sábado, 4 de junho de 2011

"The toxic guy"

Eu sempre soube que era você.
Desde o momento em que te vi pela primeira vez, soube que seria você que me tiraria da minha órbita.
Agora vivo assombrada com a possibilidade de encontrar com você por aí.
Foi você que teve coragem de olhar no fundo dos meus olhos e me conhecer como realmente sou.
Não importa se é crime, pecado ou está fora dos padrões, eu sempre desejei você.
Não interessa aonde vá, vejo os seus sorrisos, suas lembranças, alguma marca sua que indique que está no meu caminho.
Parece loucura, mentira ou invenção, mas não é. Você é de carne e osso.
É por isso que não consigo parar de pensar em seus olhos, seu sorriso, sua boca e seu corpo. Eu vejo seu fantasma, desejo te ver e perco o sono.
Perdi a linha que me conduz e diz que este caminho é errado. Dane-se, é aí mesmo que quero embarcar.
Eu quero você, mesmo que não seja convencional.

- Ao som de “Senhor das moscas” do Dr. Cascadura.

3 comentários:

  1. Não tenha medo do encontro com quem te tira da órbita...
    Nosso astronauta é a nossa salvação!
    Bons voos por aí.

    ResponderExcluir
  2. puxa vida, será que está havendo uma onda de paixões proibidas ? OIUOIUEOIUEOIUEOIIUUEOUIE
    boa sorte, querida. meesmo.
    "toda vez que o Amor disser 'vem comigo', vai sem medo de se arrepender. vc deve acreditar no que eu digo; pode ir fundo, isso é que é viver..." (Chuva de Prata - Gal Costa)

    ResponderExcluir