sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Sem armadura



Abre os teus armários eu estou a te esperar
Para ver deitar o sol sobre os teus braços castos
Cobre a culpa vã ... até amanhã eu vou ficar
E fazer do teu sorriso um abrigo.

Canta que é no canto que eu vou chegar
Canta o teu encanto que é pra me encantar
Canta para mim, qualquer coisa assim sobre você
Que explique a minha paz, tristeza nunca mais

Mais vale o meu pranto que esse canto em solidão
Nesta espera o mundo gira em linhas tortas
Abre essa janela, primavera quer entrar
Pra fazer da nossa voz uma só nota.

Canto que é de canto que eu vou chegar
Canto e toco um tanto que é pra te encantar
Canto para mim qualquer coisa assim sobre você
Que explique a minha paz. Tristeza nunca mais.


Casa pré - fabricada = Los Hermanos.


Me deixa ir.
Aqui de cara limpa, peito aberto, sem palavras falsas e mais sincera do que nunca, te digo: eu preciso seguir em frente, conhecer novos lugares e pessoas que me façam pensar em outras coisas.
Tenho que virar a página, sair dessa minha prisão que é você. Experimentar aquilo que ainda não tive a curiosidade de ter.
Acontece que, depois de tudo o que passamos, eu mudei muito. Não sei se foi para pior ou melhor, mas eu me tornei meu porto seguro. Eu sou o essencial, aprendi a ser tudo para mim, ocupei o primeiro lugar.
Você me magoou tanto, me machucou de uma forma que aquela outra parte de mim morreu. E era uma parte que eu gostava tanto, me fazia tão feliz. Queria que aquela menina tão idealista voltasse outra vez. Mas ela não volta.
E desde que você se foi e voltou, aprendi a me tornar uma pessoa mais fria e vazia, mais resistente e egoísta. Encontrei consolo em algumas doses de cerveja e músicas completamente ruins. Não sei se isso é bom ou ruim, mas essa é uma parte minha que existe e nem tem como evitar. Essa parte é cheia de si, superficial, realista e só quer saber de usar pessoas. E essa parte me dá medo, porque não sou assim. Pelo menos não era.
Apenas você me conhece melhor do que ninguém. Sabe de cor os livros que mais gosto, as músicas favoritas e filmes prediletos. Para você, não preciso mentir. Ou melhor, não tenho como. Você sabe quando falo a verdade e quando estou omitindo. Eu sou um livro aberto, transparente. Só você me lê como eu sou, conhece os meus defeitos e minhas qualidades. Sabe o porquê das minhas bochechas ficarem vermelhas e o que o meu olhar inquisitivo quer dizer. Não é preciso tradução, nossos olhares se entendem e o resto, a gente deixa para a química resolver.
Sabe, tenho medo de me entregar e me envolver, de deixar meu coração frágil em tuas mãos e me ferir de novo. Porque se você se for novamente, nunca mais irei acreditar em ninguém. Muito menos no amor, que foi só por causa de você que passei a acreditar.
E tenho medo e uma insegurança, parece que elas andam juntas e fazem questão de me torturar. Uma parte de mim quer viver, se permitir deixar levar e continuar sem olhar para trás. E uma outra parte, está tão presa ao passado e sofre tanto com os possíveis “e se”. Mas ninguém vive de se, é isso o que tento me convencer. Abro os meus olhos pra não deixar a minha felicidade passar.
Só que foi com você que conheci a felicidade. Se não tivesse entrado na minha vida, não sei exatamente te responder aonde estaria agora. Podem ser tantas respostas e nenhuma delas me interessa. Você me transformou em uma daquelas pessoas que um dia, disse que nunca seria. Uma pessoa feliz, com um sorriso estampado no rosto, com roupas que disse nunca usar, ouvindo músicas que odiava e sonhando em formar uma família como naqueles comercias de margarina. E posso te confessar, você me faz uma mulher muito feliz. Why?
Porque você me ensinou a ser feliz, me ensinou a me entregar. Conheci uma vida que nunca me permiti sonhar. E quando meu coração estava sob o seu domínio, me deixou. Sozinha, distante e infeliz.
E aprendi tanto durante esse tempo. Minha vida se divide em antes e depois disso. Por uma parte, foi horrível. Eu me vi infeliz, com medo e desistindo de todos os meus sonhos, porque todos eles me lembravam você. E por outro lado, foi revigorante. Eu vivi coisas que ao seu lado não podia, aprendi a me olhar no espelho de verdade e te encarar como apenas um simples mortal. Eu duvidei de você, como podia eu amar tanto alguém, que me fazia tanto sofrer. E a dúvida, me fez ter certeza do que queria. E descobri ser você. E acima de tudo, aprendi a parar de me preocupar com o ontem e com o amanhã. Passei a dar um valor absurdo para o agora. Passei a ter uma fome incrível de viver o momento, sentir e aproveitar tudo o que tenho direito, afinal só se vive uma vez. Você acha que já não te amo como antes, se isso for verdade é apenas conseqüência dos teus erros. Tu me conhece bem e sabe o quanto sou medrosa e como estou receosa. Conhece os sentimentos que moram no meu coração.
Nós nos damos tão bem. Nossos sonhos se completam, a nossa química e sintonia vão além dos beijos. O nosso amor é mais que completo, é exato.
Ainda há o medo de me entregar por completo, sofrer de novo e ver o rosto das pessoas dizendo " - Não disse? " e às vezes penso no que daria se eu pulasse do barco agora. Só que para mim, não vale a pena cair no mar. Posso conhecer outros homens, sentir outros abraços e beijar outras bocas. Mas com todos eles, estarei pensando em você. Em como me faz sentir feliz, apaixonada, flutuando, sonhando e desejando.
Com todos os outros, não vai chegar aos pés do que senti com você. Um amor como o nosso só se vive uma vez. E eu sei que não vou encontrar ninguém como você, Deus quando te fez jogou a forma fora. Eu posso até chegar perto, mas não existe ninguém no mundo como você. E olha, que já conheci tantas pessoas antes de te ter só para mim.
Eu nunca havia amado desse jeito e o medo de te perder vai sempre existir, só espero passar por cima disso. E depois de todas essas tempestades, nossos dias são tão cheios de arco - íris, digno de pinturas em quadros. Só quero você o tanto você quer a mim. É, acho que vale a pena. Então, eu te entrego o meu coração, mas faz favor de cuidá-lo e tratá-lo bem?

20 comentários:

  1. Muito obrigada pelo comentário e por seguir, Juliana! Estou seguindo também!! Beijoss

    ResponderExcluir
  2. Oh que lindo o texto hein, cada vez que venho aqui fico sem palavras para descrever tal texto ou poema que você escreve, isso deve acontecer porque seus textos não precisam de mais nada são belos.
    Brigada pela visita em meu blog, adoro você lá viu, sempre que possível estarei aqui pois adoro seu cantinho

    Beijo
    Bom final de semana
    http://marifriend.blogspot.com/
    @Storiesandadvic

    ResponderExcluir
  3. Aaaah, que lindo! Faz sentir dor, mas isso, de dar uma nova chance é lindo! Sempre acredito que o sofrimento que o amor nos causa vale a pena, diante da completude que também nos faz sentir.
    Costumo ouvir essa música na voz de Maria Rita.
    Estou gostando muito do teu blog, também.
    Obrigada pelo comentário carinhoso lá no http://fragmentoseinquietacoes.blogspot.com/ e por seguir. Esse tipo de comentário e visita, incentiva muuuito :)
    Beijos, querida

    ResponderExcluir
  4. Que os cantos tragam somente
    Alegria amor e paz
    Para que enfim a tristeza
    Não volte jamais!

    Obrigada pelo seu carinho, bjo
    ^.^

    ResponderExcluir
  5. Muito legal a postagem. Um lindo final de semana para você. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Muy bonitas tus letras, tienes un
    bello blog.
    feliz fin de semana.
    saludos.

    ResponderExcluir
  7. Á essa pergunta final que eu sempre espero uma resposta positiva :{

    Enfim, texto muito bem escrito *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Caramba, qta coisa foi foi (é) rs...

    Eu sou Marcos, pianista professor e poeta de bistrô, muito prazer. rs...

    :)

    ResponderExcluir
  9. O que a gente viveu de bom continua, não perde a importância, mas o caso é que a vida não pode parar, né, Ju?

    Vamos senguir em frente levando as lembranças, então.

    ;)

    Um beijo, bom fds, parabéns pelo belo texto.

    ResponderExcluir
  10. E danem-se as pessoas ! "quando o Amor bater na porta , deixa entrar" . Esse dilema é somente seu , quer dizer , da personagem . Não viver agora por medo de sofrer depois ... mas ah , se é o Amor que está ali pode ser que ele dê um jeito .. Um jeito de esse cara por quem você se apaixonou perceber quão grande é seu Amor por ele , à ponto de perdoar toda a mágoa que ele lhe causou . E talvez até um jeito de esse cara te admirar e se apaixonar por ti dessa mesma maneira - sim , porque se você se permitir viver esse Amor outra vez irá mostrar pra ele que quer sua felicidade , não importa como . Não é burrice , é apenas vontade de ser feliz . Porque você sabe que sua verdadeira felicidade está do lado desse rapaz que você ama . Talvez ele seja um crápula , te engane de novo e te deixe de novo . Mas você é tão legal que acho que não conseguiria se apaixonar por alguém tão detestável . E se ele está de volta é porque sente algo por ti . Pode não ser Amor , mas só uma nova chance pode permitir que o Amor da parte dele aconteça . E mesmo que chores depois , as lembranças dos momentos felizes não se apagarão jamais . Que mal há em provar o gostinho da felicidade , do Amor outra vez ?
    Lindo texto ! Me encantei !

    ResponderExcluir
  11. Oi,passando aqui pra avisar que o link do meu blog mudou,agora é http://mon-autre.blogspot.com/ :} Caso tenha em algum gadget seu o link antigo: jenifferyara.blogspot.com, peço que exclua por que ele pode apresentar um aviso de malware, caso não tenha, desconsidere esse pedido.

    Desculpe pelo comentário 'automático'

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Nossa, você me deixou sem folego. Me identifiquei DEMAIS com esse texto, sério, sério mesmo. Vontade de dizer essas palavras para certa pessoa hehe.
    Adoro seu blog.

    PS. Uma das minhas preferidas do Los <3

    ResponderExcluir
  13. As despedidas que permitem reencontros, nova chance pro mais belo sentimento: amor.
    Adorei a doçura que encontrei aqui... obrigada pelo carinho lá no blog. volte sempre.
    beijos

    ResponderExcluir
  14. eh, eu sou muito receosa com certas coisas, mas acho que, quando há amor e chance de vivê-lo, vale a pena se arriscar e tentar.. xD

    bjus

    ResponderExcluir
  15. Arriscar-se por um amor vale a pena, mesmo sabendo que um dia vamos sofrer, por que se não arriscarmos, sofreremos do mesmo jeito.
    Belíssimo.
    :*

    ResponderExcluir
  16. Lindo, lindo e lindo!!!!
    Aproveito para desejar a voce um Feliz dia das criancas, afinal, todos nós andamos de maos dadas com a crianca que fomos um dia!
    Bjs! Sol-risos :)

    ResponderExcluir