domingo, 6 de março de 2011

Imperecível.


“Você passa, eu paro
Você faz, eu falo
Mas a gente no quarto sente o gosto bom que o oposto tem
Não sei, mas sinto, uma força que embala tudo
Falo por ouvir o mundo, tudo diferente de um jeito bate”

Tudo Diferente, Maria Gadú




Eu nunca fui o tipo de pessoa que escuta os outros.
Então não ligo para o que os outros irão dizer. Só eu me conheço verdadeiramente e as razões para fazer as escolhas.
E não me arrependo de ter escolhido aquela que me levasse a você.
Lá se vão cinco anos que estamos juntos. Éramos tão diferentes, você se lembra?
Eu: a perfeita rebelde, malvada e roqueira; Você: o bom e amigo, gentil, educado e fofo.
Tudo contribuía para que não desse certo.
Você não conhecia os meus ídolos e nem sabia nome de música. Eu era fechada e mal abria a boca na frente dos seus amigos.
O tempo passou e como mostramos a ele o quanto estava errado. Depois de algumas tempestades, estamos aqui de novo.
Agora eu sou tranquila, leve e colorida. Você é engraçado, um pouco rebelde e trabalhador. Acho que transferimos algumas características de um para o outro.
Quem diria hein?
Só sei que você me faz feliz a cada dia. Eu tenho um pouco de medo dessa felicidade, medo de me entregar e cair feio.
Essa felicidade parece eterna.
Eu simplesmente enlouqueço quando vejo você sorrir pra mim. Eu amo quando seus olhinhos de Keanu Reeves brilham pra mim, fico toda boba quando você fica preocupado - digo que você é o meu Edward.
Gosto do sabor que seu beijo tem, seus abraços que fazem minhas pernas tremerem e sua mão entrelaçada na minha que só nos deixa mais forte.
Se eu não tivesse ido aquela festa há cinco anos, não estaríamos aqui agora.
Como você mesmo disse: “Não importa o que os outros digam, importa o que a gente sente”.
Sonho a cada dia, em poder finalmente estar com você. Sem ninguém pra nos interromper quando estamos juntos, ouvindo as músicas que SÓ a gente gosta e conhece. Sem ninguém pra dizer que os filmes que a gente AMA são horríveis e principalmente sem ninguém pra interromper nossos sonhos e planos.
Eu te amo tanto, as minhas amigas dizem que está escrito na minha testa.
Obrigada por me fazer feliz e permitir que também lhe faça muito feliz.
Feliz cinco anos meio atrasado. Amo-te DJAN

6 comentários:

  1. nossa, encontrei alguém que me superou em anos de namoro! parabéns! é mt bom estar apaixonada, né? ^^
    lindo post!

    bjss

    ResponderExcluir
  2. Ah, que liiiindo!!! *.*
    Super fofo.
    Muito mais felicidades!!

    Beijos,
    Vanessa Sagossi
    comentandoofilme.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaaaaaaah, quanto tempo! Cade o casamento? *__*

    ResponderExcluir
  4. Sinto demais a sua falta,das nossas conversas das trocas de olhares sem precisar dizer uma palavra para a outra entender . Te amo minha eterna amiga , de ontem ,hoje e sempre.!
    Parabénssssssss pros dois
    Esperoooo muiiito muiiito mesmo que vcs sejam felizes

    ResponderExcluir
  5. aH!!! Postagem mega fofa!!!!
    E parabéns pelos 5 anos!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Poxa.
    O que dizer diante de uma declaração de amor como essa? Dizer que quero um amor assim serve? Hahaha, porque eu quero, sinceramente, eu quero. Mas não agora, agora eu não saberia cuidar, não saberia cultivar. Logo jogaria pro alto, como sempre fiz, como sempre faço.
    Cinco anos?
    Cinco anos não parece muito tempo pra mim começar e concluir minha tão almejada faculdade de Psicologia, mas pra um namoro parece uma eternidade. E me parece uma eternidade um tanto doce, um tanto digna de ser vivida.
    É claro que é impossível ter cinco ano de paz, sem intervalos de pequenos conflitos ou até mesmo guerras. Mas se até hoje vive esse amor, deve viver muito mais. E eu espero que viva, e que você seja sempre muito feliz, pois você merece.

    Obrigada pelas palavras de apoio hoje e sempre. Você é especial para mim.

    ResponderExcluir