domingo, 31 de janeiro de 2010

O outro lado do vinil




"Eu quero as verdades para mim. Se possível, pessoas de fé que compreendam a vida. Que não me olhem torto ou me façam sofrer. Que não me digam: " - Não beba Juliana". Nunca fui exemplo para ninguém. Não sou xuxa nem paquita. Eu sou de carne e osso. Sofro e sinto. Luto e corre atrás. Luto pelo que amo, corro atrás dos meus sonhos e invisto naquilo que é certo para mim. Só que as pessoas dizem que o correto para mim. Como se elas fossem perfeitas. Tipicamente, modelos em uma vitrine. Me canso desse comportamento tão narcisista. Eu sempre sofro pelos outros. Já parei de contar quantas vezes já chorei por amor. Sou uma romântica inveterada. Por amigo então, perdi as contas. Sempre começa assim, eu me entrego, sou sincera e intensa. Aí a pessoa que também fez tudo isso comigo, saí em disparada de mim, como se tivesse medo, como se eu fosse uma louca que tem alguma doença contagiosa. Uma vez, prometi a mim mesma, nunca mais ligar para o que os outros pensam. Até me engano. Mas a minhoquinha da discórdia aparece e tira tudo do lugar. Dessa vez, juro. Tudo saíra diferente, penso assim talvez. Só espero poder ferrar com os outros tanto como fazem comigo. Meu momento justiceira."

sábado, 30 de janeiro de 2010

A Imperfeição



"Nós gatos já nascemos pobres, porém já nascemos livres".

Na vida, não importa se estamos corretos ou não. Sempre haverá alguém que virá na nossa cara e apontar o dedo podre em cima da gente. Por ser tão diferente, tem sempre alguém me olhando torto por conta do meu all star velho e rasgado. Tem sempre alguém que comenta do meu cabelo e das minhas roupas estranhas. Isso tudo me cansa. É muita falta do que fazer!
Sou do tipo que acredita que uma pessoa vai além da estampa. O caráter de uma pessoa não se constrói pelo que o que ela faz ou deixa de fazer. Ninguém é mais perfeito que o outro, porque lava a louça em casa ou não fica tantas horas na internet.
Eu trabalho feito uma condenada e depois no final do dia, ainda tenho que aguentar gente chata me dizendo o que é certo ou não.
Cansada, choro feito aqueles emos descontrolados que todo mundo tira sarro. Queria poder dizer a verdade na lata para algumas pessoas. Botá-las na real, mostrar como é a vida para elas. Dizer tudo o que penso e sinto. Contar a elas como é ficar cansada depois de vários clientes te ameaçarem e te encherem o saco. Contar como é pegar busão cheio de pessoas fedorentas e desdentadas. Não poder sair com seus amigos ou namorado porque tem trabalhar. Alguém sabe o que é isso? Então, fica calado que é o melhor que você faz!
Preciso ir a praia, andar descalça, ouvir " meus hermanos", um bom rock e livros que me façam esquecer toda essa gente podre que só alucina uns aos outros. Beber minhas vodcas preferidas e amar e ser amado de preferência. E nunca mais, jamais, deixar aquelas pessoas inúteis falarem comigo e acabarem com o resto dos meus sonhos que habitam em mim.
Quero colo e carinho, meu dia hoje foi bem difícil. Elogios e ódios de pessoas novas.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

"Devolva o amor."





Em primeiro lugar, tenho que comemorar as mil visitas que meu blog recebeu. Obrigada a todos que leem , comentam, amam e se identificam. Tudo foi feito com muito carinho, não se esqueçam disso. Vocês,leitores, também fazem este blog. Em segundo lugar, devem ter reparado que meu blog mudou, ficou mais bonito. Sim, é verdade. Graças a ajuda de meu namorido(um dos personagens bem comentados nos meus posts)consegui fazer mudanças que desejava há um tempo. Achava o blog meio apagado. Essa é um dos meus investimentos pesados nessa minha segunda profissão. Então, caso queiram conectar-se com meu gênio e marido acessem: http://dssdesigngrafico.blogspot.com/. É o blog dele, além de ótimo designer e tudo que imaginarem, menos stripper! HUAHAUAHAUAA!!!



- Tenho algumas novas, começo realmente trabalhar na segunda. Descobri que gosto de vender e gosto de ser teleoperadora. Para alguém tão novato como eu, está sendo bem ótimo.
Como trabalho no centro, passo todo o caminho lendo ou pensando. Tem coisas que ainda me magoam. A gente ama e deixa ser destroçado. Não sei o que é pior, amar ou não ser amado. Amar tem as suas consequências leitor!
Sofrer por amor chega a ser imbecil, sinceramente. Estou namorando há quatro anos e vejo que as coisas se complicam para mim. Tenho tentado mudar, ser menos ciumenta e mais compreensiva. Só que há momentos em que caio e ficou ouvindo Maysa, Caetano veloso e Adriana calcanhoto. Meu momento Fossa.
Isso é bem esquisito, mas só é apenas uma das mil faces de quem ama. Queria muito que algum homem me amasse como Edward Cullen ama Isabella Swan. Às vezes, fico imaginando,será que realmente existe alguém assim? Um amor típico de filmes?
Vou ficar sem resposta. Acompanhada do meu copo de cerveja do boteco da esquina.
Por isso, digo a todos vocês, fiquem solteiros e aproveitem. Não é que estou querendo dizer, que quem ama não presta. Não, de jeito nenhum, não é isso. Só acredito que amando você faz tudo aquilo que diria não fazer. Vai por mim, eu sou uma dessas pessoas. Barracos memoráveis, alma de escritor é intensa irmão!
Vou tentando amar e tentando entender o amor. Ô setimento mais contraditório!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Minha vida de shift, com café e sono


"Agora que faço eu na vida sem você
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer
E te querendo eu vou tentando te encontrar
Vou me perdendo
Buscando em outros braços seus abraços
Perdido no vazio de outros passos
Do abismo em que você se retirou
E me atirou e me deixou aqui sozinho"


Fernando Mendes, Você não me ensinou a te esquecer. Cantada por Caetano veloso em Lisbela e o Prisioneiro






- Ando caindo de sono ultimamente. Tenho bebido muitos cafés no trabalho para não apagar durante o treinamento. Hoje comprei meu caderno de anotações e tenho me dedicado mais. É duro ter duas carreiras, uma como teleoperadora e outra como escritora amadora. Me pediram para postar os capítulos aqui mas só tenho 3 nas mãos. Ainda preciso escrever mais, porém prometo que eles estarão aqui breve, breve. Só tenho que me dedicar mais as técnicas e deixar os diálogos rolarem solto. Tenho tido inspirações de sobra e acho que vou incluir aqueles dois posts nos livros ( O do estranho particular e outro sobre aquele fantasma). Entreguei meu coração para o meu personagem principal: ele não presta, acredito que todas as mulheres ao lerem irão odiá-lo, mas a cada dia mais me animo ao escrever sobre ele. Preparem-se, ele é lindo demais. Já tem até o meu coração.
Tenho posto minha leitura em dia no ônibus mesmo, o livro do momento é A Hospedeira de Steph Meyer. Enquanto isso, vou me viciando em Gossip Girl. Ando meio embolada porque confudo as temporadas.
A música daí de cima ficou na minha cabeça desde que vi o filme reprisando na globo. É meio fossa mezzo romântica.
Estou aprendendo, sério. Aprendendo que no mundo dos grandes muitas coisas não mudam. Em relação ao shift, é um comando que nos teleoperadoras usamos muito durante uma operação. Vou ter uma prova sobre isso e espero sinceramente tirar uns 10.
Descobri que tenho uma vontade que habita em mim, que jamais sonhei em ter. Desejei ter um filho, foi durante um segundo mas vá entender..? Descobri que desejo formar uma família a ter filhos, me senti a criatura mais brega do planeta.Já o meu coração de verdade anda meio arisco, com medo de cair de novo e se machucar com o homem pequeno que tem nome que começa com a letra D e só me faz sofrer. Quem sabe, ele (o meu coração) não toma jeito? Ele é muito sem vergonha.
Já estou até vendo para onde vai meu primeiro salário, vai para all star, piercings e livros. Aiaiai, como é duro trabalhar....


A música do momento está aí em cima

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Aquele fantasma

Tenho a impressão que está sempre perto de mim
me consumindo, me desejando
para onde olho vejo a sua imagem
aquele fantasma que não sai de mim
o cara que não saí da minha mente
seu all star detonado e barba por fazer
pecado vendido
eu disse para mim mesma não cair
mas eu caí
o cara rock'n roll me tomou completamente
invadiu a minha mente
you make me feel

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Andarilhos de uma amadora


- Minha vida muda constantemente. Isso é um fato. Ao mesmo tempo em que passo os dias na rotina(chata ou não), por ora meus dias meio que mudam de um segundo para o outro. Fiquei p da vida ontem comigo mesma, porque não continuei a escrever o romance que tenho tentando prosseguir. Nem ao menos comprei o caderno que disse que iria anotar as minhas ideias. Tudo culpa da minha preguiça e meu cansaço. Logo agora que tenho tantas ideias, não posso simplesmente deixar de lado.
Comecei a ler "A Hospedeira" da minha Steph Meyer. Estou gostando, apesar de ser meio difícil. É uma história científica. Tem que ter um certo fôlego. Já na trabalho, as coisas vão indo. As vezes, o que vou fazer parece meio difícil enquanto em certas horas nem parece ser tão assim, mas a dúvida beira a tudo isso. Mas estou gostando, meus colegas são bem legais e super diferentes. Eu sou a única do grupo que perambula entre todo mundo. Não tenho um grupo definido, mas sim pessoas com quem trabalho e convivo. Prefiro!
Ontem eu achei que meu mundo fosse acabar, meu namoro estava passando por transformações. Chorava todas as noites e nem conseguia mais ler. É ridículo, caótico mas acontece. No final das contas, eu e D estamos juntos. E bem. De verdade, agora estamos bem. Acho que aos poucos a mulher que existe em mim, começa a fazer efeito deixando a Juliana menininha no passado. Não é por nada não, mas toda mulher com 20 anos precisa amadurecer um pouquinho. E eu acredito que esteja conseguindo. Realmente, sinto uma diferença. Espero que isso venha para modificar a minha vida.
Certas coisas precisam mudar e sei perfeitamente disso. Ando sentindo falta de ouvir Yeah Yeah Yeahs e Gnarls Barckley.Ambos fizeram parte da minha vida, em momentos bem gostosos. Minha vida tem trilha sonora. acho que vou baixar e ficar ouvindo todas as noites quando vou escrever.
O grande comentário é que a série "Gossip Girl" vai virar modinha no sbt. De verdade, nem ligo. Porque tudo que gosto desde filmes e a séries viram modinha mesmo, é fato.Sei que estou gostando, Blair é má mas me identifico com ela, não é o tipo de garota que fica sentada esperando por algo. Serena tem atitude e gosto
disso. Já Chuck é safado, galinha e mau. Adoro! Ainda por cima ele me fez lembrar uma pessoa. Tudo isso tem me ajudado a escrever. Por hoje mais 3 capítulos, prometo.

domingo, 24 de janeiro de 2010

"Segredos são segredos"






Certas situações me deixam com as unhas roídas. Saber de algo e não contar... Conhecer os erros dos outros e não poder falar. Sim,não tenho nada com isso mas é agonizante. Segredos existem mas quando não fazem parte de nós mesmos, não podemos sair por aí contando. E sempre sou eu que fico sabendo das histórias...Bem que eu queria fugir disto. Não sei o que é pior saber de algo e ficar entre a cruz e a espada. É claro, não sair por aí contando mas P* me contou que tem uma outra pessoa em sua vida e eu sou a amiga da namorada dele. Esse blog tá parecendo com o seriado Gossip Girls, fala sério!!
Mas é isso aí, minha amiga logo logo vai ficar sem namorado, e ainda me perguntam o por quê não acredito nos homens!
Preferiria acreditar na humanidade, mas tá foda. Amanhã tem Gossip Girl no SBT. Não importa vou ver.Além de amar a série, não resisto a um bom drama/novela.
Não resisto a boas histórias e bons dramas, deve ser por isso que insisto muito naquelas histórias de estranhos particulares. Essa ideia não sai da minha cabeça.
Quero muito poder investir e sim, vamos ter mais histórias de estranhos. Vai ser muito bom, espero.
Amanhã tem trabalho, mal comecei e já estou de bico. É um saco, acordar tarde e não poder dormir. Preciso de bons livros, boas músicas e grana. Vou virar animadora de festa de criança. Aff, esse post foi muito over.

sábado, 23 de janeiro de 2010

Juliana aos 20






Ontem foi o meu aniversário. Fiz 20 anos, 22 de Janeiro. Era de aquário. Para não passar em branco, porque passei meu niver trabalhando(foi bem legal, porém bem cansativo), fui ao Shop que mais amo e que mais encho o saco de todo mundo para ir: O Norte shopping, o meu reduto rs. Lá estavam Alessandra, Raquel, Andressa, Soneca, Djan, Érica. Foi ótimo, amei. Um passeio simples que significou muito para mim. Lá no trabalho até cantaram parabéns para mim, uma outra colega de equipe também fez aniversário,a Letícia. Mas de um jeito diferente, estalando os dedos. No telemarketing como não se pode fazer barulho temos que estalar os dedos ao comemorar uma venda ou sucesso. Engraçado né?
Apesar de ser estranho ao mesmo tempo é bom completar 20 anos. Tem uma hora que a gente acaba aceitando, mesmo que por dentro eu ainda tenha uns 15, 17 anos. Não me importo, gosto de aparentar ser mais jovem do que sou. Ainda não sei aceitar o envelhecimento, isso a gente deixa para outro dia.
E agora com 20 anos, estou ficando craque em marketing, com todas essas táticas que tenho que aprender. É um outro mundo. É estranho você sair do ambiente de trabalho, pensando que agora pode viver o seu lado pessoal. Isso é ter 20 anos. Mas quem sabe, agora as coisas mudem. Desejo muito. Agora emprego, grana, oportunidades, livro e letras. Pode? Porque eu quero. Meu presente de 20 anos.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Estranho Perfeito

(Baseado no meu estranho particular)


"Ele tem o peitoral mais bonito que eu já vi. Tenho vontade de fazer merda com ele. Seu estilo de Deus do rock me deixa louca, e isso ainda é pouco. A barba por fazer, a cara de mau que é um feitiche para mim. Do lado dele quero tomar vinho e ouvir The Cure, mais precisamente "Alt for the end".
Sair com você a luz da lua, como se você fosse meu vampiro particular. Porque me enlouquece e produz adrenalina demais quando te vejo. Não me arrependo nem um pouco disso.
Não sou santa nem nunca fui, os errados sempre me atraíram mais. Falo alto, bebo e falo palavrão. Você não presta? Melhor ainda, porque eu também não.
Nunca ouvi ninguém, nem você. A minha banda preferida é a mesma que a sua. Você foi feito para mim. Eu sou a sua versão de calças. Te espero e te sigo aonde for, meu estranho vadio.
De repente, aqui parada vejo que te conhecer, foi a melhor coisa que poderia acontecer. E se aparecer mais vezes na minha frente, nem sei o que fazer."


(Fragmento extraído das minhas anotações. Encontrei o tom. Agora my book saí. Sim, isto é uma parte dele)

Balanço

- Algo muito interessante anda rolando nesses últimos dias. Hoje no trabalho, toda vez que perguntavam a minha idade, eu respondia vinte. Mas OFICIALMENTE tenho apenas 19. Não entendo. Não me sinto com 20 anos, mas parece que meu organismo está sendo programado automaticamente para fazer vinte anos. Isso é muito doido.
Uma das coisas boas de se trabalhar é, que ninguém te olha torto por estar começando agora. Ali, está quase todo mundo no mesmo barco. Digamos,que todos muito desmotivados e cansados. Por quê?
Porque todos que trabalham por lá (inclusive eu), ganham mal e trabalham muito. Apesar de tudo, estou com muita sede de começar a falar e atender ligações. Ter esse contato,afinal fui contratada para isso.
O ruim de trabalhar é o trânsito e as pessoas ruins que infelizmente tenho que conhecer. No ônibus fiquei iamginando se encontrasse ELE. Desprezo na certa...não importa!
Também fiquei imaginando que rumo meu namoro de 4 anos vai tomar. Haverão muitos sábados, domingos e feriados que irei trabalhar. E meu amor está desempregado no momento, ele está muito mais solto que eu. Confesso, essa ideia me deprimiu. Deprimiu mais ainda porque quando ele trabalhava que nem um condenando, ficava esperando por ele tarde da noite. Recentemente, D teve a capacidade de me falar que eu que terei que me virar. Nem te conto como isso caiu em mim...
Raiva e distorção meu bem.
Só tenho um recado para ele, eu trabalho bem pertinho da Lapa tá?
Enquanto isso, vou adiantando minhas leituras no busão. O livro da hora é "Contos" de meu ídolo mor Machado de Assis. Tenho tentado escrever no caminho até o trampo mas é complicado. O ônibus é cheio e as pessoas leem o que você escreve. Falta de intimidade total.
O bom vai ser quando meu salário chegar...vou fazer a festa rs.
Amanhã é o meu aniversário, portanto não vou postar porque vou estar com os meus amigos, famílias e afins. O trabalho também.
Mas vai ter muita badalação, ah se vai....



Devolve moço - ana canãs

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Transição





Faltam dois dias para o meu niver. Oficialmente deixo de ser uma adolescente. Culpa dos Yankees que dizem que depois do dezenove, deixa de ser contagem Teen. Que singnifica adolescente. Para mim não importa, por dentro vou continuar a ser a adolescente de 15 anos que sempre fui. Eu gosto disso. Como disse a Pitty uma vez: "- os jovens trazem esperança e leveza, coisa que os adultos nem um pouco me passam". Deve ser por isso que tenho amizade com pessoas da minha idade, e até mais novas. Tenho essa capacidade e naturalidade com pessoas mais novas. Sempre odiei isso. Uma vez em uma viagem em Cabo Frio quando, aos 16 anos não tinha com quem andar, fui jogar com os pirralhinhos queimado. Foi divertidíssimo e amei.Desde sempre tive amigas bem mais novas,acho que tenho essa capacidade. Agora que tanto quero entrar para letras, sei o significado disso para mim. Melhor, sinal de quem sabe um dia vou ser uma boa professora. Sempre admirei pessoas que tem capacidade de falar com pessoas mais novas, como Pitty (sim, sim), Meg cabot e Thalita Rebouças. Isso é um dom e quero muito (porque não?) ser assim.
Outra nova, amanhã começo uma nova etapa na minha vida. A partir de amanhã, trabalharei com telemarketing. Serei uma teleoperadora, preciso tanto salvar uma grana que essa foi a única saída que encontrei. Ir ao centro todos os dias, o lugar no Rio De Janeiro com o trânsito mais nojento que existe. E olha, que nem conheço SP.
Vou ter que me virar, conhecer gente nova e não ficar em casa, que foi a notícia que recebi melhor. Vou trabalhar muito e ganhar pouco. Por algum motivo, me enxergo mais mulher do que antes. Uma autoconfiança começa a surgir dentro de mim, acredito que depois de um certo tempo, passamos a olhar o mundo com outros olhos e ele me parece bem mais atraente e divertido.
Mesmo trabalhando que nem uma louca, não sei se isso será definitivo. Porque espero o resultado da facul e ainda mais, não vou deixar de lado o romance que estou tentando escrever. Vou comprar um caderninho e a história vai me acompanhando até o trabalho.
Por algum motivo, passei a apostar ainda mais nas coisas que escrevo. Ainda bem. E não é nenhuma mentira, recentemente descobri Ana Canãs, uma coincidência Alê! Sabe qual a melhor? Devolve moço é bem divertido, e estranha...como eu. Ouçam!

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

O meu samba é assim





Calmem! Não me entreguei a pagodes, afins e nada mais. Só que fiz descobertas bem impressionantes na minha Playlist! Descobri que gosto de certos sambas, não os de escola de samba. Mas algo como Chico Buarque e Noel Rosa, coisas gostosas de se ouvir. Acho que esse gosto impulsionou por conta da minha paixão que é a literatura, inclusive a nacional. Foi através dela que descobri a emoção, o trabalho e dedicação envolvido em tudo isso. Nesse barco, o meu gosto aflorou por Los Hermanos, mas isso já faz muito tempo. Virei maníaca por eles. Descobri que sou louca por "Morena", "Anna Júlia (tá, tá, tá), "O Vencedor", "O Último Romance (choro sempre que ouço, me emociona muito), "Cara Estranho (Amo!) e entre outras.
Daí fui descobrindo gente que também curte e lamentei não poder ter ido a um show da banda. Só o tempo vai dizer se vai rolar ou não. Então, descobri que a carreira de Marcelo Camelo solitária é simplesmente maravilhosa. Odiei Mallu Magalhães assim que soube que estava com ele (minha dor de cotovelo), mas depois passei a aceitar. Coisas de fã. Recentemente descobri que também curto Mallu (é, eu sei. Mas eu gosto e muito, fazer o que né?). Voltando aos Hermanos, o motivo que me fez ficar atraída foi o amor, a verdade e tudo mais que me passam. Essa mistura de rock alternativo com emoção a flor da pele e o sambinha de fundo (Todo carnaval tem seu fim/ ótemo). E por aí vai....
Só sei que meu amor aumenta a cada dia mais. Me identifico com as letras e a simplicidade que eles esbanjam, meus bons moços. Eu os amo muito. Sei, o que deve estar pensando, eita contradição. Põe contradição!


Ouvindo Los Hermanos - O Vencedor.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Memórias de uma Groupie




Não sei o que é um bom show de rock há um tempo. O último que fui, foi no da Pitty na Lona de Vista Alegre em 2008 em plena turnê do Desconcerto Musical ao vivo. Aquela noite me deixou saudades. Foi naquele dia em que corri feito uma louca e para mim fez todo sentido. Corri atrás da Pitty e banda.E consegui vê-los de perto.Vi Pitty na minha frente e ainda falei com ela. Gritei por Duda que não me ouviu por sair carregado (acredito que houve uma mistura de bebidas, cigarros e outras coisitas a mais).Não vi Joe (infelizmente) e vi Martin, que sem dúvidas é o mais simpático da banda. Ele conversou conosco, tirou fotos com uma outra fã e minha prima Clara ainda se pendurou na mão dele. Ela ficou uns dois dias sem levar a mão. Sério. O melhor que pude ver como a minha Priscilla Leone Novaes é realmente. Nem super simpática nem metida. Meio termo como já imaginava. Super baixinha afinal, tem tamanho de criancinha. Só para imaginar, eu tenho 1, 69 m de altura e dou duas Pittys com o tamanho dela. Além de linda, talentosa e cheia de atitude. Eu me rasgo por essa mulher, minha diva. Sou fã deles desde os 13 anos e desde então lá se vão 6 anos de tietagem. Eles marcaram a minha adolêscencia.
" Quem é rei, nunca perde a majestade"
Bem naquele dia a minha prima sacou a câmera e tirou fotos. Recentemente essa máquina foi para o espaço. Que pena! Tudo tem um fim ou então é só o começo!

domingo, 17 de janeiro de 2010

Ovelha Negra





Eu nunca fui a certinha. Nem nunca falei isso. Mas para todo mundo, eu sou a ovelha negra. Principalmente para a minha família, com quem tenho inúmeros problemas e que não terminam nunca. Para começar, somos muito diferentes. Eles são a água e eu sou o vinho. Eles infernizam a minha vida e não aceitam nada como a gente queira. E estou cansada disso, o motivo por qual estou procurando emprego. Agora que terminou as provas e aulas, a minha sorte é que quase não tenho parado em casa porque tenho procurado emprego no Centro. A questão é : Tenho que me tornar financeiramente independente o quanto antes. Ficar em casa está me chateando e me deprimindo. Quero viver, dançar nas minhas pistas coloridas e ficar com os meus amigos. Chegar em casa tarde e não dar satisfação para ninguém. Para eles, aceitava uma boa, ficar de férias em casa sem grana, sem internet e sem tv a cabo. Só eu que tenho que me virar para poder ter acesso a tudo que gosto porque se dependesse deles, teria novela e ficar em casa o dia inteiro. Deus me livre!
Minha família curte não ter amigos, ver programas sensacionalistas e ver novelas chatas como " Viver a vida" todos os dias. Já eu não!
Amo ver fimes, dvds musicais e ir ao shopping beber meu café e ir na livraria, que é meu paraíso.Quero poder curtir tudo aquilo que tanto amo!
Já ouvi pessoas dizendo : " - Meu quarto é o meu mundo!". Sim, concerteza mas se eu podesse só iria para casa para almoçar, jantar e dormir. Podem pensar que não amo a minha família mas não é isso, a gente dá mais certo longe um do outro. Sinto falta e tudo mais. A outra coisa é que eles não entendem nada do que gosto. Quando estou ouvindo Pitty no quarto, mandam eu abaixar aquela porcaria. Quando estou lendo, dizem que só sei ler.
" - Como é que pode! Ficar o dia inteiro lendo." - eles dizem sempre.
Mas eles nem imaginam que o meu sonho é ser escritora. Acredito que eles não só não irão me apoiar, como não acreditam nem um pouco em mim. Para eles, tenho que ser uma advogada, corretora ou concursada de sucesso. Ou seja, não divido isso com eles. Mesmo porque além de nem saberem, uma vez minha tia que bisbilhotou umas coisas que escrevi disse que, se era eu que escrevia aquilo era muito ruim e não daria certo. Neguei obviamente e desde então minha vida passou a ser um inferno, mas passou. Consegui dar a volta por cima. Uma certa filósofa me disse que: " - Quanto mais te impedirem de escrever, é aí que se deve escrever". Para a minha família, se deixar de lavar uma louça ou varrer o chão, é porque não presto. Como se um caráter de uma pessoa fosse medido pelas coisas que ela faz! Tadinho do Garfield!
Por isso, que decidi mesmo sem grana, irei escrever sim um livro.Vou para as cafeterias da vida, sim, como J.K Rowlling. Nem me envergonho. Não, nem quero copiá-la. Ela só se tornou uma admiração e modelo de luta e perseverança. São só tempos difíceis mas tudo vai passar. Um novo ciclo se inicia. E a ovelha não é tão negra assim!
Faltam 5 dias para o meu aniverário e continuo procurando emprego. Quero muito fazer uma festa, será que rola?

sábado, 16 de janeiro de 2010

A turma do canto.




- Porque eu amo as pessoas de verdade. Aquelas que não tem medo de ousar e sabem que sonhar é tudo. Meus amigos são pessoas (ainda bem) muito parecidas comigo. Curtem quase o mesmo tipo de música que eu, o gosto pela leitura e o estilo de vida é quase o mesmo. E acima de tudo, são pessoas que posso contar sempre. Não me olham com aquela cara de bunda e reviram os olhos quando digo, que quero fazer faculdade de Letras e que meu sonho é ser escritora. Eles me aturam falando da mais recente banda que descobri (Blood red shoes) ou do mais recente escritor que não paro de falar (Bruna Beber). Eles se divertem com o meu conselho e ainda por cima me indicam bons livros e passeios. Porém, o que é melhor mesmo é que eles me aceitam como eu sou e me compreendem completamente. Como uma vez, a Bóia minha amiga teve que aturar as minhas lamúrias porque eu não conseguia mais escrever e ela me entendeu completamente e me aconselhou ainda: " - Continue a escrever, quanto mais te impedirem, é aí que tem que mais tentar". E aqui estou eu.
Ou então o que seria de mim sem os doces conselhos de Alê e sua metade Andy e Isis que sempre estiveram ali, dizendo e me apoiando: " - Ju, a vaga na faculdade já é sua". É, pois é. Não teria conseguido sem eles. Só estou dizendo que amigos são tudo e tê-los ao seu lado te iluminando e apoiando é tudo. Eu amo muito meus amigos, mesmo. Já assistiram Harry Potter? A amizade de Harry, Ron e Mione? Pois é, somos nós.
As melhores amizades do mundo, A M O V O C Ê S!
Vamos marcar qualquer coisa, afinal faltam 6 dias para o meu aniversário. Aí completo 20 anos. It's much rock'n roll!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O sexo de Damon




Terminei de ler "Diários do Vampiro- Despertar". A leitura é boa mas não é um dos meus livros preferidos. Além do livro ser bem darkzinho. Ainda por cima, em algumas partes o livro se assemelha com " Crepúsculo", demais até. Só que "Diários" foi escrito em 1991 e " Crepúsculo" em 2003. Apesar da coincidência prefiro o "Crepúsculo" que é meu vício, paixão e um dos meus livros favoritos. Elena Gilbert, a protagonista é popular em sua escola e bem safadinha, tem um fogo... Não me identifiquei com ela (apesar de nos momentos que ela faz merda, eu me ver ali.). Me identifiquei muito mais com a Bella que é simples, desengonçada, intensa e anti-social. Nos livros de Steph Meyer, os personagens são mais humanos e bem definidos. Enquanto em "Diários" a narração é voltada para o terror. O que não me atraíu nem um pouco. O mais impressionante é a maneira como a autora de "Diários" descreveu Damon, o vilão da história. Ele é descrito como um vampiro muito convencedor. Eu não o achei tanto assim mas em todas as partes senti um medo dele! Todas as sequências em que Damon dá o ar de sua graça, ocorre horrores. É uma espécie de assassino, psicopata. Tirando esse lado negro, Damon me faz recordar de algumas pessoas semelhantes que apareceram na minha vida. Até que gostei de ler.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Qual a dança que invento agora?


- Todo mundo diz que temos que mudar. Mas como é difícil amadurecer.Pegar Busão lotado para o Centro e começar a trabalhar na segunda. Uniforme direito, longe de ser as minhas roupas de rockstar. Bem vinda ao mundo de gente grande. Hoje me inscrevi para participar de um sorteio de Curso de Produção Textual na FAETEC ( formação de escritor). Torçam por mim, é um curso gratuito e penei em uma fila muito grande só para me inscrever. Então tem que valer a pena.
Ando ouvindo muito a banda falida do Joe ( ex Pitty) e Júnior Lima. Mas tudo tem um motivo, eu as ouvia em um momento muito bom na minha vida. É visionário, uma música deles é quase que a minha biografia. Eu sei, tem gente que não gosto mas eu curto. Então me respeitem por favor. Eu tô viciada neles!
Estou vivendo um período muito louco da minha vida. Lendo vários livros ao mesmo tempo e com mais perguntas do que respostas. Tenho que fazer tudo ao redor dar certo. E se não der certo, só aí penso no que faço.
Procurando emprego e me empenhando para fazer meus amigos imaginários serem bem legais.


Visionário - 9 mil anjos

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

4 Anos







Tudo começou em uma festa de 15 anos. Cheguei lá, e ELE me olhava sem parar. Sem nem disfarçar. E eu super sem graça, e com raiva daquele garoto. Era a festa de 15 anos da minha amiga fernanda. Então tudo começou. Desde então , lá se vão 4 anos longos de namoro. Anos de muito amor, confiança, testes, brigas, felicidades e mudanças. Muitas.
Dizem que as pessoas mudam para melhor na vida, ou pela vida ou pelo amor. Comigo, foi na segunda opção. Eu me redimi através do amor.
Eu era o vinho e agora sou a água. Com D ao meu lado, descobri coisas da vida que nunca imaginei passar.
Ele me fez enxergar a vida como ela é. Ele conhece os meus livros preferidos e músicas favoritas de cor. Me apóia na decisão de ser escritora e me faz feliz. Me faz ter esperança e ter calma nessa vida tão agitada. Ele me acalma.
Amadureci e digamos ter um relacionamento, faz as pessoas mudarem para melhor ou não. Mas o que importa é que estamos juntos nessa. Não sei até quando, espero que para sempre, se depender de mim. Porque nenhuma pessoa que conheci etev um poder tão grande na minha vida como ele. Oo meu namorado. Ele invadiu a minah vida e desde então, ela se tornou mais colorida. Obriagada por tudo e desculpa qualquer coisa. Beijos da sua namorada EMO. Quer dizer, ele quem diz isso.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Vento Ventania




Eu iria escrever um texto todo diferente. Mas o momento pede algo mais favorável. Posso estar sem grana, pode estar um calor de ferrar mas as coisas parecem mudar. Talvez eu tire um aprendizado disso tudo. Tem muita história para ser escrita.
Eu vou ter que ralar, amadurecer. Aguentar pessoas que nem conheço, ver o mundo de outro jeito mas faz parte. Tudo tem um motivo e se foi escolhida é porque vou aprender com tudo isso. Sinto que as coisas podem mudar. Quero tanto.
Quero muito a minha faculdade de Letras, quero muito conhecer a Stephenie Meyer, ser uma escritora, conhecer a banda Keane, e ser rockstar também. Por que não? I want!
A UFRJ Ainda vai ser a minha faculdade, ah se vai...sonhando acordada!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Tpm adiantada

- O ano de 2010 enfim começou para mim hoje. Já está chegando o fim do dia e posso dizer: foram altos e baixos. Foi alto porque fui no centro da cidade procurar emprego e amo aquele lugar e baixo porque tudo que planejei ou pensei em fazer de noite deu errado. Hoje eu iria ao cine com meus amigos e com o Meu D, mas ele está desempregado e nem deu. Um outro grupo de amigos também me chamou para ir no cine e uma amiga minha disse que não ia, e acabou indo. Ou seja, ela mentiu para mim. De sacanagem, para me magoar. Ah, ela não é a minha a amiga. Falei dela em um post, sobre ser chifruda. Sim, é a ívina. Foda-se, estou puta. Se ela ler, nem to ligando!
Para completar, Meu D jogou rpg e fui assitir e ele nem me deu atenção. Ele foi embora cedo e nem ficou comigo agora, pensei em a gente fazer algo mas não. Estou sem grana, sem emprego, sem internet e tv a cabo. Ainda por cima, senti um vazio muito grande. Terminou o curso e é estranho, de repente você não ter o que fazer. É que venha amanhã e depressa. Amanhã vai ser legal, de repente vou sair para ver a Rachel ou ir a praia com a nanda. Agora chegou a minha vez de curtir. Nem falem nada, vou é me divertir! Amadurecimento é sinônimo para mim em 2010.

sábado, 9 de janeiro de 2010

- Sonhadora

Brindo à casa
Brindo à vida
Meus amores
Minha família
Brindo à casa
Brindo à vida
Meus amores
Minha família
Atirei-me ao mar
Mar de gente
Onde eu mergulho
Sem receio
Mar de gente
Onde eu me sinto
Por inteiro
Eu acordo com uma ressaca guerra
Explode na cabeça
E me rendo
A um milagroso dia
Essa é a luz que eu preciso
Luz que ilumina a cria
E nos dá juízo
Essa é a luz que eu preciso
Luz que ilumina a cria
E nos dá juízo
Voltar com a maré
Sem se distrair
Tristeza e pesar
Sem se entregar
Mal, mal vai passar
Mal vou me abalar
Esperando verdades de criança
Um momento bom
como lembrança
Voltar com a maré sem se distrair
Navegar é preciso
Se não a rotina te cansa
Tristeza e pesar sem se entregar
Interesses na Babilônia
Nevoeiro
Poços em chamas
Tiram proveito
Passa
É passageiro
Arte ainda se
Mostra primeiro
Uma onda segue
A outra assim o mar
Olha pro mundo


Mar de Gente, O Rappa


Eu estou feliz.Tô feliz, muito e muito feliz. Estou feliz porque hoje foi o meu dia. Estou feliz porque está sol e um dia lindo e talvez isso signifique sorte.Estou feliz porque tinha um texto da Adélia Prado que já conhecia e amo. Estou feliz porque saí de lá com uma sensação de dever cumprido. Estou feliz porque tocou O Rappa, Mar de Gente quando estava indo para a casa. E cantei a plenos pulmões para todo mundo ouvir. Saí feliz e saltitante pela rua. Porque eu mereço ficar feliz. É uma onde de bons sentimentos navegando em mim.
Sinto que o universo conspira ao meu favor. = P
Infelizmente não posso contar nada sobre isso, é muito cedo, não está na hora. Não se vibra por um gol quando o jogador ainda não marcou.
Destino? Incerto...
Ontem acabaram as minhas aulas no Projetos específicas no Bahiense. Teve uma choradeira e tudo mais. Foi bem emocionante, eu nem chorei. Não porque não senti vontade. Ao contrário, senti sim. Mas todas as minhas lágrimas que tinha que derramar já foram largadas.
O final das aulas me fez lembrar o final do Absoluto. E senti falta de um monte de gente. Senti falta dos meus amigos:como a Ju, Raquel,Minha Maria, Claúdinho, Nash e o menino que se acha inteligente(pois é, sinto falta dele. Não devia mas...)e de todos os outros que me aguentaram 2009 inteiro e me amaram e apoiaram.
A partir de segunda, não tenho mais aula. Vou em busca de emprego e sucesso. Uma nova fase na minha vida se inicia. Tudo vai mudar, tudo vai passar. Eu tô feliz e mereço, muito.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Quando não quer ouvir nem enxergar

A moça do arame
equilibrando a sombrinha
era de uma beleza instantânea e fulgurante!
A moça do arame ia deslizando e despindo-se
lentamente
só para judiar.
E eu com os olhos cada vez mais arregalados
até parecem dois pires.
Meu tio dizia:
"Bobo!"
Não sabes
que elas sempre trazem uma roupa de malha por baixo?
(naqueles voluptuosos tempos não havia maiôs nem biquinis...)
Sim!Mas toda a deliciante angústia dos meus olhos virgens
segredava-me
sempre:
"Quem sabe?..."
Eu tinha oito anos e sabia esperar.
Agora não sei esperar mais nada
Desta nem da outra vida,
No entanto
o menino
( que não sei como insiste em não morrer em mim)
ainda e sempre
apesar de tudo
apesar de todas as desesperanças
o menino
às vezes
segredava-me baixinho
"Titio, quem sabe?...."
Ah, meu Deus, essas crianças!


Mário Quintana, Nova Antologia Poética



Descobri uma verdade escondida. Descobri que uma colega minha está sendo traída. E não há como eu revelar isso, nem para ela nem para ninguém. Primeiro porque não foi o namorado dela que me contou, segundo nem tenho provas, terceiro ela vai achar que estou com inveja e quarto, não quero me meter. Mas se ela sonhasse,...
Dóe um pouco vê-la fazendo tantos planos, amando. Quando na realidade tudo é bem mais frio e desumano. Estou de mãos atadas, não adianta. Isso não é problema meu, ela em certa parte não quer aceitar. Não quer enxergar. De uma certa forma, ela provocou a traição, mas mesmo assim o seu namorado nem ao menos tentou ser fiel. Ela não merecia uma canalhice dessa grandeza. Não foi uma, duas foram várias. O que mais dóe saber, é que eu sou uma das POUCAS amigas e uma das MUITAS garotas que sabe de tudo...e nem ao menos posso fazer nada.
No final das contas o que quero é esquecer esta história. Guardá-la dentro de mim vai ser pior. Prefiro que essa minha amiga olhe para o futuro e descubra sozinha, isso se algum dia souber. E o que é fidelidade? Uma simples palavra? Honestidade. Eu tenho a fidelidade para mim. Mas quem ama não traí e muito menos compra aliança de compromisso para se exibir para todo mundo. Hoje ouvi essa colega falando, que se fosse traída preferiria saber e cortaria o brinquedinho do seu namorado. Mal sabe ela....





A moça do arame
equilibrando a sombrinha
era de uma beleza instantânea e fulgurante!
A moça do arame ia deslizando e despindo-se
lentamente
só para judiar.
E eu com os olhos cada vez mais arregalados
até parecem dois pires.
Meu tio dizia:
"Bobo!"
Não sabes
que elas sempre trazem uma roupa de malha por baixo?
(naqueles voluptuosos tempos não havia maiôs nem biquinis...)
Sim!Mas toda a deliciante angústia dos meus olhos virgens
segredava-me
sempre:
"Quem sabe?..."
Eu tinha oito anos e sabia esperar.
Agora não sei esperar mais nada
Desta nem da outra vida,
No entento
o menino
( que não sei como insiste em não morrer em mim)
ainda e sempre
apesar de tudo
apesar de todas as desesperanças
o menino
às vezes
segredava-me baixinho
"Titio, quem sabe?...."
Ah, meu Deus, essas crianças!


Mário Quinta, Nova Antologia Poética




terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Quem é que brinca com fogo?



Meninos e Meninas, atenção. Todos vocês que namoram devem aprender algo sobre namoro. Só porque o seu namorado(a) é um típico garoto(a) malhação, não quer dizer que TODAS as garotas vão olhar para ele. Tem pessoas que não se importam com beleza( Tipo EU). Então, não me venha encher com suas nóias e perseguições. Não, eu não estou afim do seu namorado. Não mesmo, querida e linda menina.
Prefiro mil vezes um cara que seja inteligente, feio, nerd, com cara de mau e que tenha um olhar sexy do que esses marombas da vida. Entendeu, ou quer que eu desenhe? Então, please, não me amola. Ah, e prefiro caras que NÃO sejam comprometidos.
É impressionante, quanto mais digo: "Não vou escrever, é aí que surgem inspirações. É aí que a personagem aparece, logo agora nesta semana tão apressada que preciso tanto estudar. Tive inpirações e foi magnífico. Consegui tomar a forma e pegar a manha de escrever. Só não sei por quanto tempo.
"Sim eu olho para as suas fotos para escrever, você me inspirou. A personagem só aconteceu por causa de ti. Escrevo para não esquecer tudo que vivi, para não passar em branco e para mais tarde eu rir da sua cara e te dizer, o quanto você foi idiota e leviano. É a minha vingança, nem imagina o quanto é doce. Tenho prazer em dizer sim me inspirei em você. Não tenho nenhuma vergonha em admitir. Vou fazer desta história algo foda, só para pertubar você. Não poderia sair ileso dessa."
Momento desanafo, precisava disso...rsrssr. Olha, nem estou na tpm. Sei, deve eter ficado meio difícil de entender. O lance, é que logo nesta semana tenho uma prova para fazer e LOGO AGORA me deu vontade e criatividade para escrever. Ela poderia esperar mas não. Esse recado aí de cima foi para uma pessoa, não sei se ela vai ler. Sinceramente acho que não. Mas vontade não me falta.
Alê e Isis acho que irão entender.... Ao resto,infelizmente não posso contar mas posso dizer, é o típico personagem como naquele filme "Todos contra John". É, meu caro tenho pena de você.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Panela de pressão

"Every step that i take is another mistake to you"

Numb, Linkin Park



Estou tentando agir sem frescuras nem medo. Essa semana é a minha última semana de curso e no sábado e no domingão tem prova. Nesse final de semana nem saí, o que é uma pena porque pelo menos teria me distraído e não estaria a pilah que estou.
E semana que vem começa a procura por trabalho, se estivesse de tpm nem me surpreenderia. O bom que estou baixando uns livros que nem deveria estar lendo esta seman como Máquina De Pimball da Clarah Averbuck. Desejem me sorte e na quarta é niver do meu baixinho preferido

sábado, 2 de janeiro de 2010

Amor, samba e praia.

- Ontem assisti pela milésima vez, um dos meus filmes prediletos: "Closer, perto demais". É um filme que não me canso de ver, passou na sessão Corujão da Globo. Eu e Meu D, que anda dormindo aqui em casa nesses dias, assistimos. Gosto daquele filme, porque fala dos relacionamentos cotidianos de uma maneira bem Machadiana mezo Bruna Surfistinha.
E claro, porque me identifico muito com a Personagem Alice. Ela é incrível, independente e intensa. Sofre horrores pelo namorado bonitão e aproveita qualquer coisa do momento.
Hoje fomos a Praia, a da Barra. Aquela que metade da população do Rio De Janeiro frequenta. Foi ótima, apesar do meu receio. Como tenho pele de porcelana, sofro horrores na praia. E ainda por cima o mar estava de ressaca, o que foi péssimo pois levei vários caixotes e fui arrastada pelas ondas na areia até a beirinha. Nem te conto como doeu. Meu D, ainda me disse :"Confia em mim". Deu no que deu.
Por outro lado, amei ter ido a praia porque além de amar aquele lugar, ele me remete aos bons momentos que já passei por lá. Faço questão de voltar lá mais vezes, vou escrever para não esquecer.
Tudo isso me remete a três palavras que tanto amo: "Amor, praia e samba". Existe coisa melhor? Ah, esqueci da bossa nova que também combina com o local, rs.
O mais importante, esse passeio me fez ver que estou precisando de mais tempo para mim, ando tão ocupada com os estudos, que fiquei meio obcecada em passar. Sim, eu confesso.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Todas as portas vão se abrir

Passei o ano novo com a família. Sim, foi uma delícia. Só que parecia mais uma comemoração para quem tem uns 50 anos do que para mim, que sou jovem. Comidas, namorado, tias velhas, show da virada na tv...e o ano novo prometeu mesmo. Ainda bem que foi animada. Cheguei em casa cansada e acordei com a cara toda amarrotada.
Marcelle, minha amiga estava lá e isso também salvou a noite. Foi uma noite que teve e não teve cara de festa. Fiz as minhas resoluções de ano novo. Mas não caiu a ficha que era ano novo. Estou estudando e para mim, só será fim do ano quando a prova da UFRJ passar.
Senti falta de muita gente. Meus amigos Absolutos (todos eles), meus primos e de pessoas que me distraíram em 2009. A partir de hoje, com cara e vontade de sobra vou procurar emprego. É hora de crescer e viver novos momentos. 2010 é uma época de conhecer gente nova, facul, trabalho, saúde e grana. Já que estou sem nada, rs....
É hora de amadurecer, se tornar mulher, com direito a salto alto e tudo mais. Parece que só assim os homens nos enxergam como mulher. Será que consigo usar salto alto e amadurecer? Hum,para mim esta ideia parece muito distante.
Espero sinceramente estudar, passar na faculdade e conseguir passar projetos para o papel. Ler muitos livros e ouvir muitas bandas boas. Assim espero.