terça-feira, 2 de novembro de 2010

Não merece o doce, quem não provou do amargo.


Ontem vim chorando no ônibus. Parecia que iria chover e me perguntava o que houve com a minha vida. Por que determinadas coisas acontecem conosco? Será que merecemos ou faz parte do kit “Experiências”?
Tenho apenas vinte anos e uma das minhas maiores características é ser sonhadora. Quando estudava no pré- vestibular sonhava o que seria passar para a faculdade de letras e poder viver enfim o meu sonho.
Ao entrar lá vi que nada é daquilo que sonhei. Faço parte da turma de Literatura Brasileira e além das matérias serem super chatas, só estudarei Literatura no quarto período. Antes, eu até pensava em ser Bacharel, ser professora acadêmica.
Hoje em dia tudo isso caiu por terra. Descobri que terei que escolher entre Licenciatura e Bacharelado. Obviamente por grana escolherei o primeiro. Para ser Bacharel é necessário saber que não tem retorno financeiro, de modo que tem que contar com a ajuda financeira de alguém e acima de tudo, ter um professor que lhe inclua na pesquisa dela. Essa última é a parte mais difícil.
Os professores da minha faculdade podem ser inteligentes e doutores. Só que são pessoas arrogantes, metidas e nos tratam como se fôssemos analfabetos menores que formigas. Uma professora até logo no início das aulas disse que podemos nos preparar para sermos professores, pois não conseguiremos ser tradutor, revisor e escritor. Isso foi um choque de realidade.
Esse é um dos motivos pelo qual não posto com tanta freqüência. Além de não ter tempo, porque preciso estudar e trabalhar. Todos na minha sala meio que entramos em um inferno Astral e não conseguimos escrever.
E eu sinto raiva disso. Antes eu era uma pessoa tão idealista, tinha sonhos que me moviam e agora estou estagnada. Estou me permitindo apenas viver, sem poder me dedicar aos meus livros, sem conseguir estudar e me concentrando apenas em estudar.
Voltando do trabalho fiquei com raiva de tudo. Queria me isolar, escrever o dia inteiro e viver disso. Por que para algumas pessoas as coisas são tão fáceis? Nem dinheiro para comprar um tênis tenho.
Tenho que pagar as minhas contas, me matar de trabalhar para receber menos de um salário mínimo, escutar as lamúrias da minha família que não sabe da minha carreira de escritora e muito menos apóia.
Nessas horas tento ser forte, me lembro da pessoa que era, dos sonhos que tenho, dos meus projetos, dos meus amigos que são a minha família e conhecem o meu sonho. Me lembro do meu namorado que me dá todo o apoio do mundo. Me lembro de pessoas que ralaram, mas conseguiram realizar seus sonhos como J.K Rowling, Charles Chaplin, Stephenie Meyer, André Vianco, Pitty, tantas pessoas ...
Tento guardar para mim que tudo isso que passo são experiências e que futuramente posso olhar para isso e ficar orgulhosa. Às vezes essas pessoas que tem tudo fácil, não dão valor e nem são felizes.
A vida não é fácil para todo mundo, só estou tentando trilhar o meu caminho. Por mais impossível que pareça.

5 comentários:

  1. Nossa Ju, só para constar, não desiste dos teus sonhos, porque o que vem facil, vai facil! Quando você tiver lá na frente, e você olhar para trás você vai ver e pensar ' valeu a pena', eu tenho certeza disso!

    Se cuida, beijo.

    ResponderExcluir
  2. Estou na torcida por você ! Mas eu sei bem o quanto é difícil, a faculdade, eu por exemplo, costumava a ahar tudo simples no ensino médio, só com excelentes notas.. e quando fui p/ faculdade vi o quanto TUDO é difícil... parecia que eu não sabia mais nada. Ainda estou me adptando, cada Semestre é um novo começo e às vezes o início dos problemas quando eu tenho que me inscrever nas matérias e tudo mais. Mas fazer o que...infelizmente faculdade não é fácil!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu nem sei se sou a pesosa mais idnicada pra te falar alguma coisa, mas eu penso que a gente olha pras pessoas e acha que pra elas tudo foi tão fácil, porque a gente só conheceu elas agora, isto é, não participamos da vida delas, não soubemos o caminho que elas trilharam até chegarem onde estão, de forma que parece que elas receberam tudo de mão beijada.
    A minha mãe smp diz que é locura fazer faculdade de letras, e eu sinceramente tentaria ganhar dinheiro primeiro para depois cursar Letras, que também é um dos meus sonhos (se minha mãe me ouvir falar uma coisa dessas ela me mata). O pior de tudo é que nem a sua professora, nem seus pais estavam de todo errados. O mundo é assim, regido por um capitalismo infernal, que nos transforma em máquinas de dinheiro, e em escravos do mesmo. Contudo, se nos conformarmos com tão pouco, com a realidade, o que seria então dos próximos que virão depois de nós? O que será de NÓS?! Seremos outros robôs consumistas e trabalhadores, mais escravos do dinehiro?! ISTO é viver?!
    Ju, por favor, vá em frente. Sei que parece idiotice da minha parte falar isso, mas acho qe vc tbm não têm alternativas - ou vai, ou vai! Vc fez a sua escolha, de que adianta vc ralar do jeito que está contando aqui, pra depois voltar e dizer que desistiu?! Vai perder seu tempo, ficar desgostosa e dar vitoria a este mundo do dinehiro. Não é possivel que todos nós, estudantes, estejamos errados em nos emocionar com a história do mundo, com o que vemos nas salas de aula, e os poderosos estão certos em fazerem o que bem entendem deles, e de nós mesmos. Isso NÃO PODE ser mentira! Se a gente desistir, vamos dar razão á eles! Somos NÓS, cada qual trilhando seu caminho, que fazemos o mundo!
    Ah, Ju, dá vontade de chorar, mas é só uma batalha, não a guerra. A gente acha bonito ouvir alguém dizer que "batalhou para conquistar os sonhos", mas na hora que chega nossa vez a gente têm esse choque.
    Ju, que seria a realidade se os sonhos não existissem? O mundo não é feito de sonhadores, infelizmente, mas sem eles nada faria sentido. É por isso, por acreditar, que te peço, por favor, não se renda!

    Tbm torço por vc, flor.
    Um grande abraço,
    e boa sorte (:

    ResponderExcluir
  4. Cara...me fizesse pensar tanto sobre mim. E, ao menos aparentemente, temos tanto em comum que parecemos uma. Eu curso Tecnologia da Informação na UFSC, e desde que me entendo por gente sou apaixonada pelas palavras. Estou na terceira fase e todos os dias acordo pensando: preciso fazer letras, preciso fazer letras, preciso fazer letras. Daí fico pensnado...será que vou me decepcionar e encontrar pessoas desmotivadoras? Também me encontrei sobre o fato de tua família não conhecer tua paixão pela escrita. Sobre um namorado que apóia, amigos que admmiram. De verdade, eu adorei. Gostaria de poder ser tão peito aberto na hora de escrever. Parabéns, e não desista mesmo!

    Com carinho.

    ResponderExcluir
  5. Você já parou para pensar que tudo é difil que nada cai no colo da gente eu acho que vc sabe disso.
    Pense um cego não ver amanhã nos vemos,o sol não ver a lua nos vemos os dois,abra os olhos e veja uma pessoa ai voçê olhar de novo voçê vai ver dentro dela o que ela sente voçê vai ver que tudo que acontecer tem um motivo que é deus, que tudo que a gente quer conserquimos,não deixe que o vento roube seus sonhos,Porque meus sonhos, esperança e meu amor não morre viverar eternamente porque morrer um corpo não alma.
    Então lute ate o fim porque os sonhos e o amor são a unica porta para eternidade e eu sei que voçê pode consequir qualquer coisa torço por voçê...

    ResponderExcluir