sábado, 14 de maio de 2011

S. O. S

Agora eu só posso contar comigo mesma. Eu tenho sonhos e planos que quero criar e poucos me apóiam. Eu vim de um lugar onde ter talento e sonhos é perda de tempo, se eu quiser transformar em realidade teria que fazer por mim mesma.
Nunca gostei de precisar de ninguém, mas a única coisa que queria era apoio. Sempre desejei fazer as pessoas ao meu redor sentirem orgulho de mim.
Mesmo merecendo, nunca consegui. Sempre fiquei a margem do meu "primo cdf" ou da minha amiga "filha perfeita".
Eu sempre fui diferente, mas sempre respeitei a minha natureza. Sou sim honesta, responsável, egocêntrica, egoísta, sensível, tranquila, amiga, nervosa, insegura e segura, fiel e boa.
E eu odeio quando as pessoas falam com você tentando te desmerecer e destruir o seu castelo de areia.
- Ah Juliana, passar para uma faculdade pública é mole. Quero ver pagar uma particular.
- Ah Juliana, estudar e trabalhar é mole. Quero ver você ter de só trabalhar.
- Ah Juliana, ser operador de telemarketing é moleza, os outros empregos que são difíceis.
É foda não ser valorizada por quem está ao seu redor. Complicado ter de ouvir coisas de pessoas que não tem o direito de dizer nada e ainda por cima não estão em posição disso.
Só queria desligar essas pessoas, dar um stop, ficar no meu canto e escrever. Será que é pedir muito?
No meio disso tudo, fico muito confusa, perdida e nem sei como me achar.
Então me pergunto quem sou, o que faço e porque tudo às vezes parece acontecer comigo. Eu só quero viver, cansei de sofrer. Tão nova e cansada da vida.
Consigo ser forte e conseguir forte para lutar contra tudo e todos. Só que às vezes, parece ser bem difícil.
Eu cheguei até aqui acreditando em sonhos e não será agora que irei parar de lutar.

Pearl’s Dream - Bat for Lashes

domingo, 8 de maio de 2011

Guerreiros são guerreiros


"Park the car at the side of The Road
You should know
Time's tide will smother you
And I will too
When you laugh about people who feel so
Very lonely
Their only desire is to die
Well I'm afraid
It doesn't make me smile
I wish I could laugh
But that joke isn't funny anymore
It's too close to home
And it's too near the bone
It's too close to home
And it's too near the bone
More than you'll ever know ...

Kick them when they fall down
Kick them when they fall down
You kick them when they fall down
Kick them when they fall down
You kick them when they fall down
Kick them when they fall down
You kick them when they fall down
Kick them when they fall down

It was dark as I drove the point home
And on cold leather seats
Well, it suddenly struck me
I just might die with a smile on my
Face after all
I've seen this happen in other people's
Lives
And now it's happening in mine
I've seen this happen in other people's
Lives
And now it's happening in mine
I've seen this happen in other people's
Lives
And now it's happening in mine
I've seen this happen in other people's
Lives
And now it's happening in mine
Oh ...
I've seen this happen in other people's
Lives
Oh ...

And now it's happening in mine
Happening in mine
Happening in mine
Happening in mine
Happening in mine
I've seen this happen in other people's
Lives
Oh ...

And now, now, now it's happening in mine
(I've seen this happen)
Happening in mine
Oh... now, now
I've seen this happen in other people's
Lives
Oh ...

And now it's happening in mine
(Happen)
Happening in mine
Oh ...

Happening in mine
Happening in mine
Happening in mine
I've seen this happen in other people's
Lives
Oh ...

And now, now, now it's happening in mine
Happening in mine
Mine, mine
Happening in mine"
- That Joke Isn't Funny Anymore, The Smiths ♥.

Eu nunca acreditei no acaso, sempre acreditei que tudo tinha um porque. Hoje, acho que algumas coisas não têm explicação e outras irei passar por elas sem entender. Só Deus tem a resposta para tudo.
Às vezes paro e reflito, por que a realidade é tão dura para alguns? Por que para outros tudo é tão fácil? Esse é o tipo de resposta que nunca terei.
É engraçado que apesar de tudo, ainda acredito em sonhos. Alguma coisa me faz não perder a esperança nisso. Foi do mesmo jeito quando passei no vestibular, eu vivia sonhando e sempre caía. Mas tinha algo que não me fazia desistir, algo que me fazia levantar, andar e seguir em frente. Era algo muito forte, bom, saudável, maior que eu. Era algo que me fazia sentir viva, bem, feliz. Feliz por ser quem eu era e desejava ser. Isso me fazia não sentir medo e acreditar em mim.
E todas as vezes que senti isso, fui imensamente feliz. E descobrir que ainda sou uma pessoa sonhadora, me dá mais gosto de acordar cedo e ir para a faculdade cansada. Porque alguma coisa me diz, que por mais que pareça impossível, eu to no caminho certo. E nessas horas penso em J. K. Rowling. Pode parecer piegas, sei lá. Mas quando olho para ela, eu me vejo ali.
Uma pessoa obstinada, guerreira e lutadora. Ser escritora parece ser um sonho muito impossível, mas não é. Eu vou lutar, cair e levantar. Terei histórias para contar aos meus netos.
Não quero passar pela vida sem dizer porque vim!

terça-feira, 3 de maio de 2011

"Sonhos psicodélicos"

Eu precisava escrever isso aqui hoje. Mesmo sem tempo, preocupada e estressada com as pilhas de exercícios e provas, esta noite tive um dos sonhos mais loucos e mais psicodélicos que pode mudar a minha vida. Dane-se que tenhos provas a fazer, dane-se que tenho que acordar cedo e pegar onibus cheio, dane-se meu emprego de merda e o estágio que não é remunerado. Foda-se, porque eu ainda posso sonhar. E isso é tudo para mim.

domingo, 1 de maio de 2011

Sobre tudo

Ás da Intuição (Shakira)


Não perguntes mais por mim
Se já sabe qual é a resposta
Desde o momento em que te vi
Sei para onde vou

Eu me proponho ser sua
Uma vítima quase perfeita
Eu te proponho ser sua
Um vulcão

O amor talvez seja um mal comum
E assim, como vê
Estou viva ainda

Será questão de sorte
Bem, creio que começo a entender
Devagar, devagar começo a entender
Que nos desejávamos desde antes de nascer

Te sinto, te sinto,desde antes de nascer
Tenho o pressentimento que começa a ação
No interior, dentro, você vai ficar
E As mulheres são o ás da intuição
Assim, estou disposta a todo amor


Eu te proponho um deslize
Um erro convertido em acerto
Eu te proponho ser sua
Um vulcão

O amor talvez seja um mal comum
E assim, como vê
Estou viva ainda

Será questão de sorte
Creio que começo a entender
Devagar, devagar, começo a entender
Que nos desejávamos antes de nascer

Te sinto, te sinto, desde antes de nascer
Tenho o pressentimento que começa a ação
No interior, dentro, você vai ficar
As mulheres são o ás da intuição
Assim, estou disposta a tudo

Creio que começo a entender
Devagar, devagar começo a entender
Que nos desejávamos antes de nascer

Te sinto, te sinto, desde antes de nascer
Tenho o pressentimento que começa a ação
No interior, dentro, você vai ficar
As mulheres são o ás da intuição
Assim, estou disposta a tudo.


"Desde pequena, carrego um dos meu piores defeitos que não me abandona nem depois de velha: se jogar em situações sem pensar no depois. Foi assim com a carreira de modelo, quando larguei a mesma, com as aulas de piano e o trabalho como operadora de telemarketing. Enlouquecidamente, recentemente aceitei um estágio como professora em um dos poucos tempos livres que tenho. Por que? Eu não consegui dizer não e estou morrendo de medo, porque sou apenas uma. Nisso tudo tenho que encaixar a faculdade, marido, amigos, família e tempo pra mim. Alguém me responde porque o dia não pode ter mais de 24 horas? Ainda bem que depois disso tudo, VOCÊ ainda está aqui. Vamos lá, ver no que dá!"