terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Lá vem ela





  Então, deixei de acreditar em utopias e passei a enxergar o mundo como um lugar comum. Mudei de religião e também a forma como vejo a vida. Vi nos clássicos os meus melhores amigos e aprendi que o amor também é um filme de ação. Passei a ouvir músicas hippies e assumi que a minha identidade são muitas. Quero acordar agarradinha e desejo que o mundo pare nesse instante. Parei de tomar refrigerante e prometi a mim mesma levar uma vida mais saudável. Sinto saudades das páginas viradas, mas hoje guardo com carinho esses tempos e aceito numa boa que eles passaram. Não é bom viver no passado. Tenho muitos livros para escrever e muitas teorias literárias para desvendar. Nunca um ano pareceu tão excitante. O que será que mudou? Os sonhos, as pessoas? Não, apenas eu mesma.

2 comentários:

  1. A nossa mudança interna, além de fazer um bem danado para gente, é capaz de transformar outros tb.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. Que incrível <333. Estou em busca de revoluções em mim mesma. Texto inspirador :))

    ResponderExcluir