado. Outros amigos foram surgindo. ...http://grandeonda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. é, tbm bate mt a saudade das velhas amizades, mas mtas pessoas seguiram rumos bem diferentes e sumiram.. mas na facul tem pessoas bem especiais que estou gostando mt.. xD
    faço design gráfico! xD
    bjsss

    ResponderExcluir
  7. Caramba, justo agora estou no msn com meu grupo de amigos que deixei na outra cidade quando vim fazer faculdade. é triste, mas no meu caso, a faculdade era muito importante pra mim e eles entenderam e nao me perderam nem eu perdi eles. Amizade de verdade continua a crescer mesmo a longas distancias.

    ResponderExcluir
  8. Sou aquariana sim, com muito amor! :D
    Me identifico muito com o meu signo e com as pessoas do meu signo também, assim como você.
    Sou super sentimental, choro por qualquer coisa (e quando digo qualquer coisa, quero dizer QUALQUER COISA, rs), sou temperamental, cansativa. E não sei porque, mas precisei falar isso aqui.
    Me sinto meio perdida com pessoas da minha idade (ou mais novas), e geralmente me isolo, e isso cria diversos comentários sobre mim, mas tudo bem. Quem se importa?

    ResponderExcluir