sábado, 14 de maio de 2011

S. O. S

Agora eu só posso contar comigo mesma. Eu tenho sonhos e planos que quero criar e poucos me apóiam. Eu vim de um lugar onde ter talento e sonhos é perda de tempo, se eu quiser transformar em realidade teria que fazer por mim mesma.
Nunca gostei de precisar de ninguém, mas a única coisa que queria era apoio. Sempre desejei fazer as pessoas ao meu redor sentirem orgulho de mim.
Mesmo merecendo, nunca consegui. Sempre fiquei a margem do meu "primo cdf" ou da minha amiga "filha perfeita".
Eu sempre fui diferente, mas sempre respeitei a minha natureza. Sou sim honesta, responsável, egocêntrica, egoísta, sensível, tranquila, amiga, nervosa, insegura e segura, fiel e boa.
E eu odeio quando as pessoas falam com você tentando te desmerecer e destruir o seu castelo de areia.
- Ah Juliana, passar para uma faculdade pública é mole. Quero ver pagar uma particular.
- Ah Juliana, estudar e trabalhar é mole. Quero ver você ter de só trabalhar.
- Ah Juliana, ser operador de telemarketing é moleza, os outros empregos que são difíceis.
É foda não ser valorizada por quem está ao seu redor. Complicado ter de ouvir coisas de pessoas que não tem o direito de dizer nada e ainda por cima não estão em posição disso.
Só queria desligar essas pessoas, dar um stop, ficar no meu canto e escrever. Será que é pedir muito?
No meio disso tudo, fico muito confusa, perdida e nem sei como me achar.
Então me pergunto quem sou, o que faço e porque tudo às vezes parece acontecer comigo. Eu só quero viver, cansei de sofrer. Tão nova e cansada da vida.
Consigo ser forte e conseguir forte para lutar contra tudo e todos. Só que às vezes, parece ser bem difícil.
Eu cheguei até aqui acreditando em sonhos e não será agora que irei parar de lutar.

Pearl’s Dream - Bat for Lashes

4 comentários:

  1. Pois é, gente é fogo. Com certeza que passar em faculdade publica não é mais facil que particular, nem estudar e trabalhar mais moleza que so trabalhar.
    Gostei do post. Estou acompanhando o blog ha alguns anos, e so agora, que voltei a ativa, estou comentando.

    ResponderExcluir
  2. também odeio gente assim.. e dói muito quando o comentário parte de pessoas que gostamos, pq os outros, ah, são só os outros, não me interessa a opinião, mas daqueles que amamos, é péssimo..
    bjs

    ResponderExcluir
  3. calma, ju, dá um up.
    tu sabe oq sempre te disse; vc não precisa se basear na opinião de ngn e nem ligar pro q dizem ou deixam de dizer. Vc é guerreira, tem garra e força dentro de vc. Pessoas que dizem essas coisas não sabem oq vc passa, oq vc tem que aguentar. São pessoas egocêntricas e mesquinhas. Vc vale muito mais que elas.
    Abraços Libertários

    ResponderExcluir
  4. Também sinto essa desvalorização, mas em proporção um pouco menor. E me pergunto por que as pessoas dizem essas coisas, que nos magoam. Poxa, por acaso isso acrescenta algo à elas? Porque deve acrescentar, para dizerem tão sem pensar nas consequência, pensar em quem é obrigado a ouvir críticas infundadas que só servem para machucar.
    Eu tenho certeza que você dá o melhor de si em tudo o que faz, que quer ser reconhecida, respeitada, e que MERECE tudo isso, mas por uma razão egoísta das demais pessoas, parece impossível para elas admitir que você é a pessoa maravilhosa que eu sei que é.
    Não deixe isso te abalar, muitas pessoas vivem situações piores, mas ninguém está na sua pele para sentir o que você sente...
    Algum tempo atrás recebi uma mensagem assim "Quantas vezes você já sorriu pra disfarçar uma lágrima teimosa? Quantas vezes você quis sair correndo de algum lugar, e ficou somente por educação, respeito ou medo? Quantas vezes você esqueceu seus problemas e com um sorriso no rosto foi ajudar quem precisava? Quantas vezes tudo o que você desejou era um abraço, um consolo, uma palavra amiga e só recebeu ingratidão? Quantos de seus amigos sabem olhar pra você e perceber se você não está bem? E quantos desses amigos se importam em te ajudar? Quantas vezes você teve de abrir mão daquilo que mais ama só porque os outros disseram que é errado? Criticar é fácil, mas vestir suas dores ninguém quer."

    Lembrei dela agora, acho que se encaixa com o que você está vivendo. Fique bem, querida, quero você sempre bem.

    ResponderExcluir